TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A REALIDADE DO USO DA INTERNET NO BRASIL

Por:   •  31/10/2018  •  Trabalho acadêmico  •  1.202 Palavras (5 Páginas)  •  62 Visualizações

Página 1 de 5

A REALIDADE DO USO DA INTERNET NO BRASIL

Introdução

As primeiras discussões sobre a informática e telecomunicações deu-se início em 1975 durante o VIII Congresso Nacional de Processamento de Dados (CNPD), organizado pela SUCESU-SP no Centro de convenções do Anhembi, São Paulo, onde aconteceu o I seminário Latino-Americano de comunicação de Dados, no qual foi demonstrado pela primeira vez no Brasil, o acesso à ARPANET nos estados Unidos (SUCESU, 1987).

Segundo o SUCESU, 1987 o evento realizado no Centro de Convenções do Anhembi contou com as seguintes etapas: foram ligados os terminais do Anhembi via Embratel aos terminais da rede americana. Onde foram feitas várias demonstrações através de televisores e de um telão, para que todos pudessem participar da conversa com os norte-americanos. Na época foi uma grande novidade para os brasileiros, tanto que foi convidado o Ministro das Comunicações, Quandt de Oliveira para fazer a abertura do evento.

A partir de diversas discussões sobre o tema o cenário internacional mostrava que a aproximação entre Telecomunicações e informática estava se acentuando em vários países. No Brasil as discussões sobre a sociedade e a informação passaram a estar na ordem do dia do governo e dos setores de informática e telecomunicações. (TIGRE, 1987)

Em 1979 foi criada a Secretaria especial de Informática (SEI), subordinada ao conselho de segurança nacional do governo do presidente, após assumir as redes do setor de informática no Brasil, a (SEI) também passou a cuidar das diretrizes relacionadas com fluxo internacional de dados, tendo como sua responsabilidade a autorização de comunicações de dados do Brasil com o exterior (TIGRE,1987).

Em 1984 foi aprovado a “lei de informática” que deu os princípios básicos de capacitação tecnológica e reserva de mercado, no mesmo ano a Embratel lançou a Rede Nacional de Comunicação de Dados por Comutação de Pacotes (RENPAC), uma rede pública de transmissão de dados distribuída em todo o território nacional, porém menos de 8% estavam disponíveis para acesso público (CARVALHO, 2006)

Segundo Carvalho, 2006 em 1990 no início do governo de Fernando Collor começou o desmonte da Política Nacional de Informática, que resultou no fim da reserva de mercado de computadores e com isso o atraso na conectividade entre as pessoas e o mundo. Porém a pressão ao acesso a informação cada vez era maior, em São Paulo também havia pressão pelo uso da Internet, que resultaram no primeiro acesso acadêmico à Internet no Brasil em fevereiro de 1991.

A estrutura do acesso à internet no Brasil até o final de 1991 era apenas cooperativa, sendo que, cada instituição participante custeava sua ligação para São Paulo. Após a criação da Rede Nacional de Pesquisa (RNP) foi possível realizar novas conexões entre localidades no território nacional (CARVALHO, 2006).

Mesmo com a demora da chegada da internet no Brasil e todo o trabalho já realizado para o acesso a informação, ainda podemos observar que muitas pessoas no Brasil ainda não têm acesso à internet.  Pesquisa revelada pelo Centro de Estudo sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br), aponta que o Brasil tem 80,9 milhões de usuários que têm acesso à internet no país. Mesmo com o crescimento iminente da tecnologia e o aumento de 15 pontos percentuais na proporção de pessoas que utilizam a rede mundial de computadores no país, metade dos brasileiros ainda não têm como utilizar essa ferramenta que hoje podemos dizer que é o nosso maior aliado em nosso meio de vivência (Agência Brasil,2013).

Apesar da elevação no número de usuários saltar de 34% para 49% em 5 anos, estudos revelam dificuldades para a expansão da internet em especial nas classes sociais mais baixas e nas zonas rurais. Nas classes sociais mais baixas há pessoas que nunca tiveram se quer algum contato com a internet devido as condições financeiras e por se tratar ainda para um grande número de pessoas um recurso muito caro (Agência Brasil,2013).

Conclusão 

Sem dúvida a internet foi uma grande invenção humana permitindo o trabalhar, estudar, além de entreter e construir outras ferramentas para o meio virtual. Porém nos dias atuais observamos uma grande discrepância em relação ao número de pessoas que têm acesso a internet, conforme vimos no texto “Quase​ ​81​ ​milhões​ ​de​ ​pessoas​ ​e​ ​40%​ ​das​ ​residências​ ​acessam​ ​a​ ​Internet​ ​no​ ​Brasil”. Descobri que mesmo com o avanço contínuo da tecnologia no mundo observamos um grande percentual de pessoas que ainda não acessam ou têm pouco acesso à internet no Brasil. A maior parte dos usuários se encontram nas regiões urbanas, sendo que a maior concentração desses usuários fica nas regiões Sul e Sudeste do país.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8 Kb)   pdf (80.4 Kb)   docx (13.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com