TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Para Raios

Por:   •  10/5/2013  •  2.218 Palavras (9 Páginas)  •  365 Visualizações

Página 1 de 9

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo levar ao conhecimento de projetistas, engenheiros e outros

interessados no assunto, algumas orientacoes tecnicas e praticas sobre a implantacao de Sistemas de

Protecao Contra Descargas Atmosfericas, baseado em nossa larga experiencia de instalacao, fabricacao ,

projeto e consultoria tecnica. Foi usada uma linguagem acessivel para facilitar o entendimento de leigos e

pessoas com poucos conhecimentos na area eletrica.

As orientacoes aqui contidas foram embasadas nas Normas Tecnicas NBR5419 / 2001 .

Recomendamos que a norma seja lida, antes de se iniciar qualquer projeto.

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

A fim de se evitar falsas expectativas sobre o sistema de protecao, gostariamos de fazer os

seguintes esclarecimentos:

1 - A descarga eletrica atmosferica (raio) e um fenomeno da natureza absolutamente imprevisivel e

aleatorio, tanto em relacao as suas caracteristicas eletricas (intensidade de corrente, tempo de duracao,

etc ), como em relacao aos efeitos destruidores decorrentes de sua incidencia sobre as edificacoes.

2 - Nada em termos praticos pode ser feito para se impedir a "queda" de uma descarga em determinada

regiao. Nao existe "atracao" a longas distancias, sendo os sistemas prioritariamente receptores. Assim

sendo, as solucoes internacionalmente aplicadas buscam tao somente minimizar os efeitos destruidores a

partir da colocacao de pontos preferenciais de captacao e conducao segura da descarga para a terra.

3 - A implantacao e manutencao de sistemas de protecao (para-raios) e normalizada internacionalmente

pela IEC (International Eletrotecnical Comission) e em cada pais por entidades proprias como a ABNT

(Brasil), NFPA (Estados Unidos) e BSI (Inglaterra).

4 - Somente os projetos elaborados com base em disposicoes destas normas podem assegurar uma

instalacao dita eficiente e confiavel. Entretanto, esta eficiencia nunca atingira os 100 % estando, mesmo

estas instalacoes, sujeitas a falhas de protecao. As mais comuns sao a destruicao de pequenos trechos do

revestimento das fachadas de edificios ou de quinas da edificacao ou ainda de trechos de telhados.

5 - Nao e funcao do sistema de para-raios proteger equipamentos eletro-eletronicos (comando de

elevadores, interfones, portoes eletronicos, centrais telefonicas, subestacoes, etc ), pois mesmo uma

descarga captada e conduzida a terra com seguranca, produz forte interferencia eletromagnetica, capaz de

danificar estes equipamentos. Para sua protecao, devera ser contratado um projeto adicional, especifico

para instalacao de supressores de surto individuais (protetores de linha).

6 - Os sistemas implantados de acordo com a Norma , visam a protecao da estrutura das edificacoes

contra as descargas que a atinjam de forma direta, tendo a NBR-5419 da ABNT como norma basica.

7 - E de fundamental importancia que apos a instalacao haja uma manutencao periodica anual a fim de se

garantir a confiabilidade do sistema. Sao tambem recomendadas vistorias preventivas apos reformas que

possam alterar o sistema e toda vez que a edificacao for atingida por descarga direta.

HISTÓRICO

O raio e um fenomeno da natureza que desde os primordios vem intrigando o homem, tanto pelo

medo provocado pelo barulho, quanto pelos danos causados.

Para algumas civilizacoes primitivas o raio era uma dadiva dos deuses, pois com ele quase sempre

vem as chuvas e a abundancia na lavoura.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (15 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com