TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

IBGE - Indicadores Socioeconômicos

Por:   •  10/2/2019  •  Resenha  •  1.036 Palavras (5 Páginas)  •  14 Visualizações

Página 1 de 5

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é um órgão público da administração federal brasileira e principal provedor de dados e informações do país, atendendo às necessidades dos mais diversos segmentos da sociedade civil, bem como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal.

O IBGE tem atribuições ligadas às geociências e estatísticas sociais, demográficas e econômicas; atuando através de pesquisas de campo e censos, tendo como objetivo o levantamento de dados sobre a população e sua realidade social.

De acordo com a publicação “Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública”, as principais pesquisas amostrais e institucionais do IBGE são:

  1. Censo Demográfico:

Criado com o intuito de contabilizar o tamanho da população, em suas regiões, para fins militares e fiscais, é uma pesquisa que possibilita o agente a recolher diversas informações, tais como: o número total de habitantes, o número de habitantes por sexo, idade, fonte de renda, características educacionais e de moradia, entre outros.

Um ponto forte a ser salientado é que cada informação levantada no Censo Demográfico pode se constituir em um importante indicador, dependendo do detalhamento do diagnóstico ou do setor social de intervenção de um programa público.

No entanto, realizar um Censo em um país de dimensões continentais como o Brasil é um a operação bastante complexa, seja pela mobilização de pessoal envolvido ou pelo curto período de tempo de execução, se “transformando” em uma fragilidade da pesquisa em questão.

  1. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD).

Realizada dentro do próprio Censo, porém com elenco de perguntas mais abrangentes, a PNAD tem por objetivo atualizar anualmente as informações levantadas pelo Censo Demográfico a nível do país, unidades da Federação e principais regiões metropolitanas; sendo um levantamento essencial para atualizar os indicadores sociais do país e dos estados.

A PNAD vai a fundo na investigação das diversas características socioeconômicas da sociedade, tendo como temas básicos: as características domiciliares, características gerais da população, características educacionais, migração e rendimentos.

Esta pesquisa é de tamanha importância devido as informações e dados apresentados, permitindo a exposição de indicadores e publicações fundamentais para o acompanhamento da conjuntura social do país (ex: desenho amostral e os indicadores do mercado de trabalho, como taxa de desemprego e de participação, rendimento médio do trabalho, entre outros).

  1. Pesquisa Mensal de Emprego (PME)

A PME é uma das bases de dados mais ricas do Brasil para investigações de fenômenos relativos ao mercado de trabalho, devido a sua natureza longitudinal. Nesta pesquisa, são produzidos indicadores mensais sobre o fenômeno “força de trabalho”, permitindo ao gestor as flutuações e as tendências do mercado de trabalho, a curto médio e longo prazo.

No entanto, essa pesquisa também tem suas limitações. Ao destacar somente o mercado de trabalho, seu questionário traz apenas informações relativas a esta fonte de renda, não considerando outros tipos de rendimentos, como aposentadorias e pensões.

  1. Pesquisa de Orçamento Familiar (POF)

Realizada de cinco em cinco anos, esta pesquisa visa mensurar as estruturas de consumo, dos gastos e dos rendimentos das famílias, traçando um perfil das condições de vida da população brasileira a partir da análise de seus orçamentos domésticos.

Esta pesquisa é fundamentada através da investigação das características domiciliares de famílias previamente selecionadas, com periodicidade de 12 meses, a fim de conseguir capturar as diferenças sazonais de determinadas despesas; além de servir para fazer comparações de custo de vida e padrões de consumo alimentar entre regiões.

Assim, a POF tem como ponto forte as suas múltiplas aplicações, contribuindo para subsidiar o estabelecimento de prioridades na área social que visam a melhoria da qualidade de vida da população, incluídas as políticas públicas temáticas nos campos da nutrição, saúde e orientação alimentar.

  1. Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC)

Com caráter censitário, junto às prefeituras municipais, a MUNIC tem como objetivo o levantamento de informações sobre a estrutura administrativa, nível de participação e formas de controle social, presença de legislação, instrumentos de planejamento municipal e a existência de equipamentos específicos de comércio, serviços da indústria cultural e lazer nas mais de 5 mil cidades brasileiras.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.4 Kb)   pdf (85.3 Kb)   docx (10.5 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com