TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

DELIMITAÇÃO DO TEMA: ÁREA DE CONCENTRAÇÃO E JUSTIFICATIVA

Por:   •  30/10/2018  •  Projeto de pesquisa  •  1.351 Palavras (6 Páginas)  •  74 Visualizações

Página 1 de 6

[pic 1]

SUMÁRIO[pic 2]

1 PARTE I: PESQUISA

 

1.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA: ÁREA DE CONCENTRAÇÃO E JUSTIFICATIVA        03

1.2 OBJETIVOS        03

1.3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA         03

2 PARTE  II:   PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO

2.1 METODOLOGIA         04

2.2 CRONOGRAMA         05

REFERÊNCIAS         05

ANEXOS /APÊNDICE         06


1 PARTE I: PESQUISA

1.1 TEMA: DIFICULDADES NO ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA

O inglês é o principal idioma utilizado para comunicação de diversos países, e é a porta de entrada para uma oportunidade de emprego no exterior. Diante disso, o inglês como disciplina de língua estrangeira obrigatória, aponta para questionamentos quanto ao ensino nas escolas de idiomas e escolas públicas. O ensino de língua inglesa tem sido um desafio para docentes na realização de aulas e implementação de métodos que sejam eficazes no aprendizado dos educandos. Professores e alunos tem enfrentado diversas dificuldades quanto ao ensino e aprendizagem de língua inglesa, isso acontece nos objetivos básicos a serem alcançados, na aquisição do idioma isso é cada vez mais complicado.

1.2 OBJETIVO

Identificar dificuldades que influenciam no processo de aprendizagem e dificuldades enfrentadas pelos professores para o ensino de inglês.

- Diagnosticar problemas existentes na instituição;

- Verificar a eficácia no ensino de inglês;

- Apresentar resultados obtidos na solução de problemas existentes nas aulas de inglês

  1. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O ensino de língua inglesa tem se tornado uma difícil tarefa para professores e profissionais da educação quando se leva em consideração as dificuldades existentes nas escolas. Segundo Vilaça (2010) ensinar é uma função que exige um conjunto de habilidades, competências e saberes, que assim pode ser complicado desempenhar esse compromisso. Ainda salienta sobre a importância da sensibilidade, como forma de contribuição para que haja interação entre aluno e professor, mas também, e mais importante para que possa haver a identificação de dificuldades, desejos e percepções dos alunos.  

Muitas impossibilidades advêm dos alunos, a falta de concentração, a falta de interesse tem contribuído para o fracasso no ensino de inglês, os impedimentos surgem dentro do próprio conceito que o aluno tem para com a disciplina a respeito de sua dificuldade no aprendizado. Porém isso pode surgir da própria falta de interesse da gestão da escola e da sociedade que este está inserido em valorizar o inglês como disciplina importante, ou seja, podemos considerar a ideia que o aluno possui sua percepção negativa por que esta vem de fora para dentro e não de dentro para fora:

(…) o aluno não se exclui por vontade própria. Quando diz “eu odeio inglês” pode dar a impressão de que esse dizer foi construído de dentro para fora, quando na realidade foi construído da sociedade para o sujeito, de fora para dentro. A auto‐exclusão não parte do sujeito; é induzida pela sociedade. O que o sistema normalmente faz, para amenizar o impacto da exclusão, é dar ao sujeito a ilusão de que sua opção para não pertencer a uma determinada comunidade partiu de sua própria vontade. (Leffa 2007).

A desvalorização da disciplina tem somado para possíveis problemas nas instituições, os professores expressam que há falta de motivação por parte de todos em relação ao inglês.

Os professores sentem que o inglês sofre preconceito por parte dos alunos e até da própria escola, que não reconhecem a importância da disciplina, priorizando outras em seu detrimento. Na percepção dos professores, seu trabalho é desvalorizado e distante da realidade dos alunos. Tais percepções também encontraram variações regionais: no Sul, os professores afirmam sentir que os alunos não consideram o inglês relevante, enquanto no Norte a percepção dos docentes é que o idioma é distante da realidade dos estudantes. (O Ensino de Inglês na Educação Pública Brasileira, 2015, p.33)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.1 Kb)   pdf (157.1 Kb)   docx (20 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com