TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relacionando Centro Educacional à Psicologia

Por:   •  2/6/2015  •  Relatório de pesquisa  •  4.677 Palavras (19 Páginas)  •  227 Visualizações

Página 1 de 19

        [pic 1][pic 2]

DANIEL MENDES

ISABEL AVELAR

RELACIONANDO CONTEÚDOS MINISTRADOS COM UM ESTUDO DE CASO

Belo Horizonte

2015

        [pic 3][pic 4]

DANIEL MENDES

ISABEL AVELAR

RELACIONANDO CONTEÚDOS MINISTRADOS COM UM ESTUDO DE CASO

Trabalho da disciplina de Psicologia da Educação ministrada pela professora Raquel de Assis, com o objetivo de relacionar um estudo de caso com os conteúdos ministrados em sala.

Belo Horizonte

2015

SUMÁRIO

TERMO DE CONSENTIMENTO ESCLARECIDO        

INTRODUÇÃO        

ENTREVISTA        

ANÁLISE        

CONCLUSÃO        

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS        


TERMO DE CONSENTIMENTO ESCLARECIDO

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DA UFMG

LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO “HELENA ANTIPOFF”

BELO HORIZONTE, MG

        A Profa. Raquel Martins de Assis, responsável pela disciplina Psicologia da Educação, convida seu filho(a) a participar do Trabalho de Campo: O ESTUDO DE CASO DE UM ADOLESCENTE, ESTUDANTE DE NÍVEL FUNDAMENTAL OU MÉDIO.

  Este formulário autoriza o estudante abaixo nomeado a participar de um estudo de caso realizado como parte da formação de professores de ensino médio na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. O estudo é orientado pela Professora e tem por objetivos ajudar os futuros professores a conhecerem melhor o desenvolvimento cognitivo e sócio-afetivo de jovens adolescentes. O trabalho será feito através de entrevistas e observações da rotina escolar (caso seja possível) que não envolvem risco para os jovens. O jovem adolescente, bem como sua moradia e sua escola, não serão identificados em nenhum documento escrito, texto ou relatório que resulte do estudo. A participação é inteiramente voluntária. O estudante pode escolher não responder a qualquer uma das questões da entrevista, e pode parar de participar do estudo quando quiser.

Agradecemos sua participação!

Nome do jovem

______________________________________________________

Nome do Responsável

______________________________________________________

Data

_________________________________________________

INTRODUÇÃO

O estudo de caso é um método de pesquisa bastante utilizado nas ciências sociais, principalmente quando o objeto de uma investigação é um fenômeno contemporâneo em suas relações com contextos da vida real (Yin, 2010).

Neste estudo de caso será trabalhada uma entrevista com um jovem escolhido pela dupla, que é estudante a nível não universitário. Temos o objetivo de relatar primeiramente uma narrativa sobre questões pessoais do entrevistado, e, em segundo momento, apresentar relações de suas respostas com teorias e textos de autores trabalhados durante o semestre na disciplina de Psicologia da Educação à turma 2015/1.

O procedimento utilizado foi entrevista pessoal, sem o uso de imagens. Foi autorizado o uso de gravação de áudio para apenas descrição posterior do relato, por escrito. Ao ser avaliado pelo jovem a narrativa descrita, o áudio foi deletado. Não faremos qualquer tipo de imagem ao aluno ou à escola a qual ele estuda.


ENTREVISTA

O SUJEITO, A FAMÍLIA E A COMUNIDADE

Ao nos referirmos ao jovem entrevistado, utilizaremos o pseudônimo “Bob Marley” ou “Bob”. A escolha do nome foi por livre e espontânea vontade do mesmo.

“Bob Marley”(16) é um jovem do sexo masculino, filho único, de classe média alta, que mora com seus pais em um bairro residencial próximo à região da Pampulha.

Sua casa tem dois andares, onde o primeiro é composto por uma sala grande, um banheiro, uma cozinha com copa, uma dispensa; e uma parte externa com varanda, área de churrasqueira e banheiro. O segundo andar é dividido em três quartos, dois com suítes e um escritório.

O pai de “Bob” é médico e a mãe, professora. Ambos passam grande parte do tempo fora de casa, trabalhando; especialmente o pai, que inúmeras vezes está de plantão. Sendo assim, o garoto fica sozinho em casa grande parte do tempo. Ele caracteriza seu pai como “ausente”, e demonstra um maior afeto e comunicação com a mãe.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (29.7 Kb)   pdf (187.8 Kb)   docx (43.9 Kb)  
Continuar por mais 18 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com