TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Gerenciamento de Aquisições

Por:   •  8/8/2018  •  Artigo  •  868 Palavras (4 Páginas)  •  17 Visualizações

Página 1 de 4

[pic 1]

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

MBA em Gestão de Projetos

Fichamento de Estudo de Caso

Gislene Seraph

Trabalho da Disciplina

Gerenciamento de Aquisições

Tutor: Professor Marcelo José Pinho Barbosa

Rio de Janeiro/RJ

2018

Estudo de caso: Betapharm Corp. (A)

Referência: KULP, Susan L.; RANDALL, Taylor. Betapharm Corp. (A). Harvard Bussiness School, Estados Unidos da América, 2005.

Texto:

O texto tem por base a Betapharm, gigante do mercado farmacêutico que havia implementado o sistema Emptoris e Pass para facilitar as atividades de e-procurement, e esta ferramenta atenderia produtos variados tais como contratos de hotelaria e matérias-primas.

A indústria farmacêutica teve um crescimento um pouco superior a 10 por cento entre 1996 a 2003, e a expectativa para os próximos anos não superaria este patamar. No entanto, a Betapharm teve um crescimento considerável em torno de 15 por cento, e almejava um crescimento futuro devido ao aumento da expectativa de vida média e de doenças crônicas. Porém nem tudo estava tranquilo para as indústrias farmacêuticas devido a pressão da assistência médica, programas governamentais, além da incidência de medicamentos genéricos, onde a assistência médica em geral incentivava seus pacientes a escolherem medicamentos genéricos que possuíam preços acessíveis a população.

Nos anos de 2002 a 2003 a Betapharm teve uma redução em seu lucro, pois um de  seus remédios de sucesso teve redução nas vendas devido a perda da proteção de patente e a produção como genérico.

Para tentar a recuperação de lucros, as empresas farmacêuticas se concentraram em atividades de pesquisa, desenvolvimento, vendas e marketing, não acompanhando a adoção de práticas inovadoras da cadeia de suprimentos por demais setores. No entanto, com a pressão crescente dentro da indústria farmacêutica, as empresas passaram a optar por mecanismos de controle de custos as tornando mais competitivas. A partir de 2002, a grande maioria das empresas automatizou seu processo de gerenciamento de gastos.

 A adoção do e-procurement reduziu o custo de geração dos pedidos de compras, por ser uma valiosa ferramenta na busca por novos fornecedores de bens e serviços, diminuindo gastos com material decorrentes da maior competição entre os fornecedores.

A Betapharm detinha entre 5 a 10% do mercado farmacêutico mundial com fabricação de remédios para as áreas: anti-infecciosos, sistema nervoso central, sistema respiratório e trato gastrointestinal/metabolismo. Além destes, alguns produtos de sucesso contribuía para o lucro da Betapharm, tais como: depressão, pneumonia e infecções bacterianas.

No entanto, a patente destes produtos expiraria em dois anos, o que faria empresa perder parte do seu lucro, já que poderiam ser produzidos como genéricos por outras empresas. Com isto a Betapharm pretendia reduzir suas despesas de compras, e optou pelo leilão reverso, mesmo sendo pessimista no processo, a alta administração se empenhou no processo, obtendo êxito.

A Betapharm adotou grupo de sourcing para o processo de compras, composta por representantes das áreas de compras, qualidade, técnica, finanças e logística. Este grupo formulava estratégia para cada produto a ser adquirido, sendo minuciosamente analisado sob o ponto de vista de seus custos externos, que impactam seu preço final, e também custos internos, ligados ao armazenamento e uso,  optando pelo melhor processo de compras, método, e finalmente selecionando o melhor fornecedor.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.1 Kb)   pdf (93.2 Kb)   docx (28.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com