TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Psicologia

Por:   •  9/11/2014  •  1.238 Palavras (5 Páginas)  •  296 Visualizações

Página 1 de 5

“A psicologia evolutiva estuda todas as questões que analisamos até aqui por definição, os processos de mudanças psicológica que ocorrem desde nossa concepção até nossa morte (...)”. PALACIOS (2004, p. 18)

Já tem algumas ideias de quais são os fatos psicológicos estudados pela psicologia evolutiva em relação a qualquer um deles, essa disciplina psicológica tem três objetivos que são típicos de todos os trabalhos científicos: a descrição, a explicação e a predição. Realmente a psicologia evolutiva se propõe a identificação e a descrição dos processos de mudança que estuda (...) PALACIOS (2004, p. 18)

(...) os direitos das crianças estão claramente regulamentados, e seus maus-tratos perseguidos e punidos, a mortalidade infantil foi reduzida de maneira drástica, escolarização obrigatória foi sendo ampliado (na época em que este livro foi escrito as idades de direito na Espanha eram de 6 a 16 anos, embora de fato já fossem de 3 a 16), e as crianças são consideradas um bem precioso tendo se produzido toda uma nova mentalidade social em relação a infância, a seus direitos e necessidades. PALACIOS (2004, p. 20)

Já dissemos que a representação das crianças em quadros e pinturas começou a mudar no século XVIII, e isso sem dúvida não foi por acaso. Desde o final do século XVI e depois ao longo dos séculos XVII XVIII, movimentos religiosos e culturais, como o protestantismo e o iluminismo, deram lugar entre outras coisas, a descoberta da infância, a sua consideração como etapa diferente da idade adulta e seu tratamento educativo diferenciado. Na medida em que foram desaparecendo da mentalidade dominante – concepções fatalistas e predeterministas da vida humana (...) PALACIOS (2004, p.20).

(...) Ao contrário, no momento do nascimento a mente infantil é uma página em branco, uma tabula rasa, serão as experiências que cada um tiver, a estimulação e a educação passa a ser fundamental, sendo este um tema sobre o qual Locke tinha ideias claras e que poderíamos considerar modernos hoje. Muitos mais do que com o castigo e as ameaças, educa-se com a instrução paciente, a correção efetuosa, o bom exemplo e a avaliação positiva das condutas consideradas corretas. PALACIOS (2004, p.20)

A psicologia evolutiva americana apareceu a partir do início do século XX muito ligada aos fatos e a observação da conduta boa prova disso é o importante trabalho desenvolvido por A. Gesell (1880 – 1961), um pesquisador fundamentalmente interessado pela análise detalhada dos processos de crescimento e maturação, Já em uma ótica inequivocamente evolutiva. Realizada no laboratório de pesquisa e, em menor medida, em contextos naturais (...) PALACIOS (2004, p. 23)

O termo mecanismo está ligado a ideia de que a conduta surge e se molda por meio da experiência (Locke dixit): O importante não é o que existe dentro do organismo (que além disso, é inacessível ao estudo objetivo), mas aquilo que chega de fora e o molda, a história psicológica de uma pessoa não é senão sua história de aprendizagens, como acontece aliás, com as espécies não-humanas em cujo estudo se inspira a imensa maioria dos princípios do behaviorismo clássico. PALACIOS (2004, p. 23)

Enquanto o behaviorismo nascia, crescia e se reproduzia nos Estados Unidos, os interesses e os pontos de vista na Europa eram outros. Por exemplos, no âmbito dos desenvolvimentos da teoria da Gestalt e em uma extensão em direção a outros domínios dos princípios básicos que autores como Wertheimer e Kofka descobriam no campo da percepção, foi sendo formulada a ideia de que a conduta infantil não pode ser entendida corretamente. PALACIOS (2004, p.24)

O que caracteriza a psicologia evolutiva europeia da primeira metade do século XX, porém, não são as contribuições evolutivas da teoria da Gestalt, mas o grande protagonismo de algumas teorias que, apesar de suas notáveis diferenças, podem, no entanto, ser agrupadas sob a denominação comum de modelos organicistas, já que são teorias que compartilham uma série de postulados fundamentais. (...) um plano desenvolvimento em estágio cujas características fundamentais e cuja sequência evolutiva são consideradas também universais, pois são tomadas como um traço enato da espécie humana PALACIOS (2004, p. 25)

Não resta dúvidas de que os dois representantes mais eminentes das propostas organicistas foram S.Freud (1856-1939) e Piaget (1896-1980). O primeiro neurologista de formação, e o segundo biólogo, suas contribuições sobre o processo de desenvolvimento psicológico já fazem parte não só da história da psicologia evolutiva, mas também cultura ocidental contemporânea. Antes de continuarmos, é importante dizer que é impossível resumir o fundamental de suas idéias em apenas alguns

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.9 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com