TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Perfil Pedagogico do Assistente Social

Por:   •  25/11/2015  •  Trabalho acadêmico  •  2.088 Palavras (9 Páginas)  •  131 Visualizações

Página 1 de 9

[pic 1]

CAMPUS SERTÃOZINHO/SP

CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

Meiry Terezinha Trindade Gusmão Madureira

RA: 9744429156

DISCIPLINAS NORTEADORAS: FUNDAMENTOS HISTÓRICOS TEORICOS METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL III, ÉTICA PROFISSIONAL E DIREITOS HUMANOS.

Polo: Sertãozinho/SP

NOVEMBRO/2015

[pic 2]

Meiry Terezinha Trindade Gusmão Madureira

RA: 9744429156

DISCIPLINAS NORTEADORAS: FUNDAMENTOS HISTÓRICOS TEORICOS METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL III, ÉTICA PROFISSIONAL E DIREITOS HUMANOS.

Trabalho apresentado ao Curso de Serviço Social do Centro de Educação a Distância – CEAD da Universidade Anhanguera UNIDERP, como requisito parcial para obtenção de nota nas disciplinas de FHTMSS III, Ética Profissional e Direitos Humanos.

Tutora EaD: Mariselma Maidana

Polo: Sertãozinho/SP

NOVEMBRO/2015

SUMÁRIO

  1. INTRODUÇÃO................................................................................................. 4
  2. DESENVOLVIMENTO.......................................................................5,6,7,8 e 9
  3. RELATÓRIO  FINAL ......................................................................................10
  4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.............................................................. 11

Introdução

Este trabalho tem como objetivo a construção de uma mudança de mentalidade em usuários de entidades que atendem pessoas em situações referentes a questões sociais com relação ao perfil pedagógico do profissional do Serviço Social.

Serão realizados encontros com temas voltados ao atendimento do CRAS, e relacionados a Política de Assistência Social, e através destes encontros acontecerão discussões a cerca da resolução de alguns problemas, como o atendimento ao usuário desde mesmo CRAS.

Deve-se também ser discutido sobre o adequado perfil pedagógico do Assistente Social, através do entendimento de mudanças históricas no processo de mudanças e lutas da profissão.

Será demonstrado através de um plano de estudos elaborado por uma equipe de profissionais que atendem este CRAS, e assim chegará a um Projeto de Intervenção Profissional com propostas pautadas no Código de Ética do Assistente Social.

Para finalizar será realizado o Relatório Final com todas as informações do trabalho realizado.

Desenvolvimento

Passo 1

Mapeamento de palavras relacionadas à Política de Assistência Social que garantem os direitos aos usuários da assistência social que conseguem atender a demanda da usuária Dona Florinda.

CREAS – CENTRO DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO ASSISTÊNCIA SOCIAL

CRAS – CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

 PAIF – SERVIÇO DE PROTEÇÃO E ATENDIMENTO A FAMÍLIA

BPC – BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA

BENEFÍCIOS EVENTUAIS

        

Passo 2

ENCONTROS

Encontro 1 – Compreender o perfil do profissional inicial, o porquê da não mudança de mentalidade dos usuários.

Encontro 2 – Compreender melhor sobre a Política Nacional de Assistência Social.

Encontro 3 – Estudar formas de orientações para melhor entendimento na destinação dos direitos referentes às políticas públicas.

Encontro 4 – Discutir maneiras de passar informações para que os usuários possam entender melhor o perfil do profissional do Serviço Social.

Encontro 5 – Atendimento aos usuários dentro do Código de Ética da Assistência Social.  

O principio do código de ética que mais chamou a atenção foi o referente ao encontro 3 e encontro 5. Pois no encontro 3, que seria um estudo sobre como são realizados os passos para destinação das políticas públicas aos usuários das mesmas. Isso requer além de conhecimento de atuação do verdadeiro perfil pedagógico do profissional da Assistência Social, um conhecimento e convivência com essas famílias, necessárias para vivenciar e conhecer as suas necessidades e assim encaminhá-las para o melhor  caminho com relação aos seus direitos.

Já o encontro 5, discutiu-se sobre o correto atendimento dentro da ética profissional. Consideramos um tema importante de ser abordado, visto ser uma profissão envolvida com políticas públicas. Citamos abaixo uma fala de Cortella:

“nem tudo que quero eu posso; nem tudo que eu posso eu devo; e nem tudo que eu devo eu quero. Você tem paz de espírito quando aquilo que você quer é ao mesmo tempo o que você pode e o que você deve.” Mário Sérgio Cortella

Qualquer projeto profissional, embasado no código de ética mostra uma imagem do profissional, e seus valores que legitimam socialmente e priorizam seus objetivos e funções.

Principais ideias discutidas nos encontros

No encontro 1, consideramos necessário este tema, devido a situação apresentada e a total surpresa da Assistente Social Karoline, e a intenção dos profissionais de minimizar, principalmente no CRAS as práticas conhecidas como práticas assistencialistas,  pois normalmente ao procurarem o CRAS é sempre no intuito de pedir alimentos, remédios, roupas, etc.

Foram discutidas algumas ideias para que sejam realizadas, principalmente com usuários mais frequentes, antes ou após os atendimentos, de acordo com as urgências das situações problemas. É necessário formas de informações e explicações sobre o conceito do perfil do profissional da Assistência Social, de forma simples e de fácil entendimento. É necessário que a cultura do pensamento das pessoas atendidas mude aos poucos, e assim seja suprido ou pelo menos diminua este estereotipo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (15 Kb)   pdf (176 Kb)   docx (199.8 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com