TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

INSERÇÃO DO TRABALHO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Monografias: INSERÇÃO DO TRABALHO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  7/9/2013  •  1.827 Palavras (8 Páginas)  •  309 Visualizações

Página 1 de 8

CENTRO UNIVERSITÁRIO CESMAC

FACULDADE DE CIÊNCIA SOCIAIS APLICADAS – FCSA

CURSO DE ADMINISTRAÇAO – 4º Período

DUARTE

RESUMO: INSERÇÃO DO TRABALHO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Maceió – Agosto

2012

DUARTE

RESUMO: INSERÇÃO DO TRABALHO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Maceió – Agosto

2012

SUMÁRIO

1. Introdução - - - - - - -- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 03

2. Desenvolvimento - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 05

3. Conclusão - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 07

Introdução

Observa a inquietação do autor na busca por respostas que justifique a grande dificuldade de inserção das pessoas portadora de necessidades especiais em ambientes educacionais e, em especial, no mercado de trabalho brasileiro e também como a adequação das condições de trabalho, e a satisfação das pessoas com deficiência em relação a aspectos relevantes para a manutenção da qualidade de vida no trabalho. O objetivo desta pesquisa foi analisar as possíveis relações entre as formas como os gestores veem a deficiência, a adequação das condições de trabalho e a satisfação das pessoas com deficiência em relação a aspectos relevantes para a manutenção da qualidade de vida no trabalho em uma empresa com grande número de pessoas com deficiência contratadas. Através desta pesquisa, o autor declara que a população brasileira (onde das 16 milhões de pessoas portadoras de deficiência, apenas 2% destes trabalham no mercado formal. Contraste com outros países avançados onde esta taxa é bem menor), vem paulatinamente desempenhando programas para fortalecimento de uma consciência mais humana e prática, com poucos ares retóricos, a respeito de inclusão social mais íntegra do PNE ou PPD ( Pessoa Portadora de Deficiência ) ; ou seja , atitudes sociais e empresariais mais direcionadas para a quebra de paradigmas , contribuindo para a possibilidade de melhores relacionamentos interpessoais. O contato real com a população de PNE, é de suma importância para a existência de uma maior tolerância; que sirva de subsídios para uma efetiva diversidade social. Entretanto, os programas de inclusão social do PNE ainda ocorrem com ações muito sutis, apesar da existência do Decreto Lei nº 3.298, de 20 de Dezembro de 1999, que regulamenta a Lei nº 7853, de 24 de Outubro de 1989, onde dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência. E tais atitudes, que acabam por possuir caráter meramente voluntário, ocorrem em programas focados em caminhos diferentes e distantes da demanda do mercado de trabalho. Este retrato social é um aspecto ímpar que dificulta em demasia a inserção do PNE ao mercado de trabalho brasileiro

Este estudo classificou aspectos positivos e negativos associados ao trabalho por 27 trabalhadores com deficiência física (TDF) em comparação com outros 27 sem deficiência (TND). Os grupos foram emparelhados em sexo, idade, estado civil, nível econômico e função. Os instrumentos utilizados foram: Critério de Classificação Econômica Brasil e Questionário sobre Aspectos do Trabalho. As respostas foram analisadas qualitativa e quantitativamente. Os resultados identificaram seis classes de aspectos positivos (cidadania, conciliação de interesses, finanças, relações sociais, valorização pessoal e valorização profissional) e cinco de negativos (desgaste físico e emocional, desvalorização profissional, dificuldades interpessoais, jornada de trabalho extensa e mecanização do trabalho). A análise estatística apresentou diferença somente na classe jornada de trabalho extensa, com frequência maior para TND. Conclui-se que a deficiência física não foi fator determinante na valorização de aspectos positivos e negativos do trabalho. Discute-se a importância do trabalho para o desenvolvimento pessoal e profissional das pessoas com deficiência.

Desenvolvimento

O significado do termo trabalho apresenta-se sob diferentes concepções, ao longo da história, influenciado pelas idéias e pelas modificações da sociedade. O conceito predominante, extraído de Bottomore (1988) e também de Braverman (1987), é que o trabalho constitui-se em atividade exclusivamente humana direcionada para uma finalidade. O que se denomina por trabalho compõe-se de um conjunto de ações com um significado próprio de transformação do homem e da natureza. A predominância da forma de pensar o trabalho depende das condições sócio-históricas em que a pessoa está circunscrita, dos recursos disponíveis, da posição social, das condições de trabalho,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.4 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com