TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Proposta de Trabalho - Pesquisa sobre Revenge Porn

Por:   •  13/3/2019  •  Pesquisas Acadêmicas  •  1.080 Palavras (5 Páginas)  •  10 Visualizações

Página 1 de 5

Para escolher satisfatoriamente o objeto de estudo de um trabalho cujo tema é "Formas audiovisuais da escrita de si: espetáculo e experimentação", devemos ter em mente o conceito de autobiografias, que são autorrepresentações, as quais o autor (que é também personagem e narrador) faz com o intuito de mostrar a terceiros. Contudo, a abrangência de compartilhamento de videos que a internet possibilita torna obscura a amplitude do público que esse conteúdo pode atingir.

Uma inesperada forma de utilização desses smartphones, que vem crescendo de forma exponencial, são o compartilhamento dos vídeos pornôs caseiros. Como se tornou muito simples compartilhar vídeos e fotos por toda a rede, essas “produções” alcançam proporcões incríveis em uma fração de segundos, tornando exacerbadamente pública uma situação muito íntima da vida privada da garota ou do casal.

É interessante observar é que o registro de cenas pessoais entre casais não se trata de nenhuma prática nova. Um dos primeiros processos de revelação fotográfica, o calótipo, de William Fox Talbot, foi inventado especificamente para que ele pudesse fotografar a esposa. Talvez não em situações tão íntimas. Mas quem estava lá para comprovar? O que é certo é que talvez só não tenhamos ficado sabendo de fotografias comprometedoras da Sra. Talbot, porque o compartilhamento ainda não era possível.

Explicaremos, então, a linha de raciocínio que tivemos ao escolher como objeto específico para estudo um subgênero do pornô. Pela vasta extensão de exemplares e variação típica interna a esse gênero, foi necessário fazer um recorte mais específico. Para isso, dividimos o gênero em algumas categorias.

À primeira vista, temos dois grupos principais: as produções profissionais e as produções amadoras. Obviamente, as produções profissionais não nos interessam, pois não são uma prática de escrita íntima que é posteriormente publicizada. Desde o início já há um interesse comercial que guia toda a equipe de produção a extrair determinadas performances dos atores, voltadas completamente para o consumo do grande público e que, por melhor que seja a atuação, são dirigidas.

Dentro das produções amadoras, temos ainda outras subdivisões. Há um grupo em que há, de alguma forma, um interesse financeiro envolvido, seja na exposição ou no próprio ato sexual. As produções amadoras que tem um interesse financeiro que parte da exposição são chamadas de Live Cam. Se trata de salas de bate-papo em que o host (seja casal ou indivíduo) deixa a webcam do seu computador ligada. Essas salas funcionam como shows virtuais em que os espectadores pagam uma moeda virtual para terem seus pedidos (que vão de exibir partes do corpo ao ato sexual em posições específicas). Já as produções amadoras com interesse financeiro no ato sexual em si são simplesmente a gravação de programas com prostitutas, seja para recordação do cliente ou auto-avaliação da profissional.

Igualmente dentro das produções amadoras, há o grupo das que não tem interesse financeiro algum. Novamente, dividiremos esse grupo em dois menores: as públicas e as particulares. As produções amadoras sem interesse financeiro, mas que já nascem com o intuito de serem publicizadas, são, normalmente, fotos ou vídeos de pessoas com o intuito de se promover. Também são destinadas ao grande público e, na maioria das vezes são feitas por pessoas envolvidas nas produções profissionais (atores e atrizes pornô já em atividade), e costumam ser veiculadas em sites particulares ou mesmo em perfis - também particulares - do Snapchat (rede social de compartilhamento de fotos e vídeos que são automaticamente deletados depois de visualizados).

Paralelamente às públicas, estão as produções amadoras sem interesse financeiro, que são particulares. Nesse grupo, temos as obras que são criadas para contemplação futura dos envolvidos ou por qualquer interesse pessoal. É nesse último grupo que nós estamos interessados.

É importante salientar que, infelizmente, em quase todas as categorias, temos um número grande de produções feitas sem o consentimento, ou mesmo o conhecimento dos envolvidos, o que configura uma invasão de privacidade imensurável. Esse tipo de produção, obviamente, não nos serviria, já que o tema central é "formas audiovisuais da escrita de si". Ele se encaixaria, talvez, em uma forma de escrita do outro.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.1 Kb)   pdf (94.7 Kb)   docx (22.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com