TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Política e vida diária: milhares e uma pessoa de poder

Artigo: Política e vida diária: milhares e uma pessoa de poder. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  15/4/2014  •  Artigo  •  354 Palavras (2 Páginas)  •  192 Visualizações

Página 1 de 2

Política e cotidiano: as mil e uma faces do poder

O autor aborda vários itens de grande importância para a sociedade, ele destaca muitos aspectos:

O descaso da sociedade em relação à política, fugindo as discussões políticas sob o cômodo pretexto de que “religião e política não se discutem”.

A política é um repertorio de golpes baixos em um jogo sujo de egoísmo de interesses particulares, de pessoas ricas que se beneficiam com o poder.

Paranhos chama atenção para que não deixasse na política por seus próprios interesses, mas sim que decidamos a tomar as rédeas da situação e despertemos em nos mesmos o direito de estarmos em seus lugares para que exerçamos nossa influência na política para alterar os rumos da situação.

O autor ainda cita alguns pensadores:

MAQUIAVEL; que nos ínsita a voltarmos no tempo e analisar que em pleno período feudal a igreja era a portadora máxima do poder político, econômico e social. Ele deveria ser.

MAX WEBER; Lembra que a política é um assunto muito amplo e para compreendermos melhor ele nos da um exemplo “a política de uma esposa prudente que busca orientar o marido”. Política segundo ele significa a participação no poder. Por outro lado, política é algo que esta presente no nosso dia a dia sempre que se manifestam relações de poder.

Felix Guattari; Ele ressalta que o inimigo não esta só no imperialismo dominante e que ele se encontra em nossos próprios aliados e em nos mesmos, chama a atenção para o desejo de produção da subjetividade capitalista.

Por fim ele conclui com uma pergunta:

“Ora, o poder político e a dominação ideológica não são ao mesmo tempo expressão e condição para a existência de determinadas relações sociais de produção?

Ou por outra , como separar nitidamente os campos do "econômico" e do "poder político" se estes se cruzam e se articulam de maneira indissociável? Por isso e muito mais , só nos resta para não sermos atropelados pela realidade , tentar analisar os acontecimentos sociais fora de modelos rígidos preestabelecidos . E , para tanto , um passo decisivo consiste em procurarmos romper os nós da camisa de força com que muitos vestiram a Ciência Política.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com