TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Sociolinguistica no ensino do Português

Por:   •  17/9/2017  •  Trabalho acadêmico  •  479 Palavras (2 Páginas)  •  74 Visualizações

Página 1 de 2

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA

INSTITUTO DE LETRAS

DISCIPLINA: Sociolinguística

Prof.: Wallace Barboza

Aluno: Jefferson da Silva Samagaio

SOCIOLINGUISTICA NO ENSINO DO PORTUGUES BRASILEIRO?

        Trabalhar o ensino de língua nas salas de aulas da atualidade, requer uma peripécia que vai além do "abrir a gramática na página X". Deixe-me apresentar como fui introduzido e aprofundado à aprendizagem da Língua Portuguesa.

        Quando passei pelo 2º ciclo do ensino fundamental e me preparava para ingressar no ensino médio (antigo 2º grau), lá pelos idos de 1984, existia uma forte tendência em separar essa aprendizagem. Lembro-me perfeitamente que existiam dois professores ministrando as aulas de língua portuguesa, assim denominados: professor X, de Língua Portuguesa e professor Z, de Comunicação e Expressão.

        Enquanto o primeiro mestre era sisudo, esforçando-se em ensinar todas as palavras da Gramática (Normativa), explanando aquelas regras e limites para uso, o segundo era totalmente "light", trabalhando textos e explorando o contexto social daquela leitura e suas variações linguísticas.

        Essa duplicidade no ensino da língua já expressava um movimento diferente de quando minha mãe foi introduzida aos mesmos ensinamentos (por volta de 1955), pois com a apresentação da Teoria da Variação (Weinreich, Labov e Herzog, 1968), a prática de ensino de uma língua, com uma estrutura homogênea começou a desabar. "Labov (1972) demonstrou que a língua não constitui um sistema coerente e racional, mas um sistema marcado por variações linguísticas relacionadas com o social, ou seja, um sistema heterogêneo" (apud REIS, MACHADO e BARBOSA, 2011).

        A sustentação de que a língua é um sistema heterogêneo é um pouco mais antiga. Meillet (1921), lançou as bases dos estudos das mudanças linguísticas, a partir da observação da mudança social. Assim," Labov considera a língua como um marcado de alterações relacionadas à sociedade, e sendo um fato social, considerá-la heterogênea é a melhor maneira de estudá-la e de conseguir mostrar as covariações das formas linguísticas dentro de uma comunidade" (apud REIS, MACHADO e BARBOSA, 2011).

        A Sociolingüística auxilia o trabalho da escola em apresentar aos educandos a norma culta da língua, acrescentando aos conhecimentos de língua materna sem segregação lingüística, mostrando uma outra forma de utilização da língua e acrescentando graus de formalidade, circunstância ou estilo.

        Atualmente, o PCN afirma que o estudo da variação cumpre papel importante na formação da consciência linguística e no desenvolvimento da competência discursiva do aluno, participando sistematicamente nas atividades do ensino de Língua Portuguesa.

        Acredito que os estudos de base Sociolinguística contribuíram com a possibilidade de tratar a língua como um marco da compreensão da configuração social das comunidades e influenciar o ensino da língua materna.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com