TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

IFRS: VANTAGEM PARA O BRASIL, DESAFIO PARA A CONTABILIDADE BRASILEIRA

Por:   •  17/6/2013  •  790 Palavras (4 Páginas)  •  310 Visualizações

Página 1 de 4

Mudanças sempre provocam receios, dúvidas e questionamentos. Não foi diferente para os profissionais da Contabilidade brasileira quando a Lei nº 11.638 foi promulgada, em 28 de dezembro de 2007, e percebeu-se a revolução que a adoção das Normas Internacionais de Contabilidade pelo Brasil traria para a profissão.

Depois de sete anos tramitando no Congresso Nacional, a nova lei chegou para modificar a Lei nº 6.404/1976, conhecida como a Lei das S.A., determinando que as demonstrações contábeis de todas as empresas devem ser feitas com base nas IFRS (International Financial Reporting Standards – Normas Internacionais de Contabilidade).

O Brasil passou a ser uma das nações que aderiram ao padrão contábil internacional, ao lado de países da União Europeia e da China, Rússia, Hong Kong, África do Sul e Austrália.

O Brasil chega a 2011 com a previsão de crescer 4%, de acordo com informações do Banco Mundial. A instituição financeira elaborou um relatório sobre "Perspectivas Econômicas Globais" e um dos destaques é a afirmação que os países da América Latina, com especial atenção ao Brasil, saíram da crise econômica, iniciada em meados de 2008, e que ainda abala países da Europa e os Estados Unidos

Os dados positivos sobre o Brasil não param por aí. Em 2010, nosso País apresentou o melhor desempenho dos últimos 25 anos, com um crescimento na faixa dos 8%. O capital fixo, que representa investimentos em construção civil, máquinas e equipamentos, cresceu 20,2%.Com uma economia em franco desenvolvimento, os olhos do mundo voltados para as oportunidades de negócios e o mercado em franca expansão, o Brasil não poderia deixar de dar um passo à frente também na Contabilidade.

Anúncios Google

Atualmente, as IFRS são as mais aceitas no mundo. Até mesmo os Estados Unidos, que têm como normas as US Gaap (United States Generally Accepted Accounting Principles – Normas Contábeis dos Estados Unidos), aceitam as IFRS como padrão contábil.

A adoção das Normas Internacionais alinha o Brasil com os mercados mais importantes do planeta, pois trazem em seu bojo os critérios de comparabilidade e a transparência que as empresas globalizadas exigem para aderir aos negócios.

Do mesmo modo, a tecnologia XBRL (Extensible Business Reporting Language – Padrão Internacional para Demonstrações Contábeis) produz informações que podem ser reutilizadas em qualquer lugar do mundo. O CFC (Conselho Federal de Contabilidade) e o CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis) estão desenvolvendo esforços para implantá-lo no Brasil.

Assim que a Lei nº 11.638/2007 foi divulgada, os profissionais da Contabilidade, com boa dose de razão, passaram a questionar a validade de se adotar um padrão contábil que praticamente obrigaria os Contabilistas a "começar tudo de novo".

Realmente, com as IFRS a Contabilidade brasileira ascende a um novo patamar, impele os profissionais a um novo ciclo de conhecimentos. Até mesmo as instituições de ensino devem começar a repensar e atualizar o currículo do curso de Ciências Contábeis.

O Brasil jamais poderia deixar de oferecer a melhor qualidade

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.3 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com