TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Projeto multidisciplinar III

Seminário: Projeto multidisciplinar III. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  11/9/2014  •  Seminário  •  486 Palavras (2 Páginas)  •  218 Visualizações

Página 1 de 2

Etapa 4: Projeto Multidisciplinar III

O grupo acredita que a melhor forma de avaliação é primeiramente com o diálogo e quando ela é feita em roda de conversa, os assuntos fluem naturalmente.

Segundo o site, Gestiopolis, todo professor que trabalha com a dinâmica em sala terá no final dos bimestres uma noção de ao longo do ano das melhores participações e quem se sobressaiu mais em sala. A avaliação é simplesmente uma formalidade escolar, sendo obrigatória nos currículos escolare Texto narrativo autobiográfico relatando as memórias escolares relacionadas a práticas artísticas, de artesanato, recreação ou outras atividades que contribuíram para o desenvolvimento de sua criatividade. Se possível, utilizar fotografias, imagens ou outras formas de linguagem que auxiliem na compreensão e ilustração de suas memórias.s.

Avaliar é atribuir mérito conforme o estudo de cada aluno. A avaliação é uma operação: descritiva e informativa. Ela é indispensável no espaço escolar. Pois assim o professor terá certeza qual aluno esta acompanhando-o, e qual esta perdido pelo caminho, e se o mestre esta longe de chegar em uma linha traçada por ele. A avaliação é importante não só para o aluno, mais também para o professor. Com os resultados da avaliação ele procura formas estratégicas para reforçar os alunos com dificuldades, assim no próximo bimestre eles possam ter um melhor desempenho.

Ainda segundo o site Gestiopolis, as avaliações usadas pelos professores podem ser: avaliação diagnóstica, formativa e somativa.

A avaliação vem atravessando por gerações, pelo menos a partir do século XX. São: mensuração, descritiva, julgamento e negociação.

• Mensuração: Era feito muitos testes e exames para verificar o rendimento escolar, a sua classificação do aluno que determinaria seu progresso.

• Descritiva: Avaliava o verdadeiro objetivo da avaliação em si. Nessa geração era preciso descrever o que daria sucesso ou dificultoso, o avaliador descrevia de forma padrões.

• Julgamento: Esta geração se preocupava mais com o julgamento. Não era preciso somente medir e descrever e sim julgar os objetivos de todas as dimensões.

• Negociação: A avaliação é um processo interativo, que se baseia num modelo construtivista.

Gadotti (1990) diz que a avaliação é essencial à educação, inerente e indissociável enquanto concebida como problematização, questionamento, reflexão, sobre a ação. A avaliação não pode deixar de existir, ela é a base para nos seres vivos, para nos socializarmos.

O grupo acredita também que a avaliação não é a única forma ideal de avaliação em sala de aula, também se pode avaliar com trabalhos em grupos, apresentados oralmente por cada participante da equipe; rodas de conversa através de um assunto polêmico ou de algum outro tipo de interesse da sala; atividade em grupo e onde o professor estrategicamente forma as duplas. A partir desses paradigmas o professor saberá avaliar não só através das provas, mas também por participação, por visão de mundo, por leitura. O desempenho dos alunos deve ser contado nestes momentos.

A avaliação da aprendizagem como processo construtivo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com