TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Atividade de Prática Supervisionada (ATPS) da Disciplina

Por:   •  7/9/2015  •  Trabalho acadêmico  •  3.183 Palavras (13 Páginas)  •  208 Visualizações

Página 1 de 13

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Série: 6º Semestre

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

SÃO PAULO/SP- MARTE

2015

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Série: 6º Semestre

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Atividade de Prática Supervisionada (ATPS) da disciplina: Educação Inclusiva do Curso de Pedagogia da Universidade Anhanguera – UNIDERP. Apresentado como requisito parcial de avaliação sob a orientação das tutoras: a distância: Maria Cláudia Tiveron Leme da Costa e presencial:Ana Cristina Souza

SÃO PAULO/SP-Marte

2015

SUMÁRIO

Introdução ............................................................................................................................... 4

Etapa1

O que é Inclusão? .................................................................................................................. 5

Quais as principais características de uma escola inclusiva? .............................................. 5

Etapa 2

Análise reflexiva sobre charge, músicas e vídeo ................................................................. 6

Etapa 3

Formação de professores em relação às práticas inclusivas ............................................... 7

Etapa 4

Texto Reflexivo .................................................................................................................. 9

Imagens e textos que expressam a “Educação Especial” ................................................. 10

Consideração final ................................................................................................................ 14

Referência bibliográfica ....................................................................................................... 15

INTRODUÇÃO

Ao longo dos séculos, as sociedades sofreram uma série de mudanças no que diz respeito às pessoas portadoras de deficiência.

O assunto vai desde as seleções biológicas de Espartanos que eliminavam as crianças com deficiência ou má formação – passando pelo conformismo piedoso do Cristianismo até a segregação e a marginalização peradas pelos “exorcistas” e “esconjuradores” da Idade Média. No século XVIII(1890), Locke trouxe uma nova esperança ao dizer que a criança precisa ser estimulada desde a mais tenra idade e deve ser levada a vivenciar as diversas situações do seu cotidiano.

No século XIX(1800) Itard e suas experiências demonstraram que as pessoas com deficiência podem e são capazes de aprender, tempos depois juntamente com seu discípulo Seguin, desenvolveram meios educacionais nascendo assim a pedagogia para portadores de deficiência, assim seguindo por varias fundações de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (20.7 Kb)   pdf (75.4 Kb)   docx (23.7 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com