TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A metodologia de ensino da escola municipal Сlemencia Аlves Dias

Artigo: A metodologia de ensino da escola municipal Сlemencia Аlves Dias. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  24/10/2014  •  Artigo  •  1.093 Palavras (5 Páginas)  •  226 Visualizações

Página 1 de 5

Esta Proposta Pedagógica tem como objetivo principal nortear o processo educativo que influencia decisivamente o processo de ensino-aprendizagem da criança pequena enquanto SER único através da integração de seus aspectos físicos, emocionais, afetivos, cognitivos e sociais. Sendo a educação um fenômeno social, esta se subordina à estrutura e a dinâmica das relações entre classes sociais, sejam elas na escola ou na sociedade ao qual o indivíduo faz parte. Assim, levando-se em conta a realidade educacional em que estamos inseridos aESCOLA MUNICIPAL CLEMÊNCIA ALVES DIAS elaborou sua primeira Proposta Pedagógica em sintonia com a LDB de 1996 que afirma: o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade. (LDB/96, capítulo II, artigo 29) juntamente com o Referencial Curricular Nacional Para a Educação Infantil (RECNEI), e o Estatuto da Criança e do Adolescente.

A metodologia de ensino da ESCOLA MUNICIPAL CLEMENCIA ALVES DIAStem como objetivo levar a criança a explorar e descobrir todas as possibilidades do seu corpo, das relações sociais e interpessoais e do espaço, e através disso, desenvolver a sua capacidade de observar, descobrir e pensar. As atividades são programadas buscando inserir o conteúdo a ser trabalhado dentro do objetivo a ser alcançado pela escola.

A ESCOLA MUNICIPAL CLEMENCIA LAVES DIAS adota a metodologia pedagógica sócio construtivista para o trabalho com os alunos de Educação Infantil.

Nosso processo busca a integração da criança através do desenvolvimento dos aspectos biológicos, psicológicos intelectuais e socioculturais, preparando-as para a continuidade do processo educacional, em termos de Ensino Fundamental.

Considerando a Lei de Diretrizes e Bases - 9394/96 - e o Estatuto da Criança e do Adolescente, a escola se propõe a um trabalho baseado nas diferenças individuais e na consideração das peculiaridades das crianças na faixa etária atendida pela Educação Infantil.

Embora as crianças desenvolvam suas capacidades de maneira heterogênea, a educação tem por função criar condições para o desenvolvimento integral de todas as crianças, considerando, também, as possibilidades de aprendizagem que apresentam nas diferentes faixas etárias através de uma atuação que propicia o desenvolvimento de capacidades envolvendo aquelas de ordem física, afetiva, cognitiva, ética, estética, de relação interpessoal e inserção social.

A definição dos objetivos em termos de capacidades - e não de comportamentos - visa ampliar a possibilidade de concretização das intenções educativas, uma vez que as capacidades se expressam por meio de diversos comportamentos as aprendizagens que convergem para ela podem ser de naturezas diversas. Ao estabelecer objetivos nesses termos, o professor amplia suas possibilidades de atendimento à diversidade apresentada pelas crianças, podendo considerar diferentes habilidades, interesses e maneiras de aprender no desenvolvimento de cada capacidade.

Respeito à diversidade dos alunos é parte integrante da nossa proposta. Para que seja incorporada pelas crianças, a atitude de aceitação do outro em suas diferenças e particularidades precisa estar presente nos atos e atitudes dos adultos com os quais convivem na instituição. Começando pelas diferenças de temperamento, de habilidades e de conhecimentos, até as diferenças de gênero, de etnia e de credo religioso, o respeito a essa diversidade deve permear as relações cotidianas.

É tarefa primordial da escola a difusão de conteúdos. Não conteúdos abstratos, mas vivos e concretos, portanto, indissociáveis da realidade social.Um ensino que segue a linha: diálogo - ação - compreensão - participação baseada em relações diretas da experiência do aluno, o que se presta aos interesses sociais, já que a própria unidade escolar pode contribuir para eliminar a seletividade social e torná-la democrática.

Entendida nesse sentido, a educação é uma das mediações pela qual o aluno, pela intervenção do professor e por sua própria participação ativa, passa de uma experiência inicialmente confusa e fragmentada, a uma visão organizada e bem articulada.

Em síntese, a atuação da escola consiste na preparação do aluno para o mundo adulto e suas contradições, fornecendo-lhe um instrumental por meio da aquisição de conteúdo e da socialização, para uma participação organizada e ativa da democratização da sociedade.

Se o objetivo da escola é privilegiar a aquisição do saber, e de um saber vinculado à realidade social, é preciso que os métodos favoreçam a correspondência dos conteúdos com os interesses dos alunos e que estes possam reconhecer nos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.6 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com