TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Ntrodução de um produto no mercado doméstico brasileiro

Por:   •  31/8/2015  •  Trabalho acadêmico  •  833 Palavras (4 Páginas)  •  231 Visualizações

Página 1 de 4

Dumping: a introdução de um produto no mercado doméstico brasileiro, inclusive sob as modalidades de drawback, a um preço de exportação inferior ao seu valor normal.

Direito Empresarial: Conjunto de normas, costumes e princípios criados para regular os processos de produção e circulação de bens e serviços. Regula as relações jurídicas específicas dos empresários individuais ou sociedades empresárias entre si

Estabelecimento Empresarial: Ex.:Unidade de produção montada na garagem da casa dos pais de Steve Jobs

Corporações: objetivo de regulamentar a atividade e defender os interesses de uma determinada classe de profissionais. Regulamentavam toda a atividade dos comerciantes. Eram elas que definiam os preços e controlavam a qualidade das mercadorias.

Empresário exerce profissionalmente a empresa

Empresa: Caracteriza-se pela organização dos fatores de produção para a produção e circulação de bens e serviços. (habitualidade, pessoalidade e monopólio das informações).

Ex.:Produção e comercialização de computadores pessoais

Empresário: quem exerce profissionalmente atividade econômica (capital, mão-de-obra, insumos e tecnologia) organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços. Pode ser Pessoa Física (Empresário Individual) ou Pessoa jurídica (Sociedade empresária). Ex.: Apple Computers Inc.

Atividade Econômica: Atividade Empresarial ou Econômica Civil

Atividade Empresarial: Regime Jurídico empresarial – Pessoa Física (Empresário Individual) ou Pessoa Jurídica (Empresário Coletivo).

Atividade Econômica Civil: Regime Jurídico Civil – Profissionais Intelectuais; Exercente de atividade rural não inscrito na Junta Comercial; Cooperativas; Atividade Econômica explorada por quem não se enquadra no conceito legal de empresário.

Profissão intelectual: Não é considerado empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística, ainda com o concurso de auxiliares ou colaboradores, salvo se o exercício da profissão constituir elemento de empresa.

Ex.: Advogados; Médicos; Odontologistas; veterinários; Farmacêuticos; Engenheiros; Químicos; Parteiros; Economistas; Contabilistas; Professores; Escritores; Autores teatrais; Compositores.

Cooperativas: são sociedades formadas por pessoas ou grupos que têm os mesmos interesses e se encontram em situação de desvantagem no mercado, que se associam com o objetivo de obter vantagens econômicas e, assim, exercerem atividade econômica de forma mais competitiva.

Profissionais liberais: exercem atividade econômica civil, ainda que contratem auxiliares ou colaboradores, salvo quando o exercício da profissão constituir elemento de empresa.

Direito Civil: regula a relação entre pessoas em geral.

Direito Comercial: tem início a partir do declínio do Feudalismo, com a criação das corporações de ofício. É um conjunto de normas, princípios e costumes criados para regular as práticas comerciais.

Direito Comercial substituída pelo Direito Empresarial: ficou mais abrangente, pois engloba tanto a atividade dos comerciantes quanto dos produtores de bens e prestadores de serviços.

Comerciante: Aquele que pratica, de forma habitual e profissional, atos de comércio.

Ato de comércio: o comerciante quem pratica a compra de mercadorias para posterior revenda.

Sócio(s): Ex.:Steve Jobs e Steve Wozniak

Empresário Individual: o empresário atua em seu próprio nome, como pessoa física, desempenhando atitivade econômica empresarial. Deve fazer o registro de sua firma mercantil empresarial no Registro Público de Empresas Mercantis e, nessa modalidade, responde

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.3 Kb)   pdf (44.5 Kb)   docx (13.1 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com