TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estudo Dirigido Microbiologia

Por:   •  14/4/2019  •  Trabalho acadêmico  •  1.388 Palavras (6 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 6

Disciplina: Microbiologia Geral

Estudo dirigido nº 02

  1. No vídeo da aula pratica 2 (Esterilização em autoclave) foi colocado um pedaço da fita adesiva indicadora no pacote de placas de Petri antes de iniciar o processo de esterilização. Explique a(s) finalidade(s) desta fita.

A fita indicadora de esterilização colocada no pacote de placas de Petri como foi mostrada no vídeo, tem como finalidade a diferenciação do produto que passou ou não pelo processo de esterilização, pois ela muda de cor indicando que o material foi esterilizado.

  1. Discutir a importância do indicador biológico nos processos de esterilização.

Para o controle da esterilidade são utilizados indicadores e, os indicadores biológicos são um deles. Eles permitem verificar se os materiais atingiram no interior da câmara ou dos pacotes uma temperatura compatível com a esterilização.

O indicador biológico é a maneira mais segura de monitorar a esterilização, pois neles são utilizados esporos de bactérias impregnados em tiras de papel. No caso da autoclave de Chamberland, são usados esporos de Bacillus stearothermophilus.

  1. Indique os processos mais apropriados para a esterilização de:
  1. Vidraria

O processo mais adequado para esterilização desse tipo de material é a esterilização em forno de Pasteur, no entanto a esterilização em autoclave também pode ser empregada.

  1. Meio de cultura para bactérias

Para o meio de cultura a esterilização em autoclave é o processo mais adequado, pois são materiais que não são afetados pela umidade.

  1. Solução de vitaminas (termo sensível)

Para materiais sensíveis a temperatura, que possam sofrer alteração com o calor como é o caso da solução de vitaminas, o processo mais apropriado é a filtração.

 

  1. Pinça

Para esse tipo de instrumento, a flambagem é o método mais adequado de esterilização, pois esse tipo de material pode ser oxidado pela ação do vapor.

  1. Por que é importante a remoção do ar residual antes de iniciar o processo de esterilização em autoclave?

É de extrema importância à remoção do ar residual antes de iniciar o processo de esterilização, pois caso o ar não seja removido ele acaba formando um filme de proteção ao redor do material, impedindo que a temperatura do mesmo atinja os 121ºC, assim não ocorrendo à correta esterilização.

  1. Indique exemplos de agentes que você escolheria para uso como desinfetante e antisséptico. Justifique a sua resposta.

Na escolha de um agente químico antimicrobiano, devemos levar em conta o tipo de material a serem tratados, os tipos de micro-organismos (esporos ou forma vegetativa), quais as condições ambientais.

Desta maneira, agentes antissépticos como o álcool 70% são comumente utilizados. Ele é muito usado na limpeza de bancadas antes e depois do trabalho microbiológico, além do mais ele não lesa a pele, por isso é usado para assepsia das mãos e antebraços. O álcool é um bactericida para formas vegetativas dos micro-organismos, possui ação detergente e poder umectante. Além do mais, o álcool é fácil de ser encontrado no mercado e seu custo é baixo.

Já com relação aos agentes desinfetantes, os fenóis e seus derivados são bastante utilizados. O fenol age na forma vegetativa dos micro-organismos, ele não é inativado por sabão ou matéria orgânica. Soluções de 2 – 5% são usados para desinfecção de materiais como fezes, urina, utensílios e instrumentos contaminados.

Os fenóis estão sendo superados por seus derivados e, um deles são os cresóis que além de possuírem ação bacteriana, agem contra os esporos dos micro-organismos. É um desinfetante de baixo custo e fácil de ser encontrado.

  1. Quais são os principais equipamentos e medidas de segurança a serem adotados em um laboratório de Microbiologia?

Em um laboratório de microbiologia devemos seguir algumas medidas de segurança, tais como:

  • Usar avental e jamais usá-lo em outros locais a não ser no laboratório;
  • Usar sapatos fechados;
  • Não levar material usado nas bancadas a boca;
  • Não pipetar com a boca;
  • Depois de cada contato com material infeccioso, efetuar a antissepsia das mãos e depois lavá-las com água e sabão;
  • Não deixar materiais estranhos ao trabalho sobre as bancadas (livros, cadernos, jornais);
  • Não comer ou beber no laboratório;
  • Descartar pipetas e demais materiais usados durante os experimentos em local adequado;
  • Sempre manter as bancadas limpas.

Já com relação aos equipamentos de segurança, os principais são:

  • Recipiente metálico de aço inoxidável, destinado a receber líquidos contaminados;
  • Frasco contendo areia e álcool para limpar a alça de semeadura bacteriológica antes de flambá-la;
  • Estantes de madeira ou arame;
  • Recipientes metálicos com tampa para o material a ser autoclavado (cemitério);
  • Pêra de borracha para aspirar e vazar líquidos com a pipeta;
  • Pipetas contendo bucha de algodão na parte destinada a aspiração;
  • Recipiente para depositar pipetas contaminadas e outros equipamentos de segurança individual como: óculos, luvas, máscaras, botas, avental, etc.  

  1. Qual deve ser o procedimento no caso de acidentes (por exemplo, queda e quebra de um tubo de ensaio com cultura bacteriana) em um laboratório de Microbiologia?

Acidentes que ocorrem com mais frequência em laboratórios de microbiologia é a queda e quebra de tubos, frascos, pipetas, recipientes com micro-organismos patogênicos e, em casos assim devemos proceder da seguinte maneira:

  • Despejar sobre o tubo quebrado e seus arredores, solução de fenol 5 – 10%.
  • Cobrir a área com papel toalha ou jornal e cobri-la novamente com fenol.
  • Se o tubo cair no piso, o laboratório deve ser abandonado por 30 minutos.
  • Quando o tubo quebrar dentro da centrifuga, esta não deve ser aberta até que se completem 30 minutos (tempo necessário para que os aerossóis sedimentem).
  • Recolher os cacos de vidro com uma pinça e desinfetar a centrífuga.
  • No caso de ocorrer à contaminação da bancada de trabalho, proceder à imediata desinfecção.
  • Na ocorrência da ingestão de líquidos contendo micróbios patogênicos, lavar a boca abundantemente com água e sabão, fazer um gargarejo com uma solução antisséptica, conforme a gravidade procurar a orientação e o tratamento médico.

  1. É possível identificar 3 procedimentos distintos. Comentar as diferenças entre eles, destacando as vantagens e desvantagens entre os mesmos.

No vídeo aula apresentada podemos identificar três procedimentos distintos de manipulação asséptica:

  • Manipulação na bancada com bico de Bunsen, fazendo uso do pipetador automático.
  • Manipulação na bancada com bico de Bunsen sem o uso do pipetador automático.
  • Manipulação em cabine biológica.

No primeiro caso, foi feita a semeadura de uma amostra bacteriana com o auxilio do pipetador automático atrás da chama do bico de Bunsen. O uso do pipetador automático garante uma maior segurança do manipulador, pois o mesmo não terá nenhum contato com amostra que no caso não é estéril.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.1 Kb)   pdf (122 Kb)   docx (12.7 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com