TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Gestão De Pessoas Em Organizações Do Terceiro Setor

Monografias: Gestão De Pessoas Em Organizações Do Terceiro Setor. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  26/4/2013  •  6.563 Palavras (27 Páginas)  •  585 Visualizações

Página 1 de 27

SUMÁRIO

1 Referencial Teórico...................................................................................06

2 Problema de Pesquisa..............................................................................27

3 Objetivos...................................................................................................28

4 Justificativa................................................................................................29

5 Métodos Utilizados....................................................................................30

6 Referências Bibliográficas.........................................................................31

6 Referências Bibliográficas.........................................................................31

RESUMO

A importância da adoção dos conceitos de gestão de pessoas em substituição à Administração de Recursos Humanos não pode ser prioridade para as organizações estatais – primeiro setor ou mercantis – segundo setor. As organizações não governamentais que integram o terceiro setor carecem de modelos de gestão profissionais, principalmente no que diz respeito às pessoas que integram os seus quadros de funcionários e colaboradores.

Partindo dessa premissa o presente trabalho oferece elementos que levem os atuais e futuros gestores do terceiro setor a refletirem criticamente sobre os modelos empregados, resultados obtidos e melhoras possíveis e necessárias. Nesse contexto ressalta-se a opção por um modelo interdisciplinar que propicia melhores resultados com custos reduzidos.

Palavras-chave: gestão de pessoas; terceiro setor; modelo interdisciplinar.

Palavras-Chave: Terceiro setor;

Gestão de Pessoas;

Administração.

INTRODUÇÃO

As organizações do Terceiro Setor, assim denominadas por não se enquadrarem no Primeiro Setor, visto não serem organizações públicas, nem no Segundo Setor, uma vez que não tem por finalidade o lucro, surgiram no Brasil logo após o início da colonização, realizando suas ações nos mais variados segmentos, geralmente intervindo onde a ação do Estado não existia ou era falha, atuando em áreas desde a Educação, Cultura, Saúde, até as que prestam serviços assistenciais, definidas, segundo Madeira & Biancardi (2003) "como organizações constituídas por agentes privados, mas com a finalidade de produzir bens e serviços públicos."

Ramos afirma:

"Durante um longo período da história, ele foi considerado assistencialista e confundido com a filantropia, porque muitas entidades orientavam seus procedimentos com base nesses princípios" (Ramos 2003)

As organizações do Terceiro Setor brasileiro, segundo Ramos (2003) eram constituídas principalmente por entidades que tinham vínculo com as igrejas e com os movimentos sociais e às ONG´s, termo este que surgiu nos anos 80 em Chicago nos Estados Unidos e hoje é utilizado de forma popular, cujo significado de define como organização não governamental.

O Terceiro Setor expandiu sua atuação na década de 90, com a publicização dos programas sociais, que passou à iniciativa privada ações que somente o Poder Público executava, paralelamente, com a globalização econômica, muitas empresas estrangeiras que financiavam projetos sociais no Brasil, resolveram redirecionar seus investimentos para seu país de origem, diminuindo assim, os recursos disponíveis. Diante deste quadro, acirrou-se a competitividade das organizações por financiadores que viabilizassem a continuidade de suas atividades. As Ongs, tiveram que rever suas práticas de gestão, e agir de forma muito semelhante ao mercado, ou seja, ao Segundo Setor, implementando processos, práticas até então desconhecidas na sua maioria, que gerassem resultados mensuráveis.

Para alcançar a excelência exigida e se fortalecerem, muitas organizações tiveram que definir de forma clara a sua política de Recursos Humanos, fazendo uma reestruturação no seu quadro de funcionários, dando início a um grande desafio: a profissionalização no Terceiro Setor, ressalta Bose & Shoenmaker (2006) "o desafio da sustentabilidade emerge, então como um dos principais alavancadores da necessidade de profissionalização da gestão."

Dados do IBGE em 2004 apontavam que o Terceiro Setor empregava formalmente 1,5 milhões de pessoas, sem mencionar os funcionários informais (sem carteira assinada) e as instituições religiosas, e que houve um crescimento de 107 mil para 276 mil novas organizações sem fins lucrativos, no período de 1995 a 2002, denotando um crescimento considerável no mercado.

Apesar deste crescimento, o Terceiro Setor ainda realiza a gestão de pessoas de forma pouco consistente, enfatiza Merege:

"As organizações estão começando a se profissionalizar nessas áreas. Mas somente agora é que estão criando uma consciência de que precisam cuidar das pessoas que a compõem, que são sua maior riqueza." (Merege, 2003)

Por se tratar de um segmento recente na sociedade quanto ao seu reconhecimento, definição e classificação, e não quanto a sua atuação, os estudos referentes ao Terceiro Setor, ainda são produzidos timidamente em detrimento da grandeza e da ascensão que vem experenciando nestes últimos anos, conforme afirma Fischer & Bose:

"Se insere em um campo de estudos ainda imaturo em sua produção, marcado pela carência de pesquisas e conceitos que permitam desenvolver investigações apoiadas em conhecimentos sólidos e sistematizados que tratem das especificidades dessas organizações". (Fischer & Bose, 2005)

Este artigo surgiu da necessidade de se verificar a condição das organizações do terceiro setor quanto à gestão de pessoas, trazendo subsídios para conhecer como se dá o gerenciamento dos funcionários, através da abordagem das práticas formais e informais

...

Baixar como (para membros premium)  txt (43.7 Kb)  
Continuar por mais 26 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com