TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha A Arte Da Guerra

Por:   •  21/9/2014  •  1.332 Palavras (6 Páginas)  •  501 Visualizações

Página 1 de 6

Primeiro, para prever o desfecho de uma guerra, existem cinco coisa que devemos conhecer primeiro o caminho: citado com sinzu como método consiste em ter a confiança e passar confiança pra seu povo pra que eles te sigam, segundo tempo , atendo nas mudanças climáticas, terceiro o terreno significa a formação, a passagem e a adaptação das trompas, o quarto a liderança, a liderança deve conter sabedoria, sinceridade, humanismo, coragem e disciplina e por ultimo as regras, as regras significam organização, hierarquia aprovisionamento regular,

Na lei da guerra, você deve descartar aqueles que são mais fortes, e saber o potencial de cada pessoa e sua tropa, na guerra você deve enganar e surpreender o inimigo, confundir ele, ser mais experto.

Segundo. No meio de uma guerra, nunca pode deixar suas tropas sem auxílios, como mantimentos, pois isso pode ser um começo de uma rebelião entre eles, deve se evitar o uso desnecessário de armas e comidas, tente sempre roubar armas e alimentos do inimigo, assim aumento seu tempo de combate, tente tirar tudo do inimigo, trate bem seus prisioneiros, quantos mais aliados melhor.

Terceiro. A habilidade suprema da guerra não consiste em ganhar cem batalhas, mais sim em vencer o inimigo sem combater, e fundamental destruir os planos do inimigo e depois destrua sua aliança, enfim ataque suas tropas.

Existem três maneiras para que o governante leve o exercito ao desastre.

quando ele avança no momento de se retirar ou visse e versa, ignora assuntos militares, mais interferes na cadeia de comando dando incerteza nos seus oficias

Sunzi disse, conheça a si mesmo e ao inimigo e, em cem batalhas, você nunca correrá perigo.

Quarto. Invencível significa conhecer a si mesmo, e ser venerável significa conhecer o outro. Para vencer uma guerra tem que ter uma grande preparação, analisar suas tropas suas pra saber se ela fica na defesa e atacado quando for atacada, ou se e forte o suficiente pra ir pra cima do inimigo.

as regras da lei da guerra são cinco: as mensurações das coisas, avaliação, calculo comparação e vitória, aquele que vence leva seu povo junto pra guerra, tudo é questão de preparação.

Quinto governar e controlar muitos é o mesmo que poucos é uma questão de organização e formação, a desordem provem da ordem, a covardia surge da coragem, a debilidade nasce da força.

os que são hábeis na lei da guerra, fazem o inimigo se mover conforme eles querem, assim surpreendo- os assim a propensão pra vitória e grande, como as rochas que rolão do cume de uma montanha •.

Sexto

Os primeiros a chegar ao campo de batalha esperam o adversário, estão e posição vantajosa, os que chegam por ultimo e iniciam a batalha acabam esgotados, deve sempre provocar o inimigo, o deixando irritado, assim ele pode fazer coisas precipitadas, e você estar pronto pra contra-atacar, descubra a estratégia do inimigo, induza ele a mostrar sua formação de batalha, force ele a mostrar suas fraquezas e forças.

a perfeição de um exercito é quando ele parece não existem, quando ataca na hora certa sem dar algum sinal e sem nenhuma falha , deve ser ter varias estratégias de ataque, pra que, a cada batalha o inimigo seja surpreendido com o ataque surpresa.•.

Sétimo a lei da manobra consiste em dominar as distancias e transformar os problemas em vantagens, aquele que domina a regra da distancia e da proximidade vencera, aquele move sua tropa rápido demais, ganha de um lado e perde de outro, pois os soldados mais fortes chegam primeiro e os mais fracos ficam pra trás e chegam exaustos.

Utilize a ordem pra enfrentar a desordem, utilize a calma pra enfrentar os agitos, espere o inimigo que vem cansado, se ele fugir não corra atrás, não ataque suas tropas de elite e nem prove sua comida, não recue e tenha sempre um plano de saída

Oitavo: após a convocação de um general pelo seu governante, o general deve seguir algumas regras, não acabar em terreno baixo, faça aliados na fronteira, não fique em terreno ruim, planeje onde vai acampar, em quase de vida ou morte lute ate o final, alguns caminhos não devem ser percorridos , não atacar qualquer exercito, saqueie qualquer cidade e não disputar qualquer terreno.

seguindo essas regras básicas o general consegue empregar suas tropas, mais o general deve ficar sempre atento, não subestime o inimigo, sempre esteja pronta pra contra-atacar.

Nove.

Ao estacionar seu exercito frente ao inimigo, fique no alto, a favor da luz, analise o terreno, qualquer escolha errado do terreno por ocasionar a perda, não fique em meio de rio, pântanos, evite ficar longe das margens, pois será avistado com

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.1 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com