TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O meio ambiente e o futuro

Por:   •  30/10/2015  •  Resenha  •  1.194 Palavras (5 Páginas)  •  84 Visualizações

Página 1 de 5

O MEIO AMBIENTE E O FUTURO

CONTEXTO

(acho que não tem o que resumir neste tópico, são interrogações para desenvolver o texto)

Este resumo esclarece duvida sobre historia, mídia, adaptações metodológicas, planos convencionais, política publica, degradação do meio ambiente, impacto ambiental, efeito estufa, importância da reciclagem, agricultura, desenvolvimento e educação. 


DEFESA DO MEIO AMBIENTE

Meio ambiente é o endereço para o futuro, não é necessário realizar estudo muito profundo para se concluir, que a qualidade da água se encontra fortemente ameaçado, o clima tende a se transformar no próximo século por conta do efeito estufa, e a biodiversidade tende a se realizar.

A defesa do meio ambiente é um conceito que inclui restaurações, uma atividade que teve seu desenvolvimento como conjunto de ações ordenadas, podendo ser agrupadas em três fases.

  • Fase pioneira

Simples percepção que a humanidade; com comportamento para limitar procedimento inoportuno do convenio em sociedade como tipificação de crimes, contravenções e atitudes Comprometedoras da qualidade de vida em comunidades, ameaçando de forma crescente. Os recursos ambientais pelo falso entendimento de que aquilo não pertencia especificamente a alguém e poderia ser utilizado de forma inconsequente por qualquer um fez surgir de forma espontânea o movimento ambientalista, simultaneamente em varias cidades de diversos países.

  • Fase política e do “enforcement”

A questão ambiental evoluiu para um movimento de criação, os temáticos partidos verdes. No Brasil o partido verde (PV) emerge a cada eleição ocupando espaço progressivamente.

  • Fase do mercado

Demanda por serviços técnicos e por agrupamentos de controles e de novos processos limpos, mesmo ousado e irrelevante diante da responsabilidade desta geração, a demanda por serviços técnicos por equipamento de controle e de novos processos limpos, teve resposta imediata no mercado alimentado pela academia e pelos institutos tecnológicos.

Sendo assim, fez surgir instrumentos mais sofisticados, como as series de certificados ISSO-9000 e ISSO-14000.

O FUTURO

O século XX como conciliar o potencial de desenvolvimento em escala logarítmica que a base do conhecimento, limitações físicas da superfície do planeta, manter espaços reservados da ocupação antrópica como: almoxarifado genético da Biodiversidade e reservas de paisagens naturais, a agricultura tem sido competente com a ampliação de produtividade.

  • População e desenvolvimento nos campos social e econômico

O desenvolvimento, por todos desejados é também a única forma pacifica atualmente conhecida de se controlar a natalidade e estagnar o crescimento demográfico, educação e política pública de ampliação de serviços voltada á defesa do meio ambiente, são atividades potencial de geração, em empregos que não tem sido explorado, a não ser de forma superficial no Brasil.

  • Demanda no consumo

Diante do grande impacto ambiental gerado por produção, transporte, comercialização, uso e descarte dos bens e serviços de consumo, no nível em que ocorrem hoje nos países emergentes como o Brasil seria necessária disciplina individual para defesa do meio ambiente, e consciência coletiva da necessidade de deixar para as futuras gerações, condições de vida, com qualidade. Educação ambiental é obrigatória em todos os níveis de ensino do país.

  • Proteção da água

Insinua-se ultimamente que a água ou sua falta poderá ser a causa de guerras no século XXI. Nota-se que faz sentido tal observação. Hoje conseguimos ver o quanto à desperdício e a poluição de água. As medidas para utilização racional da água são mais complexas e abrangentes do que possa parecer, mas possíveis como apresentado a seguir de forma obviamente resumida.

CONTROLE DOS DESMATAMENTOS

        Os desmatamentos generalizados concorrem para os assoreamentos dos rios, medidas para a utilização racial das águas e a forma mais adequada de reservar-se água no subsolo, regularizando  a vazão dos rios.


POLÍTICAS DE REFLORESTAMENTO

        Projeton Floram, desenvolvido há 10 anos no ambiente de estudos avançados da USP, vem sendo a proposta mais completa de política florestal ecológica, por contemplar o controle do efeito estufa, a manutenção da biodiversidade, a restauração da paisagem, a atividade econômica florestal, a prevenção contra a erosão do solo e o assoreamento dos rios, a restauração da qualidade dos recursos hídricos e a regularização dos fluxos de águas de subsolo e superficial.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.1 Kb)   pdf (109.5 Kb)   docx (348.1 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com