TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATÉ ONDE VAI A SUA CRIATIVIDADE: A PROFISSÃO DO ARQUITETO

Por:   •  21/11/2018  •  Trabalho acadêmico  •  2.071 Palavras (9 Páginas)  •  79 Visualizações

Página 1 de 9

ATÉ ONDE VAI A SUA CRIATIVIDADE: A PROFISSÃO DO ARQUITETO

O aluno deverá fazer uma análise de todo o trabalho da disciplina, desde o reconhecimento do terreno, escolha do tema, pesquisas, etc até a elaboração final do produto, conforme programa. Deve levar em consideração às restrições legais que teve de enfrentar, prazos, e até a falta de material.

Na atividade que foi desenvolvido esse semestre na disciplina de projetos especiais era a criação um projeto efêmera, com isso exercemos algumas etapas de projeto.

A primeira etapa para criação de um projeto é o Estudo de Viabilidade. O Estudo de Viabilidade é uma análise técnica de um empreendimento ou edificação. São avaliados, a área do terreno, sua localização dentro do zoneamento da cidade e em seguida os parâmetros urbanísticos definidos pela Lei (Coeficientes de Aproveitamento, Potencial Construtivo, Área Permeável, Afastamentos, Limitações de Gabarito, Usos Permitidos, etc.) definidos pela Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo e a  ABNT NBR 16636 1 e 2. O estudo viabilidade requer muita investigação sobre o que se pode e o que não se pode edificar ou parcelar em determinado local.

Segundo passo e o estudo preliminar vai verificar a viabilidade da intervenção fazer um estudo preliminar do local da obra. Fazendo medições e registros fotográfico.

 

O resultado do Estudo de Viabilidade é um relatório técnico sobre: o que se pode e o que não se pode edificar ou parcelar em determinado local.

 

Processo de criatividade na nossa profissão e aplicar isso no objeto executado e citar a falta de material e usar a criatividade em usar outro material.

No nosso caso foi o plano de intervenção.

 Na escala urbana vistoriamos o terreno e o entrono e a legislação e considerar os erros de obras.

Empecilho da legislação e cliente até o tempo e as limitações pessoais

Referencias biobibliográfica as normas.

4.1.2 Esta Parte da ABNT NBR 16636 é aplicável aos serviços técnicos de projeto necessários à execução de obras, conforme as classes ou categorias de intervenções correntes para:

 a) edificações novas, construção;

 b) edificações existentes; ampliação, redução, modificação, remanejamento, reciclagem, reconversão, recuperação, reforma, preservação, conservação, reparação, restauração; pré-fabricação e pré-moldagem;

 c) montagem;

 d) edificações existentes; ampliação, redução, modificação, remanejamento, reciclagem, reconversão, recuperação, reforma, preservação, conservação, reparação, restauração.

Na criação do projeto urbano foi analisado o contexto urbano, identificando o local a característica da população, a paisagem local, a história e patrimônio e até mesmo a utilização dos espaços públicos e transporte coletivo. Além disto, sua criação deve integrar-se os dispositivos da lei com regulamentação do solo, zoneamento, áreas interditas a construção. O projeto urbano foi realizado em um espaço mal utilizado. Levamos em consideração a misturas de uso e a importância do transporte urbanos coletivo e transporte alternativos, como a bicicleta. O projeto e uma iniciativa publica com privado  

 

Antes de desenvolver um projeto arquitetônico, o profissional deve realizar o levantamento arquitetônico. Primeiramente deve se realizar uma entrevista com o cliente, para entender as necessidades de quem irá frequentar ou morar no espaço. Esse dado serve para a elaboração do programa de necessidade.

Como tudo o arquiteto terá que fazer um estudo preliminar do local da obra. Fazendo medições e registros fotográfico.

Com esses dados começa os esposos e croqui, levantamento orçamento preliminar, busca de projeto legais

Como todos dados, fazer o projeto executivo fazendo memorial descritivo e construir o objeto

https://blog.vejaobra.com.br/como-arquitetos-podem-fazer-um-orcamento-completo-de-obras/

O processo de planejamento começa pela definição clara dos objetivos do projeto;

• todas as atividades envolvidas no projeto e os recursos necessários para realizá-las devem ser identificados, ou seja, é preciso determinar quais os trabalhos e materiais são necessários para que o projeto seja concluído;

• uma vez identificadas as atividades, sua relação sequencial precisa ser determinada; antes que outras atividades sejam iniciadas, o gerente de projetos deve identificar quais atividades devem ser completadas e quais podem ser empreendidas simultaneamente, podendo planejar a fase de utilização de diagramas de fluxo;

•feita essa identificação, o gerente deve realizar o cálculo das estimativas de tempo para as atividades e a sua programação;

•utilizando-se dessas estimativas, o gerente desenvolve o cronograma geral do projeto e fixa a data de conclusão;

• o cronograma do projeto é comparado com os objetivos e são feitos os ajustes necessários;

 • os recursos são estimados e colocados em um cronograma financeiro.

Os elementos que devem ser avaliados e monitorados nesse sistema são;

Escopo do projeto;

• especificações do produto e/ou ser viço;

 • cálculo de custo;

•projeções financeiras, que consistem no provisionamento de fundos e outros padrões de desempenho derivados do projeto.

Decisões e tarefas referentes ao planejamento do projeto

[pic 1]

Após a identificação do produto ou do serviço, é necessário preparar a lista de atividades, sequenciá-las e colocá-las em um organograma. Realizada essa tarefa, o gerente do projeto define os recursos necessários para assegurar a realização das atividades e elaborar o orçamento, que é a estimativa dos custos do projeto.

O processo de planejamento pode ser mais importante do que os planos e os projetos que dele surgem e requer que os gerentes destinem tempo para refletir sobre o que já ocorreu, o que está ocorrendo e o que pode o correr durante sua operacionalização.

O projeto no processo de planejamento como afirmamos anteriormente, todo projeto consiste em um documento que traduz um processo de planejamento. Por isso, ele deve apresentar  exequibilidade técnica,  vi abi li da de e conômica, conveniência social e aceitação política. Sua realização envolve o desenvolvimento de um plano principal, contemplando um sistema de informações confiável, um planejamento inicial integrado  do ciclo de vida do projeto, bem como a evolução, o incremento e a implantação de um sistema de avaliação e de controle eficiente.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.9 Kb)   pdf (298.1 Kb)   docx (63.8 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com