TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Novos Desafios Na Gestão De Pessoas

Por:   •  23/9/2014  •  839 Palavras (4 Páginas)  •  230 Visualizações

Página 1 de 4

Introdução

O filme “Tempos Modernos” retrata uma sátira ao processo de gestão organizacional daquela época, que se passa na fábrica onde Charles Chaplin trabalhava, onde os funcionários trabalhavam arduamente e sem direitos previamente estabelecidos. Devido aos abusos, os mesmos aderiam a greves e reivindicações até adquirirem melhores condições de trabalho. O setor de RH daquela época era encarado como um “capataz” que fazia com que a produção das fabricas trabalhassem sob pressão física e psicológica. No decorrer do trabalho vamos traçar um paralelo entre o filme citado acima e a Moderna Gestão de Pessoas.

Paralelo entre o filme “Tempos Modernos” e a Moderna gestão de Pessoas:

O filme é uma critica ao tempo da revolução industrial, no qual as máquinas tiraram o emprego dos funcionários e teve como ponto principal a vida urbana nos Estados Unidos nos anos 30, imediatamente após a crise de 1929, quando a depressão atingiu a sociedade do norte- americana, grande parte da população ao desemprego e a fome.

O período de industrialização clássica conhecida a época da Revolução industrial na era da organização, está fortemente relacionada com fatos que são mostrado neste filme e que deixa mais claro é a forma que o trabalhadores são tratados pela burguesia (chefes das fabricas) funcionários são apenas mais uma pilha de recursos que geram lucro. O fato dos trabalhadores serem tratados como recursos é uma das marcas primordiais da Industrialização Clássica.

No inicio do século XX no EUA Taylor iniciou uma ideologia, que daria partida aos princípios da Administração Cientifica como se mostra no filme Tempos Modernos, Charles Chaplin, protagonista do filme representava um operário, era instruído a fazer um único trabalho apertar parafusos durante todo dia numa linha de montagem, após muito estresse no trabalho acabou tendo reação que causaram problemas durante o trabalho, cai em confusões no setor, vai parar nas engrenagens da máquina da fábrica, a partir daí o operário vai preso por irresponsabilidade, e na cadeia ele tinha comida, segurança e abrigo, que na sociedade da época pra consegui-las no mínimo você tinha que se render as condições do trabalho que mesmo sendo ruim eram disputada á tapa, cabia à pessoa aceitar as condições de trabalho, ou roubar para manter o seu sustento. O operário sai da prisão em busca de um novo emprego se depara com a fábrica fechada, por motivo de greve, o operário, em busca de oportunidade, era instruído a fazer o trabalho mas não fazia direito, era demitido, com isso no final do filme se encontra sem emprego, situação que termina em um sistema capitalista desigual das empresa da época que contribuía com o aumento da criminalidade, e a escravidão.

As mudanças organizacionais ao longo do século XX tiveram três eras organizacionais distintas. Sendo estas: Era Industrial Clássica, Neoclássica e a da Informação. Na era Industrial Clássica ocorreu logo após a Revolução Industrial e a sua maior característica foi à intensificação do fenômeno da industrialização dessa forma as empresas passaram a adotar uma estrutura organizacional para centralizar as decisões, regras e regulamentos internos para disciplinar e padronizar o comportamento das pessoas. Já a Teoria Clássica a administração surgiu como medidas exatas para as empresas dessa época.

As mudanças foram lentas, porém as pessoas ainda eram consideradas recursos de produção e assim como outros recursos organizacionais como maquinas, equipamentos e capital.

Na Era Industrial Neoclássica

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.8 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com