TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Do Filme: Erin Brockovich_ Uma Mulher De (consumidor Por Equiparação)

Por:   •  21/8/2013  •  360 Palavras (2 Páginas)  •  1.010 Visualizações

Página 1 de 2

RESENHA DO FILME: ERIN BROCKOVICH _ UMA MULHER DE TALENTO

Baseado em fatos reias, o fime se passa no EUA,e conta a história de uma mulher, Erin Brockovich, mãe de três filhos, que acaba indo trabalhar num escritório de advocacia, que pertece ao Sr. Masry, afim de saldar uma dívida com o mesmo.

A protagonista do filme, encontra no escritório, ser autos de um processo, e começa a investigar um incidente ocorrido numa cidadezinha chamada Rinquelem, onde uma empresa, a PG&E (pacifie gás e eletricidade), parece ter contamindo a água da cidade inteira, resultando numa série de doenças ao moredores que tivem contato com a água.

Dessa forma convence os moradores atingidos com o problema, a ingressarem com uma ação de indenização. Ela e o Sr. Masry, são contratados e dão início as negociações com a empresa PG&E, que nega a autoria do ocorrido.

Levando o aludido caso para o campo do direito e dentro do ordenamento jurídico brasileiro, especificamente cosumerista, aponta-se para a responsabilidade objetiva da empresa que causou o dano. Não é necessário que seja provado a culpa desta, bastando apenas que a empresa exerça uma atividade que resulte algum tipo de risco a sociedade, como no caso em tela.

Voltando ao fime, Erin coletou várias amostras de água, e também pequenos insetos mortos dentro dela, e levou para análise. Ficou comprovado que o anti corrosivo usado pela PG&E foi o que causou a poluição, fazendo que diversas pessoas que usavam aquela água, adoecesse.

Em algumas cituações o CDC previu ainda nos artigo 2°, § unico, e art. 17 e 29, o consumidor por equiparação. È uma forma mais ampla e protetora, afim de alcançar não só aquele cosumidor que se destinou o produto ou serviço, mas todos atingidos pelo dano provocado. È correto o uso deste argumento contra a emrpesa que porvocou a poluição, dento do nosso ordenamento jurídico.

A PG&E teve que pagar a cada família, uma indenização de cinco milhões de dolares a cada uma, somando uma quantia total de trezentos e trinta e três milhões de dolares para todas as vítimas. Até aquelas que perderam seus entes em razão de doenças provocadas com consuma daquela água, foram indenizadas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com