TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A POLÍTICA E PLANEJAMENTO EDUCACIONAL

Por:   •  24/1/2019  •  Resenha  •  750 Palavras (3 Páginas)  •  31 Visualizações

Página 1 de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO[pic 1]

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA-NEAD

LICENCIATURA EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

PÓLO SANTA INÊS

POLÍTICA E PLANEJAMENTO EDUCACIONAL

 

 

 (Acadêmico do Curso de Licenciatura em Computação)

Zé Doca- MA

2018

[pic 2]

ANTONIO GLEISON LIMA NASCIMENTO

Trabalho apresentado à disciplina Política a Planejamento Educacional, ministrada pelo Prof. Nestor Almeida da Silva

Zé Doca- MA

2018

RESENHA CRÍTICA

Uma análise crítica é o que se apresenta a seguir, cujo o texto fonte foram do  capítulo I a II do Ebook “Política e Legislação Educacional”, das autoras Iva Souza da Silva e Maria do Socorro Estrela Paixão .

As partes analisadas vão desde dos estudos de Política e da legislação educacional brasileiras compreende as relação educação ,estado e sociedade na unidade I a Políticas educacionais na unidade 2.

Na unidade I as autoras tratam mais de um contexto histórico onde vieram as necessidades de se ter esse olhar mais dedicado a educação, quais os motivos que trouxeram a exigências da interferência das políticas públicas na educação.

Nessa primeira unidade traz uma explicação ,o que trouxe esse pensamento da criação das legislações. Tudo isso parte de um  pensado no contexto histórico, filosófica, nas lutas da classes ,da resistência que a baixa classe teve em toda essa luta por direitos e igualdade na educação.

As autoras enfatizam que para entender todo esse processo é necessário resgatar as particularidades da política educacional numa linha do tempo mais ampla, o que quer dizer observar as estruturas de poder e dominação, os conflitos que ocorrem na sociedade e reconhecimento do estado como o principal meio de dominação e gestor do controle.

Outro aspecto bem destacado e que as políticas públicas que são planejadas e implantadas são aprovadas e desaprovadas de acordo com o rumo que a sociedade ou mais precisamente o fator mercado trilha, tudo depende da demanda do mercado internacional ou nacional.

E o pensamento mais importante que as autoras trazem é a pergunta : e a final qual a posição do Estado frente as contradições sociais enquanto definidor das políticas públicas voltadas para educação? Será que o estado sofre algum tipo de influencia, seja ela do tempo ,seja de viés ideológico ,mercado ou organismo internacionais ou será que o Estado é neutro quanto o planejamento de políticas públicas ,ou se baseia no índices qualitativos e quantitativos da educação?

Ao analisarmos todo o processo histórico do nosso país percebemos que existem uma série de fatores que colaboram com todo o processo de criação e  implantação das políticas públicas , em cada período da história houve fatores que se sobrepuseram a outros, desde de lutas de classes, exigência do mercado, estatística, crises econômicas e incides de crescimento e declínio da média de avaliações.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.1 Kb)   pdf (79.8 Kb)   docx (13.9 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com