TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Crítica de Caso: Amil e o Sistema de Assistência Médica no Brasil

Por:   •  16/2/2020  •  Resenha  •  642 Palavras (3 Páginas)  •  21 Visualizações

Página 1 de 3

Resenha Crítica de Caso:

Amil e o Sistema de Assistência Médica no Brasil

Nome da aluna:

Caroline de Almeida Cardoso

Trabalho da disciplina

Gestão, planejamento e avaliação em saúde mental (npg1470)

Tutor: Prof. Antonio Luis Draque Penso

Fortaleza

2019

Em meados de 1972 o cirurgião geral Edson Bueno, com a aquisição da casa da Saúde São José, uma pequena maternidade, incorporando a si depois mais três clinicas, conseguiu transformar uma recém empresa, utilizando-se de uma estratégia de integração vertical de serviços de saúde, em uma renomada organização brasileira da área da saúde, gerado destaque internacional.

Os abismos sociais e econômicos do país, influenciavam drasticamente na acessibilidade dos serviços de saúde, fazendo com que a população se dividisse em sistemas privados e públicos. Este último, sistema público, mesmo com as melhorias consideráveis que ele havia passado, ainda não estava suficientemente abastecido para conseguir cessar tamanhas demandas, tanto estruturalmente quando em recursos humanos e amplitude de serviços. Sendo assim, os serviços privados eram de maior recorrência em casos necessários por pouca parcela da população.

Foi então que os hospitais, por oferecerem melhor qualidade de atendimento, maiores tecnologias para exames e melhor quadro de médicos, entendendo a má qualidade do serviço público e a baixa adesão dos preços oferecidos pelos hospitais, criou-se nos anos 60 os planos de saúde privados, ofertados principalmente a grandes empresas afim de trazer benefícios a seus funcionários e familiares.

Então Inspirado por alguns desse programas de plano de saúde privado, Edson Bueno estabeleceu a Amil assistência médica. Nos anos 80, a Amil começou a investir no Marketing expandindo para o estado do Rio de Janeiro seus serviços.

A capacidade de inovar e identificar boas oportunidades, eram as características base para a inovação da empresa, dando ênfase principal na administração no setor da saúde. Apesar das atribulações na busca da inovação através do modelo de integração verticalizada, o Grupo Amil se manteve líder de mercado, gerando destaque na gestão de saúde, principalmente utilizando -se de uma abordagem voltada na gestão de riscos para uma maior identificação e monitoramento de efeitos adversos, através de medidas preventivas e corretivas. Ou seja, concentrando-se mais na prevenção do que necessariamente, a cura.

Tais práticas preventivas e de acompanhamento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)   pdf (38.6 Kb)   docx (8.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com