TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Breve história e alguns desafios da Psicologia Social Comunitária

Por:   •  8/10/2015  •  Resenha  •  623 Palavras (3 Páginas)  •  1.038 Visualizações

Página 1 de 3

Universidade Católica de Brasília – UCB

Curso de Psicologia

Disciplina: Introdução à Educação Superior – IES                         Turma: GP300M1002

Professor: Edgard Benício

Acadêmico(a): Kamylla Costa Rocha Fernandes                                          matrícula:UC15200446

3º Registro Temático[pic 1]

Universidade

Data:   04      /     09  / 15

Termos que a universidade surgiu como contemporânea de uma transição no momento em que Europa dos dogmas e do feudalismo iniciava seu rumo ao renascimento do conhecimento e á racionalidade  científica, do feudalismo ao capitalismo. A universidade  é  incapaz de ter gratuitamente para a sociedade com condições financeiras baixas, só existe para filhos das classes médias e altas, isso é injustiça social. A injustiça universidade está em que todos aqueles que dela saem  trabalhem apenas para os ricos, em decorrência da estrutura, do currículo e dos métodos de trabalho. Formar e ser elite intelectual não é erro,é  obrigação. Errado é só  servir à  elite econômia e social  .O que a sociedade esperar que as universidades possa ter uma boa qualidade é  a boa capacidade da acadêmica. O papel de cada universidade é ter uma criação de novos conhecimentos, seu compromisso diário. A universidade é algo recente no Brasil diferentemente do estrangeiro que tem todo um contexto histórico da criação da universidade. No Brasil os colonizadores portuguêses pretendia mantém a população eletradas da mesma forma sem recursos e sem estudos para preparar somente os oriundas das famílias ricas , sendo assim não a viria enteresse em gasto com universidade pois os enteresses seria  somente político. O objetivo é alienar a sociedade aos seus próprios conceitos políticos e manter los estagnados. Nos Estados Unidos universidade desempenhou uma função chave na construção da sociedade de consumo, na defesa da potência econômica e militar norte americana. Na África do Sul, a universidade branca serviu competemente para viabilizar a elevação do nível de vida dos  brancos e manter o sistema do apartheid funcionando. Em paises da Europa, as unidades são instruções de dinâmica da economia. Em cuba ,com prioridades definidas pelo estado,  a universidade tem por papel solucionar os problemas de educação e saúde das massas,produz conhecimento para uma nação acuada. A universidade tem como um objetivo desenvolver atividades específicas, quais sejam ,o ensino, a pesquisa  e a extensão. Atividades essas que devem ser feitas articuladas entre si .O conhecimento ė o referencial do agir humano em relação ao agir de outros espécies. A universidade não é instituto de pesquisa,  no sentido estrito, mas nem por isso pode desenvolver  ensino sem adotar uma exigência postura investigativa na execução do processo de ensino,  e aprendizagem, também não é instituição de assistência  social,  mas nem por isso pode desenvolver suas atividades de ensino e pesquisa sem se voltar de maneira intencional para a sociedade que a envolver. A extensão tem que ser intrínseca ao exercício pedagógico do trabalho universitário. A extensão deve expressar a gênese de propostas de reconstrução social buscando e sugirindo caminhos de transformação para a sociedade . A extensão se torna exigência intrínseca e do ensino superior em decorrência dos compromissos do conhecimento e da educação com a sociedade, uma vez que tais processos sò se legitimam,  inclusive adquirido sua chancela ética, se expressarem envolvimento com os interesses  objetivos da população com um todo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.7 Kb)   pdf (233.3 Kb)   docx (273.6 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com