TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A INTRODUÇÃO À ZOOLOGIA

Por:   •  11/8/2019  •  Trabalho acadêmico  •  1.043 Palavras (5 Páginas)  •  5 Visualizações

Página 1 de 5

AD1: INTRODUÇÃO À ZOOLOGIA

ALUNA: JÚLIA DO AMARAL VILLANUEVA

MATRÍCULA: 18114020257

POLO: ANGRA DOS REIS

QUESTÃO 1

A) Esses indivíduos não formam três grupos taxonômicos pois, de acordo com estudos realizados com técnicas de DNA e tomando por base as características que compartilham, o gorila, o homem, o chimpanzé e o bonobo formam um grupo monofilético, ou seja, possuem um ancestral em comum, compartilhando características semelhantes e pertencendo a mesma família, a família dos Hominídeos.

B) O homem, o chimpanzé e o gorila pertencem ao mesmo clado evolutivo, porém, com a técnica do mapeamento do DNA foi possível constatar a grande semelhança entre o DNA do chimpanzé e do homem, eles compartilham cerca de 99% dos genes. Com isso pode-se supor que o chimpanzé é o primata mais próximo do ser humano.

C) Duas características derivadas (sinapomórficas) compartilhadas entre os primatas são: Polegares em oposição aos demais dedos das mãos e o cérebro mais desenvolvido em comparação aos demais mamíferos. Essas características auxiliaram na definição de quais organismos perteceriam a família Homininae.

Informações retiradas do site: https://planetabiologia.com/primatas-caracteristicas-e-evolucao/

D) Se for considerado um grupo formado por Gorilla gorila, Pan panisus e Pan troglodytes, teremos um grupo parafilético, pois inclui o ancestral comum mais recente, mas não inclui todos os seus descendentes. Neste caso foi excluido o Homo sapiens.

QUESTÃO 2

É possível explicar a semelhança entre os embriões através da Teoria da Recapitulação, ou Lei da Recapitulação Ontofilogenêtica, ou Lei Biogenética.

Esta lei afirmava que os embriões apresentavam característica mais primitivas no seu estado de desenvolvimento inicial, e as características apresentadas nos estágios finais de desenvolvimento representavam estados mais derivados, ou seja, Haechel acreditava que os organismos nos estágios iniciais de evolução remetiam os organismos na fase adulta durante o desenvolvimento embrionários.

Um exemplo são as fendas observadas nos fetos dos seres humanos, essas fendas se assemelham com as brânquias nos peixes adultos, para Haeckel, essas brânquias seriam as fendas branquiais presentes no peixe adulto, sendo assim, os peixes seriam os ancestrais dos seres humanos.

QUESTÃO 3

 O museu nacional é vinculado à UFRJ e, até meado de 2018, era considerado um dos maiores museus da história natural e de antropologia das Américas.

Possuía mais de 20 milhoes de itens catalogados, divididos em áreas como arqueologia, paleontologia, zoologia, entre outros.

Depois do incêndio foram perdidos cerca de 5 milhões de insetos na área dos invertebrados.

No museu fica depositado um exemplar tipo de cada espécie, bem como as informações sobre ela.

A espécie tipo, é uma amostra física a fim de representar o taxon em questão, contendo uma descrição geográfica do local onde foi encontrada com a respectiva data.

Possuindo a espécie tipo, é possível realizar comparações com novas amostras. Esse processo de comparação permite também determinar a distribuição ecologica e geográfica do táxon.

O tipo pode ser qualquer parte do corpo do animal, uma colônia ou quarquer parte dela; nos fósseis podem ser uma substituição, uma impressão, um molde ou contramolde; pode ser baseado em uma ilustração ou descrição; no caso de protistas, uma ou mais preparações de indivíduos relacionados representando diferentes estágios de vida.

QUESTÃO 4

A nomenclatura científica é utilizada para designar nomes a organismos e às suas respectivas categorias. O nome científico é universal, sendo escrito em latim, pois é uma língua já em desuso, portanto dificilmente será alterada.

A nomenclatura científica possui as seguintes regras:

- Cada espécie deverá possuir dois nomes em latim, o primeiro é o genero (iniciado em letra maíscula) e o segundo é a espécie (em minúscula). Os dois nomes deverão ser escritos em itálico ou sublinhado.

Allevuc Opssib cometeu os seguintes equívocos: A espécie em questão não traz referência ao nome da espécie a qual o indivíduo pertence, que nesse caso é a capridae.

Os dois erros cometidos por Allevuc Opssib são, o nome científico não está em itálico e nem em sublinhado, e não tem como segundo nome a espécie a qual o indivíduo pertence, que nesse caso é a Capridae.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.5 Kb)   pdf (84.7 Kb)   docx (10.5 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com