TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Lúdico Jogos Brinquedos e Brincadeiras

Por:   •  16/6/2015  •  Trabalho acadêmico  •  1.556 Palavras (7 Páginas)  •  335 Visualizações

Página 1 de 7

SUMÁRIO

1 PARTE I: PESQUISA         02

1.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA: AS DIFICULDADES DE AQUISIÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA NO PRIMEIRO CICLO DA ALFABETIZAÇÃO        02

1.2 OBJETIVOS        02

1.3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA        03

2 PARTE II: PROCEDIMENTOS DO ESTÁGIO         04

2.1 METODOLOGIA        04

2.2 CRONOGRAMA        05

2.3 REFERÊNCIAS        05

2.4 ANEXOS        05/06

2.5 APÊNDICE...................................................................................................................07

1. PARTE I: PESQUISA

1.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA: AS DIFICULDADES DE AQUISIÇÃO DE LEITURA E ESCRITA NO PRIMEIRO CICLO DA ALFABETIZAÇÃO

As dificuldades de aprendizagem relacionadas à escrita e leitura é um desafio em nosso país, pois estamos acostumados a considerar a aprendizagem escolar como um processo de que se começa muito antes da criança ingressar na escola. Essas aceitações muitas vezes não encaradas de forma relevantes aos educadores como ferramenta de escrita em um contexto escolar. O que vem sendo discutido no sistema educacional é a necessidade de se construir conhecimentos com objetivos para melhorar o desenvolvimento do processo de alfabetização.

Nesse processo de conhecimento da leitura e escrita o trabalho tem objetivos significativos para o aluno, contribuindo assim para o desenvolvimento da alfabetização, quando o aluno percebe que portadores de texto estão ligados a assuntos do seu dia a dia, o interesse do é estimulado havendo a compreensão das palavras juntas formam frases com sentido que mostram sua realidade.

 A leitura é uma ferramenta da linguagem e da fala, a partir desse contexto percebemos que é uma porta importante para o mundo da leitura e escrita, pois é através do conhecimento que ocorre o processo de iniciação de alfabetização, ou seja, o sujeito a partir do que ele conhece faz a construção de sua própria história, usando como estratégia de aprendizagem para melhor compreensão da leitura, tornando assim um sujeito crítico e formador de opinião, levando o educador em consideração aquilo que o aluno já trás consigo para a sala de aula, idealizando uma metodologia no método construtivista. Assumindo o educador um papel de mediador e o educando o sujeito que aprende junto com sua própria história de vida.

 A criança tem o direito à aprendizagem, é através da escola que seus direitos serão garantidos, lembrando sempre que a aprendizagem começa a partir do social, ou seja, aquilo que ela trás consigo, uma bagagem de conhecimentos que devem ser ampliados pela escola para que seu processo de alfabetização possa ser significativo, respeitando e valorizando o que a criança já foi construída antes mesmo de ser inserida na escola.

1.2 OBJETIVOS

  • Atender as necessidades de aprendizagem dos alunos, oferecendo atividades destinadas a desenvolver o conhecimento da linguagem.
  • Realizar atividades significativas que suscitem o desejo de promover escritas espontâneas, com recursos para expressar sentimentos e pensamentos.
  • Executar textos lidos apreciando a leitura compartilhada.

1.3 FUNDAMENTAÇÃO TEORICA

Durante toda a nossa vida, aprendemos sempre, seja na escola ou em qualquer lugar que a vida sempre nos ensina alguma coisa, ou seja, o conhecimento não é apenas adquirido só na escola, mas em nossas experiências de vida. Assim como quando chegamos à escola na primeira infância levamos sempre algum conhecimento, é dever da escola ampliar as experiências de linguagem verbal e corporal de forma uniforme, pois é através desses conhecimentos prévios que aprendemos novas técnicas de metodologias de aprendizagens.

Assim a prática da leitura não pode perder de vista as experiências do uso da linguagem pelas crianças em situações diferenciadas que busquem a ampliação das capacidades de comunicação e expressão de acesso ao mundo letrado essa ampliação está relacionada ao desenvolvimento gradativo das capacidades associadas às linguagens: gestual, oral gráfica e escrita. Nesta perspectiva a educação será norteada, então por caráter educacional que promova o desenvolvimento integral da criança em suas diferentes e complementares perspectivas (ANGONETTI, 2006, p.18).

A linguagem escrita é uma representação de outra representação: Da fala, do gesto e do pensamento, esse é o motivo de sua complexidade. O aprendizado da escrita precisa ser desenvolvido em circunstancias real de uso da escrita; deve ser significativo. O trabalho com a linguagem e escrita precisa ter foco em ações que incentivem as crianças a brincar de ler e escrever, a apreciar e sentir a linguagem e interpretar e analisar em diferentes contextos e comunicação.

Segundo Ferreiro (1996) a leitura e escrita são sistema construídos paulatinamente. As primeiras escritas feitas pelos educando no iniciam da aprendizagem deve ser consideradas como produções de grande valor porque de alguma forma os seus esforços foram colocados nos papeis para representar algo.

Ferreiro realizou vários estudos relacionados ao processo de alfabetização. Segunda ela o processo se mostra algumas propostas e aspectos, que devemos conhecer de forma clara como as crianças chegam a ler e escrever.

Assim a alfabetização é concebida como um dos processos de inserção da criança no mundo escrito. Um processo “[...] pelo qual as crianças tomam para si o resultado do desenvolvimento histórico social, de modo que desenvolvam as possibilidades máximas da humanidade, quais da universalidade e liberdade do homem” ( GONTIJO, 2002, P.2).

2 PARTE II: PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO

2.1 METODOLOGIA

A escola Municipal Demósthenes Álvaro de brito fica situada na Rua: Ibiapina s/n no Bairro Mangabeira em Feira de Santana Bahia. A escola conta com três banheiros, um refeitório, uma cozinha onde é feita a merenda escolar com oito funcionários responsáveis pela limpeza da escola e pela merenda, cinco salas de aula, uma sala de informática, as salas são amplas e arejadas todas com ventiladores, sendo uma com lousa digital e climatizada. Seu funcionamento ocorre nos três turnos, com o ensino em educação infantil ao 5º ano do fundamental I, a escola tem 480 alunos matriculados. A área de laser onde normalmente as crianças realizavam suas recreações tem um parque infantil, a secretária conta com cinco funcionários que desenvolvem os trabalhos escolares referentes às atividades dos educadores e alunos. A escola tem como diretora Maria José Leal, com formação em Pedagogia, e sua vice-diretora Edvalda de Jesus Lima com formação em Pedagogia e sua respectiva orientadora pedagógica Keila Braga com formação em Pedagogia d Direito.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.6 Kb)   pdf (466.1 Kb)   docx (226.3 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com