TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha sobre o texto: O menino e a caixa

Por:   •  16/9/2015  •  Resenha  •  642 Palavras (3 Páginas)  •  699 Visualizações

Página 1 de 3

Introdução:

Este texto foi desenvolvido de acordo com o que foi solicitado na atividade em grupo. Que é explanar a relação e unir as ideias encontradas no texto O menino e a caixa com o que vimos até o momento no curso de Administração a distancia da UNIP.

Neste inicio de curso estudamos quatro disciplinas. Como todo curso algumas disciplinas aos olhos da maioria dos estudantes, são vistas com menos importância referente a outras matérias ministradas no curso. Analisando o texto e filtrando algumas das mensagens que ele repassa pra quem o lê, vimos a relação que o mesmo tem como cotidiano de aprendizado escolar de um estudante.

O texto relata a rotina aparentemente interminável de um menino que recebe objetos de um entregador e os armazena em uma determinada caixa. No começo, conforme os objetos eram lançados, o menino tentava armazena-los de maneira organizada na caixa.  Porém a cada dia os objetos se acumulavam de tal maneira que já não era mais possível organizar. E depois de um tempo as paredes da caixa começaram a ceder e deformando-a, devido à pressão causada pelo que ali foi colocado. O medo das paredes da caixa não aguentarem e estourar jogando tudo pra fora começou a pairar sobre a cabeça do entregador, já que se isso acontecesse tudo estaria perdido. O menino chegou ao ponto de ter que manter a tampa da caixa aberta para que os objetos pudessem ser armazenados. O fluxo com que os objetos eram atirados na caixa chegou a um ponto onde não fazia diferença se já existisse ali dentro, ele era armazenado novamente de qualquer maneira. O entregador de objetos ao ver as paredes da caixa cedendo e algumas coisas saindo entre elas e imaginou que o que estava saindo dali de dentro naquele momento poderiam ser objetos novos, frutos da fusão do que ali fora colocado. Porém naquele momento eram apenas vestígios, pedaços de tudo o que foi colocado ali dentro e que se quebrou com a pressão pela falta de espaço. Chega o momento em que a caixa explode e lança os objetos para toda parte. Ate que o entregador olha para dentro do que restou da caixa e vê algo novo e ao mesmo tempo estranho, mas surpreendentemente lindo. Era uma pequena e humilde, como diz o autor: Era sua primeira ideia.

A principal mensagem extraída desse texto é a de que o menino é como se fosse um aluno que em sua rotina de estudos recebe todo tipo de informação de seus professores. Talvez aconteça que em algum momento um aprendizado ou outro pareça não lhe trazer beneficio algum. Mas o aluno armazena as informações com todas as outras passadas pelo professor em sua mente. Expandindo-a, e processando tudo que esta ali dentro, e em um determinado momento no futuro tal aprendizado lhe fará sentido e sua absorção e armazenamento será de grande proveito. Ao final desta etapa de aprendizado, todas as informações e conhecimentos jogados na sua mente, pode causar uma aparente desordem no começo. Mas no final de tudo o resultado na maioria das vezes é algo novo e preparado, e com certeza tudo o que lhe foi passado foi extremamente importante para sua formação. Seja ela profissional pessoal ou conceitual. Sua mente já não será mais a mesma depois deste processo exaustivo, porém gratificante.  Gratificante ainda mais para seu educador/entregador de objetos, pois graças ao fato dele acreditar no potencial da mente de seu aluno isso se torna possível de ser realizado.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)   pdf (53.9 Kb)   docx (11.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com