TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo Conceitos Básicos de Gestão AV1

Por:   •  14/5/2015  •  Ensaio  •  2.345 Palavras (10 Páginas)  •  464 Visualizações

Página 1 de 10

Resumo Evolução do pensamento Ocidental

Grécia antiga (NATUREZA)

  1. Sócrates (470/399 AC): entendia que a razão permitia ao homem sobrepor-se aos instintos, que é a base da irracionalidade. Definia a RAZÃO como uma peculiaridade do Homem. Ele entendia a Administração como uma habilidade pessoal separada do conhecimento técnico e da experiência.
  1. PLATÃO (428/ 347 ac):Esse filósofo procurou definir um lugar para a razão no corpo humano, e definiu que esse lugar seria a cabeça, pois para ele, era onde se encontrava a alma.
  2. ARISTÓTELES (384/ 322 ac): distingue três formas de Administração pública: monarquia ( governo de um só, que pode gerar tirania); aristocracia (ou governo de uma elite, que pode descambar em uma oligarquia) e democracia (governo do povo, que pode degenerar em anarquia).

Mundo medieval (Cristianismo – Deus)

  1. Santo Agostinho (354-430): A alma não era somente sede de razão, mas a prova da manifestação Divina no homem. A alma era imortal, por ser um elemento que liga o homem a Deu.
  2. São Tomás de Aquino (1225-1274): Na busca de encontrar novas justificativas para a relação entre Deus e os homens, São Tomas as acha no passado, com Aristóteles, a distinção entre essência e existência. Então encontra argumentos racionais para justificar os dogmas da Igreja e garantir o monopólio do estudo psíquico (Fé = Razão). Essa foi a mesma época em que o Capitalismo surgia com a Revolução Francesa e a Revolução Industrial.

Resumo Evolução do pensamento ocidental e Era Moderna

  1. René Descartes (1596-1659): Contribuiu para o avanço da ciência. O homem possui uma substancia material e outra pensante, e o corpo, desprovido de espírito, é só uma máquina.

Resumo Revolução Industrial

Iniciou na Inglaterra em duas épocas distintas: 1780 – 1860 – 1ª Revolução Industrial – do carvão e do ferro passou por quatro fases; e 2ª Revolução Industrial (1860 – 1914) do aço e da eletricidade.

  1. 1ª Revolução Industrial – passou por quatro fases:

Mecanização da indústria e da agricultura – máquinas que substituíam com grande vantagem o trabalho humano.

Aplicação da força motriz à indústria – aplicação do vapor às máquinas transforma oficinas em fábricas.

Desenvolvimento do sistema fabril – artesão se torna operário nas industrias em detrimento da atividade rural (urbanização).

Espetacular aceleramento dos transportes e das comunicações (Navegação à vapor, estradas de ferro, telégrafo elétrico, selo postal e o telefone).

  1. 2ª Revolução Industrial começa em torno de 1860 provocada por três eventos: o processo de fabricação do aço (1856), o dínamo (1873) e o motor de combustão interna (1873). As características da segunda revolução industrial são: substituição do ferro pelo aço como material industrial básico, substituição do vapor pela eletricidade e petróleo como fontes de energia, desenvolvimento de máquinas automáticas e especialização do operário e crescente domínio da indústria pela ciência. Capitalismo industrial cedeu lugar ao capitalismo financeiro. Transformações nos transportes e nas comunicações – 1880 produção de automóveis por Daimler e Benz – Henry Ford e o modelo T em 1908 – 1906 Santos Dumont e o avião.

Resumo Do Período Da Incerteza

Desreferencilização, desubstanciliação, desterritorialização, hedonismo e individualismo.

No final do século XVIII os economistas clássicos liberais provocam uma reação para o liberalismo que culmina com a ocorrência da Revolução Francesa. No contexto de liberalismo econômico, o papel do governo é o de garantir a lei a ordem e a livre competição.

Contudo, Karl Marx (1818 – 1883) e Friedrich Engels (1820-1895) nos mostram que o Capitalismo é um modo de produção transitório e sujeito a crises econômicas cíclicas – constitui uma etapa de desenvolvimento para o socialismo e o comunismo.

O Capitalismo pôs o mundo feudal em movimento, buscava-se mais tipos variáveis de matéria-prima na natureza e a hierarquia do clero e da nobreza começaram a ser questionadas. O universo foi posto em movimento e o sol tornou-se o centro do universo, o homem deixou de ser o centro do universo e o conhecimento tornou-se independente da fé.

