TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Que os empregadores pensam sobre o trabalho da pessoa com deficiência

Por:   •  29/11/2017  •  Artigo  •  602 Palavras (3 Páginas)  •  168 Visualizações

Página 1 de 3

ANAKA, Eliza Dieko Oshiro e MANZINI Eduardo José. O que os empregadores pensam sobre o trabalho da pessoa com deficiência? In: Revista Brasileira de Educação. Especial, Marília, Mai.-Ago. 2005, v.11, n.2, p.273-294

O texto trás uma perspectiva dos empregadores em relação a contratação de Pessoas com deficiência, seu trabalho e sua admissão na empresa. A lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 assegura a Pessoa com Deficiência vagas para o acesso no mercado de trabalho. Define nessa lei até 20% do percentual de vagas em concursos públicos. A lei 8.213, de 24 de julho de 1991, que determina de 2% a 5 % de vagas em empresas privadas com mais de 100 funcionários para Pessoa com Deficiência. Porem por muito tempo as empresas não cumpriam por completo essa o que diz a lei. Somente com a fiscalização através do Ministério Público é que as empresas que não cumpriam as leis de cotas começaram a ofertar vagas de emprego para essa parcela.

Apesar da existência da lei e de seu funcionamento, a contratação de Pessoa com Deficiência ainda esta muito distante do que realmente a lei prevê. Alem de viver em um país aonde a competitividade no mundo do trabalho é grande, e para a pessoa com deficiência se torna ainda mais difícil. Além da falta de informação sobre a deficiência, muitos ainda acreditam que a Pessoa com deficiência não corresponder de forma plena a produtividade diária esperada da empresa.

Dessa forma, apenas a lei não é suficiente na garantia de direito da Pessoa com deficiência no mercado de trabalho. É necessário pensar na qualificação profissional dessas pessoas para o mercado de trabalho, as condições estruturais, funcionais e sociais da empresa empregadora, para que a contratação não aconteça apenas por cumprimento da lei.

Para os empregadores, a Pessoa com Deficiência é aquela que possui dificuldades tanto de natureza física, sensorial, intelectual,quanto comportamental, psicológica e social. Assim, além da dificuldade de ouvir, falar, enxergar, andar, ela possui, também, a auto-estima baixa e pode se aproveitar dessa condição como desculpa nas falhas que poderá ocorrer durante a pratica profissional.

Como motivo da contratação, todas as empresas alegaram fazer a contratação de Pessoa com Deficiência com a intenção de afastar a idéia de que essas pessoas não possuem condições de exercer uma atividade laboral no mercado de trabalho, alegando que antes da existência da lei, já faziam a contratação dessas pessoas. Apesar do que foi exposto pelas empresa, foi possível observar que a razão principal da contratação desses funcionários é a obrigatoriedade da lei.

Quando se refere a ocupação de cargos por Pessoas com Deficiência, as empresas se utilizam de alguns critérios para sua contratação, que passa pela exigência de escolaridade mínima, experiência, qualificação profissional, até seu enquadramento na estrutura física e funcional da empresa. Alegando dessa forma dificuldade na hora da contratação dessas pessoas em função das exigências impostas.

As empresas apontam também como dificuldade de inserir Pessoas com Deficiência no mercado de trabalho em função das barreiras arquitetônicas, barreiras essas existentes dentro e fora das empresas. Escadas, paralelepípedos, prateleiras altas, ausência de elevador em certos ambientes são alguns exemplos. Para eles, cabe

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.9 Kb)   pdf (44.3 Kb)   docx (11.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com