TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO

Seminário: O VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO. Pesquise 792.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  28/9/2013  •  Seminário  •  713 Palavras (3 Páginas)  •  387 Visualizações

Página 1 de 3

O VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO

Administradores financeiros e investidores tem uma preferência natural por dinheiro agora em vez de depois, assim eles aumentam o seu valor, por uma razão de o dinheiro valer mais agora do no futuro, é importante está antenado nos tramites do mundo financeiro, principalmente aos fatores que diminuem o valor do dinheiro ao longo do tempo.

Existem índices que podem descrever o valor do dinheiro progressivamente, esses índices são:

INFLAÇÃO

RISCO

PREFERÊNCIA PELA LIQUIDEZ

Inflação é algo continuo e generalizado, representa o aumento de preços dos produtos num determinado país ou região, durante um período. As variações da inflação altera diretamente o poder de compra, seu dinheiro hoje é maior do será amanhã, desvalorização da moeda.

Exemplo: num país com inflação de 5% ao mês, um trabalhador compra cinco quilos de arroz num mês e paga R$ 12,00. No mês seguinte, para comprar a mesma quantidade de arroz, ele necessitará de R$ 15,40. Como o salário deste trabalhador não é reajustado mensalmente, o poder de compra vai diminuindo. Após um ano, o salário deste trabalhador perdeu 110% do valor de compra.

A definição mais comum utilizada aborda riscos como “ameaça de que um evento ou ação (interno ou externo) possa afetar negativa ou positivamente o ambiente no qual se está inserido”. O risco aumenta ao passar do tempo, a maioria das pessoas desejam evitar riscos e se dispõem a entregar seu dinheiro pela promessa de recebê-lo no futuro apenas se forem adequadamente recompensados pelo risco a ser assumido. O futuro da economia brasileira é imprevisível como também as tendências econômicas e financeiras, sendo impossível prever com precisão se o dinheiro investido hoje estará disponível amanhã. O risco de mercado existe em decorrência da possibilidade de ocorrerem perdas mediante movimentos adversos no mercado.

É o risco da perda financeira como resultado da mudança ocorrida no valor percebido de um dado instrumento. O exemplo clássico de risco de mercado procede das perdas na Bolsa de Valores. Liquidez refere-se a facilidade de transformar um ativo em dinheiro, ou seja, é o grau de agilidade de conversão de um investimento sem perda significativa de seu valor.

Há ainda outra forma de entender o mesmo conceito: a liquidez será maior quanto maior for o interesse do mercado em adquirir o ativo. O fluxo de caixa é um dos principais. Controles Financeiros.

A gestão financeira é uma ferramenta para assegurar o sucesso de uma empresa e, para que isso aconteça, o empreendedor tem de saber produzir alguma coisa e, também, estudar como esse produto pode lhe trazer dividendos. Na sequência, deve medir custos e estabelecer um preço que seja acessível a seus clientes e que também lhe proporcione lucratividade no ganho de capital. Importante também acompanhar de perto o fluxo de caixa da empresa. "A grande maioria acaba contratando um contador externo para fazer esse serviço. Mas somente o contador não é suficiente, o fluxo de caixa traz informações importantíssimas e precisa de um acompanhamento de caixa diário, feito pelo próprio proprietário ou por um funcionário designado para cumprir essa função.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com