Artesanato e corporações de ofício foram substituídos por produção de máquinas dentro das fábricas. Assim, houve a transferência da habilidade do artesão para a máquina que produz mais rápido, com maior quantidade e qualidade reduzindo custos de produção, a substituição da força do animal ou músculo humano pela máquina a vapor e depois pelo motor, permitindo maior produção e economia. Nesse sentido, a organização moderna nasceu com a Revolução Industrial devido: à ruptura das estruturas corporativas da Idade Média; ao avanço tecnológico e à aplicação dos progressos científicos à produção e à descoberta de novas formas de energia e à enorme ampliação de mercados.

Resumo do Período do Racionalismo

Princípios do Método Cartesiano:

  1. Dúvida sistemática ou da evidência - Consiste em não aceitar nada como verdadeiro enquanto não se souber com evidência aquilo que é realmente verdadeiro.
  2. Análise ou de decomposição – Decompor em etapas e resolver os problemas separadamente.
  3. Síntese – Passando dos assuntos mais fáceis gradualmente para os mais difíceis.
  4. Verificação - Consiste em verificar, rever e recontar para que se fique seguro de nada haver omitido.

Resumo Psicologia no Século XX

A Psicologia deixa de ser exclusividade dos filósofos para ser estudada e investigada pela Fisiologia e pela Neurofisiologia, instaurando a possibilidade de medida do fenômeno psicológico.

A Psicologia, quando era um ramo da Filosofia, estudava a Alma. Quando a Psicologia Científica chegou, de acordo com os padrões do Século XIX, quando Wundt preconiza a Psicologia como “sem alma”.

O conhecimento tido como científico passa a ser aquele produzido por laboratório, com uso de instrumentos e medições recupera para a Psicologia a importância da afetividade e postula o inconsciente como objeto de estudo, quebrando a tradição da Psicologia como ciência da consciência e da Razão.

TAREFAS:

Organização Racional - Trabalho Tempos e Movimentos - Fadiga Humana - Divisão do trabalho Especialização do operário - Desenhos de cargos e tarefas Incentivos salariais e prêmios de produção - Homo econômicos - Condições de trabalho - Padronização Supervisão funcional.

Resumo da Era Industrial

A história das organizações pode ser dividida em seis fases:

  • FASE ARTESANAL - Inicia a Revolução Industrial. Há um predomínio de pequenas oficinas, granjas e agricultura, com base no trabalho escravo e no uso de ferramentas elementares. Há resquícios ainda do feudalismo e o sistema comercial baseia-se na antiga tradição das trocas em mercados locais.

  • INDUSTRIALIZAÇÃO - Corresponde à Primeira Revolução Industrial, que aconteceu entre 1780 e 1860. Oficinas mecanizadas transformam-se em fábricas e usinas dotadas de enormes e pesadas máquinas que passam a substituir o esforço muscular humano.

  • DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL - Corresponde à Segunda Revolução Industrial, entre 1860 e 1914. Dá-se a substituição do ferro pelo aço como material industrial, e do vapor pela eletricidade e pelos derivados do petróleo como principais fontes de energia. Surge o intenso desenvolvimento da maquinaria, com o aparecimento do motor a explosão e do motor elétrico. Surgem os grandes bancos e as instituições financeiras junto com uma ampliação dos mercados.
  • GIGANTISMO INDUSTRIAL - É a fase situada entre as duas Grandes Guerras Mundiais (entre 1914 e 1945). É a fase que compreende a grande depressão econômica de 1929 e a crise mundial por ela provocada. Crescimento das ferrovias e rodovias, meios de comunicação (rádio, TV, e telefone), ênfase de materiais petroquímicos.
  • FASE MODERNA – Pós-guerra (Após 1945). Novos materiais básicos surgem (como plástico e alumínio) e novas fontes de energia são desenvolvidas (energia nuclear, solar e eólica), porém o petróleo e a eletricidade mantêm seu predomínio. Surgimento de televisão a cores, o computador e a transmissão via satélite. Por outro lado, é uma fase também marcada pela escassez de recursos, inflação, juros e custos em contínua ascensão.
  • FASE DA GLOBALIZAÇÃO - Fase pós 1980. É a fase da revolução do computador e da utilização da internet como uma nova maneira de se fazer negócios, marcando a entrada na Era da Informação. Nesta fase, as empresas lutam com acirrada concorrência e enfrentam a dificuldade (incerteza) em entender as reações do mercado e as ações dos concorrentes.

Resumo De Os Conceitos De Organização E Administração

As organizações são grupos estruturados de pessoas que se juntam para alcançar objetivos comuns.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (15.6 Kb)   pdf (95.6 Kb)   docx (19.4 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com