TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ASSISTÊNCIA AO CLIENTE NEONATAL GRAVEMENTE ENFERMO

Por:   •  12/4/2019  •  Seminário  •  944 Palavras (4 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 4

FACULDADE DE QUIXERAMOBIM

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

DEPARTAMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO

ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA INTENSIVA

     

      Profa. Solange

Disciplina: ASSISTÊNCIA AO CLIENTE NEONATAL GRAVEMENTE ENFERMO

 

Maria Luzângela Medeiros de Vasconcelos Melo

Atividade complementar

 

 

 

Fortaleza-CE

Atividade complementar

  1. Disserte a respeito da maior vulnerabilidade do RN a sepse neonatal.

A sepse neonatal é uma infecção bacteriana e apesar dos avanços no tratamento intensivo neonatal, este problema permanece como uma das causas mais importantes de morbimortalidade nos recém-nascidos (RN) prematuros e de muito baixo-peso ao nascer, pois o RN apresenta susceptibilidade diante das infecções normalmente por microrganismos de baixa patogenicidade, resultado da imaturidade do sistema imunológico, bem como da vulnerabilidade diante de infecções adquiridas intrauterina, que pode ocorrer antes, durante, ou pós-parto.

  1. Oque é a Síndrome de aspiração mecônial? Cite sinais clínicos dessa patologia.

A Síndrome de Aspiração de Mecônio (SAM) é uma importante causa de morbi-mortalidade no período neonatal e caracteriza-se por graus variados de insuficiência respiratória. O mecônio está presente no líquido amniótico em cerca de 10 a 15% dos partos, sendo que cerca de 5% dos recém-nascidos com líquido amniótico meconial desenvolverão SAM.   Destes, 25 à 60% necessitam de ventilação mecânica, dos quais 3 à 12% não respondem à terapêutica instituída e evoluem para óbito. A SAM grave é uma das principais indicações de uso de membrana de oxigenação extra-corpórea "extracorporeal membrane oxygenation" (ECMO), perfazendo cerca de 35% das indicações do procedimento. A ECMO é extremamente onerosa, invasiva e não está disponível em nosso meio. A presença do mecônio no líquido amniótico é mais comum quanto maior a idade gestacional e em recém-nascidos pequenos para a idade gestacional.  Nas gestações com mais de 42 semanas, ocorre em aproximadamente 30% dos partos.

A SAM tipicamente se apresenta como disfunção respiratória, taquipnéia, gemência, batimento de asas do nariz, tempo expiratório prolongado e hipoxemia logo após o nascimento em um recém-nascido com história de mecônio espesso no líquido amniótico, impregnação por mecônio nas unhas, cabelos e cordão umbilical, ou ainda presença de mecônio espesso abaixo das cordas vocais na aspiração traqueal sob visualização direta. Pode apresentar características somáticas de pós-maturidade e manifestações variadas de asfixia perinatal. O aumento do diâmetro ântero-posterior do tórax ou tórax em barril, devido à doença obstrutiva das vias aéreas, é comum na SAM. A ausculta pulmonar é inespecífica e podem ser audíveis estertores difusos e diminuição de murmúrio devido a atelectasia ou pneumotórax. Entre as complicações mais freqüentes e graves destacam-se o pneumotórax e a hipertensão pulmonar persistente do recém-nascido, que é observada em mais da metade dos pacientes com SAM grave. Além disso, achados diversos relacionados à asfixia podem ser encontrados, entre eles a hipotensão, coagulação intravascular disseminada, acidose metabólica, anemia, insuficiência cardíaca e crises convulsivas. As alterações metabólicas encontradas pode ser decorrência da asfixia, tais como hipoglicemia e hipocalcemia.

  1. Qual o tratamento da persistência do canal arterial (PCA)?

A terapêutica clínica do PCA se baseia, especialmente, na administração de indometacina, agente inibidor da síntese de prostaglandinas, associado à restrição de fluídos e diuréticos4. Entretanto, nas situações que o PCA é refratário ao manejo clínico, é indicada a sua ligadura cirúrgica, com o intuito de atenuar suas complicações hemodinâmicas. Apesar de essa intervenção apresentar resultados satisfatórios, ela não está livre de complicações.

  1. Considerando o sistema digestivo, disserte a respeito das mudanças adaptativas na vida extra- uterina.

Após o nascimento, o neonato precisa assumir as funções antes realizadas pela placenta, que inclui o metabolismo da água, proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais, afim de manter um crescimento e desenvolvimento adequados. Mas devido

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.8 Kb)   pdf (130.6 Kb)   docx (11 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com