TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Rubem Alves

Por:   •  23/5/2013  •  272 Palavras (2 Páginas)  •  519 Visualizações

Página 1 de 2

CIÊNCIA, COISA BOA?

"Na ciência, a gente conhece por conhecer, sem que a experiência de conhecimento ofereça qualquer tipo de prazer."

O conhecimento está ligado cada dia mais a assuntos, mecardologicos e comportamentais. Uma vez que você tem em suas mãos papeis suficientes para comprovar esta suposta "experiência", você está no mercado, por outro lado, se você tem "fluência" e consegue se dar bem limguisticamente(usando de vocabulário culto pré-ditado por um grupo pouco conhecido), você vai se dar bem em qualquer lugar social, e ser ouvido sem que as pessoas duvidem daquilo que você diz, ou defende. Existe pessoas que dizem que: - Experiência se tem de varias formas, com estudo, observando um bom feitor, ou praticando com eficiência aquilo que se aprendeu. Determinancias e fins, são de ordem cientifica, acho que por isso, nós pessoas, deixamos passar despercebidos esse tipo júbilo? por não gostarmos muito de fims? Mas o tempo inteiro da vida tentamos determinar pra que, porque, e que determinancia tem o outro e as coisas, isso e ciência. Colocamos regras e formas para tudo, desde muito pequeninos. - não precisa nem dizer que isso também e ciência.

O prazer da ciência, está ligado, a valores da criação social e familiar, que nós moldam a gostar mais disso, ou da quilo, ser assim, assado, e as vezes nem se quer permite que a gente possa versar sobre diversos campos, antes de sermos levados para outro espectro.

Sérgio Alves Peixoto já disse em sua poesia, que " sob meus pés o tempo tece o gesto", e complemento que com estes mesmos pés no chão, a gente se conhece!

Impulso referencial:

Texto: Ciência, coisa boa. Rubem Alves

...

Baixar como (para membros premium)  txt (1.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com