TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

FICHAMENTO DO ARTIGO BASES PARA UMA METODOLOGIA DA PESQUISA EM DIREITO

Por:   •  11/6/2018  •  Resenha  •  1.135 Palavras (5 Páginas)  •  98 Visualizações

Página 1 de 5

FICHAMENTO DO ARTIGO BASES PARA UMA METODOLOGIA DA PESQUISA EM DIREITO

 Bárbara Azevedo Costa

Monografia I – Professor: Rodrigo Augusto Lima de Medeiros  

1.         ADEODATO, João Maurício. Bases para uma Metodologia da Pesquisa em Direito. Portal de Publicações do CEJ, abril de 1999.

2.        Em um primeiro plano, o artigo propõe uma reflexão acerca da desvalorização sistemática do âmbito jurídico acadêmico, no que se refere a elaborações de pesquisas e aprofundamento de estudo judiciais. Nesse sentido, o autor indaga que o ensino jurídico perpassa por uma fase de modificação, qual seja, a de sobrelevância dos problemas práticos cotidianos em detrimento da realização de pesquisas acadêmicas, o que, consequentemente, gera uma insipiência coletiva dos juristas, que minimizam o valor de um estudo aprofundado.

Como sói acontecer, refletindo a dita dinâmica dos profissionais do direito, há uma equivalente depreciação da pós-graduação. Isto, pois, em um cenário macrossocial, percebe-se que esse movimento comodista dos juristas: de não reconhecer a devida importância da pesquisa, gera uma cadeia depreciativa que resulta em um alto índice de desistência dos cursos de pós-graduação e, por consequência, em um investimento público desperdiçado, uma vez que há uma quantidade notável de bolsistas que não cumpre com as obrigações institucionais. Isto, resta claro quando as adversidades ordinárias do dia a dia superam a notoriedade de um curso de pós-graduação.

Diante disso, o artigo revela seu intuito, qual seja, o de auxiliar quem pretende participar de uma discussão sobre o direito em bases científicas, norteando, de maneira prática, o passo a passo da estrutura de uma boa pesquisa.

3.         Nesse lanço, em uma abordagem inicial, o texto revela a importância da escolha de um tema de trabalho, ressalvando que este, não necessariamente, precisa ser original. Nada obstante, frisa que a originalidade científica é algo que sempre deve se ter como objetivo em uma pesquisa, pois, através dela, há uma maior probabilidade de alcançar uma análise epistemológica mais robusta e concisa.

Ainda nesse passo, o autor intenta sobre a necessidade de precisão e acuidade do tema a ser escolhido no projeto. Para tanto, traça estratégias de delimitação temáticas: por assunto, por autor, por circunscrição temporal, por circunscrição espacial, por referência expressa a aspecto específico do direito positivo etc. Com isso, promovendo uma pesquisa mais restritiva, todavia mais perscrutada e rica em conteúdo.

Outrossim, destaca a relevância de uma análise científica que una a esfera teórica e prática, haja vista que a integralidade de uma pesquisa é alcançada pelo seu reflexo fático, constatando a insuficiência de uma análise meramente teórica. Nessa vereda, ratifica-se que o próprio direito constitui matéria iminentemente prática, não havendo nexo lógico em limitar-se em uma análise especulativa.

4.        Em seguida, o texto bem denota o caráter prospectivo de um projeto, o que se subsume na necessidade de que sua organização espelhe sua essência. Nesse mesmo sentido, o autor assume a suma importância da clareza e objetividade da pesquisa e as fontes que a alicerçam, in verbis (fl. 4):

“Ele precisa apoiar-se o mais claramente possível no objeto investigado, seja este objeto formado por eventos, um conjunto de normas ou opiniões de leigos, agentes jurídicos, doutrinadores. Daí a importância das fontes de referência, que serão comentadas adiante”

Nesse diapasão, aborda também a indispensabilidade de problematização dos pontos principais do tema escolhido, tal como a explicação dos mesmos. Dessa forma, ratificando quão patente é o conjúgio da atmosfera fática e teórica para obtenção de um trabalho coerente e primoroso. Nesse sentindo, uma pesquisa bem realizada é equilibrada, isto, pois as bases do projeto devem estar em harmonia - em se falando de bibliografia e empirismo envolvidos na temática abordada.

Isto posto, o autor explora a divisão tópica do tema escolhido como fator substancial para um desenvolvimento coeso e límpido da problemática aludida na pesquisa. Nesse lanço, ainda, elucida que é de maior interesse que esses tópicos possuam títulos específicos e personalizados, assim, não prejudicando a clareza da temática apresentada e promovendo a individualização do conteúdo pesquisado e amostrado.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.2 Kb)   pdf (101.4 Kb)   docx (13.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com