TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RESENHA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

Ensaios: RESENHA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  2/6/2014  •  440 Palavras (2 Páginas)  •  257 Visualizações

Página 1 de 2

RESUMO DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

A educação no Brasil foi marcada pelo movimento companhia de Jesus onde os jesuítas adotaram um sistema de ensino unicamente para catequizar, ensinar a doutrina cristã.

O movimento dos jesuítas se organizava de diferentes formas, para os índios existiam as missões onde eram catequizados, a escola de ler e escrever era destinada aos filhos de colonos e os nobres, que estudavam em colégios que adotavam o Ratio Studiorum que nada mais era um plano de ensino elaborada pelos jesuítas que apresentava normas e regras que regulamentavam o ensino ordenado, atividades e funções, métodos de avaliação, cargos existentes como de Reitor, Prefeito de estudos que supervisionavam o trabalho dos professores.

Muitas mudanças aconteceram até o fim do período da monarquia, mas sempre com a presença do coordenador escolar, atendendo as exigências pedagógicas de cada período da educação tradicional da rigorosa escola nova.

Essa nova corrente conhecida como movimento escalonovista que tinha como proposta uma educação ativa, o aluno passa a ser visto como sujeitos com necessidades e interesses, mas essa proposta pedagógica chegou á escolas particulares e apenas em algumas escolas publicas dos grandes centros.

A demanda de escolas e alunos crescia muito e com isso as necessidades de sem ter funções distintas, com isso em 1931 aconteceu a Reforma Francisco Campos que estabeleceu uma reforma e modernização ao ensino secundário brasileiro nos cursos de filosofia, ciências, letras e a implantação dos cursos técnicos para inspetores escolares que mais tarde são chamados supervisores escolares.

Na década de 60 o ensino superior sofre uma estruturação ditada pelo parecer nº 252/69 que propõe aos especialistas em educação habilidades de administrador, inspetor, supervisor e orientador.

Com a chegada do regimento militar àpartir de 1964 a política democrática foi substituída por uma política de cunho ditoral e centralizador dando apoio incondicional as escolas privadas vistas como empresas.

Com isso as Escolas Universitárias necessitavam mais uma vez de transformações, as escolas de letras, filosofia que eram os responsáveis pela formação de educadores foram extintas e a faculdade responsável pela educação agora era então o curso de Pedagogia que formava professores, inspetores e especialistas em planejamento, supervisão, que seriam reprodutores de um planejamento impostos pelo MEC.

Com o fim da ditadura a educação clamou por mudanças, pela necessidade da participação de professores na organização da escola, vários movimentos surgiram para reivindicar por uma escola de todos, com uma gestão democrática e qualidade de ensino, e o supervisor caracterizado pela produção de trabalho passou a não encaixar nesta nova proposta, então a figura deste profissional foi substituído pela figura do coordenador pedagógico que poderia ser um professor desde que tivesse nível de graduação em pedagogia ou pós graduação na área.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com