TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ANÁLISE DOS RESULTADOS DE DESEMPENHO DOS ALUNOS NA AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA PROVA BRASIL (2013) – 5º ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Por:   •  17/4/2017  •  Trabalho acadêmico  •  936 Palavras (4 Páginas)  •  646 Visualizações

Página 1 de 4

UNIVERSIDADE ANHANGUERA

DISCPLINAS NORTEADORAS:

 História da Educação e da Pedagogia, Didática da Alfabetização e do Letramento, Aprendizagem e Desenvolvimento Social da Criança, Introdução à Educação Virtual e Direitos Humanos.

ANÁLISE DOS RESULTADOS DE DESEMPENHO DOS ALUNOS NA AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA PROVA BRASIL (2013) – 5º ANO ENSINO FUNDAMENTAL

SP

2016


INTRODUÇÃO

Nos dias atuais a educação brasileira exige cada vez mais de seus responsáveis novas estratégias para fornecer ensino de qualidade para as crianças, o que exige dos educadores diversas ideias e práticas pedagógicas, buscando a melhoria da relação entre o aprendizado e os alunos.

Desta forma as avaliações diagnósticas são cada vez mais importantes para as escolas, investigando mais e mais informações sobre as atuais habilidades dos estudantes. E é através dessas provas que é possível obter melhores resultados para que os educadores possam desenvolver a capacidade de cada aluno por completo com toda qualidade que os aprendizes têm direito.

Para auxiliar no desempenho da educação brasileira a Prova Brasil, avaliação diagnóstica que busca oferecer informações sobre a capacidade dos alunos em turmas compostas por mais de 20 alunos. A avaliação diagnóstica foi criada em 2005 para complementar a avaliação proposta pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica, e desde então é realizada a cada dois anos pelo Ministério da Educação. 

Para os anos iniciais, foi criado em 2008 a Provinha Brasil, das turmas de 2º ano/5º ano do ensino fundamental, época na qual possibilita corrigir trajetos e permite que se possa ajudar a traçar rotas alternativas para a aprendizagem.

Por intermédio desta avaliação é possível pesquisar quais são os conhecimentos atuais que possuem sobre leitura, escrita e cálculos ainda nas séries iniciais, contribuindo com a escola para estabelecer novas metas, focando no desenvolvimento educacional das crianças.

Para avaliar a fundo o que é e para que serve estas avaliações, a instituição selecionada para pesquisa de resultados é uma escola do interior de São Paulo. A instituição a qual me refiro é uma escola Municipal de ensino fundamental.

Analisando os resultados obtidos pela aplicação da prova no ano de 2013 sua classificatória em nível socioeconômico compõe o Grupo 5, o que indica que através do questionário socioeconômico os alunos indicaram que possuem acesso a grande quantidade de informações, apontando de modo geral que em sua residência há um quantitativo de bens elementares, assim como bens suplementares e também bens complementares e através deste mesmo questionário especificaram que a renda familiar está entre 5 e 7 salários mínimos e que inclusive seus responsáveis completaram o ensino médio.

Afim de notar semelhanças entre as médias das escolas municipais de todo o Brasil, é possível verificar que a escola ultrapassa a médias das demais escolas do país e até mesmo pode-se comparar com o nível de porcentagem das escolas de todo o Brasil sendo municipais ou estaduais, destacando-se tanto em língua portuguesa quanto em matemática.

Na edição de 2013 em língua portuguesa, os aprendizes se mantém no 3º nível, com 22,46% dos estudantes, e a partir deste nível já é possível para a criança ter ideia de como identificar assuntos, formas de representação, efeitos de humor em piadas, reconhecer sentido de expressão e opiniões em reportagens, contos e poemas. É recomendável tomar novas abordagens, desde que o rendimento de escolas similares é menor, contendo menos estudantes neste nível.

São poucos os alunos que atingiram o nível 6 em português, desde que em escolas parecidas o percentual ultrapassa o 5,80% que é o atual estágio que a instituição se encontra, enquanto que em demais escolas a média entre elas é de cerca de 7,69% dos alunos. Vale lembrar que não houveram aprendizes que atingiram níveis de 7 a 9, enquanto em sistemas semelhantes existem percentual nestas categorias se contrapondo os resultados em todo o Brasil.

Verificando os níveis de matemática, se sobressai os resultados de alunos que atingiram o nível 9, demonstra a bom aproveitamento das aulas, porém, novas intervenções são desejáveis neste ponto, visto que em escolas similares contém uma grande porcentagem de alunos neste mesmo nível.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.9 Kb)   pdf (107.9 Kb)   docx (12 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com