TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Filme Os Miseráveis

Por:   •  5/6/2013  •  1.451 Palavras (6 Páginas)  •  819 Visualizações

Página 1 de 6

Universidade

Filme “Os Miseráveis”

São Paulo, 01 de Abril, 2013.

Filme “Os Miseráveis”

Título Original: Les Misérables

Ano de Produção: 2012

País de Produção: Reino Unido

Direção: Tom Hooper

Roteiro: Victor Hugo, William Nicholson, Claude Michel Schönberg, Alain Boubil

Duração: 158 min.

Os Miseráveis

Os miseráveis, obra de Victor Hugo, conta a história do ex-detento Jean Valjean, na França do século XIX. Uma vez solto, após cumprir sua pena, de 19 anos por roubar um pão encara uma realidade cheia de preconceitos e carente de oportunidades a pessoas como ele. Logo que sai da prisão, sem ter pra onde ir, imagina que sua única saída é furtar um padre que lhe deu abrigo, o qual, no entanto, compreende sua situação, não lhe denuncia e lhe aconselha. Numa fração de segundos, refletindo sobre as palavras do padre. Valjean quebrou a condicional. Javert acreditava piamente na justiça da lei, pois considerava incorrigíveis as pessoas que já tinham transgredido a lei uma vez. Valjean passou a utilizar outro nome e começou a trabalhar como cortador de árvores numa pequena cidade, e foi inteligente em perceber como grande oportunidade de negócio o uso das fibras da urtiga – encontrada em grande quantidade na floresta onde cortava árvores – na fabricação de tecidos de grande resistência. Foi assim que ele se tornou um homem muito bem sucedido, abrindo uma fabrica na cidade, empregando várias pessoas, e até mesmo se tornando prefeito desta cidade.

É de se notar que Valjean tentava, na medida do possível, ajudar cada morador da cidade, contribuindo para obras assistenciais e, às vezes se envolvendo pessoalmente no drama de seus concidadãos, procurando encontrar uma solução ou oportunidade para as pessoas que ele ajudava. Não admitia nenhum tipo de preconceito por rótulos, como aquele de que ele próprio era vítima no início de seu período de liberdade.

É quando sua história se cruza com a história de Fantine, uma jovem que foi abandonada grávida pelo namorado. Deparando-se com a dificuldade de trabalhar para sustentar a filha e ao mesmo tempo cuidar da criança, decide deixá-la aos cuidados de um casal de estalajadeiros, os Tenardiers, que prometem cuidar da criança como uma filha, informando uma grande quantia mensal em dinheiro como necessário para o sustento da criança. Na verdade, os Tenardiers usam o dinheiro que Fantine lhe manda para seu próprio conforto, e tratam a criança, chamada Cozette, como uma empregada, ou até mesmo como um animal de carga.

Fantine, sem saber da situação da filha, trabalha incansavelmente para mandar o dinheiro solicitado pelos Tenardiers. Mas quando a gerente da fábrica descobre que Fantine é mãe solteira, um rótulo social lhe faz vítima do preconceito e ela dispensada do trabalho. É obrigada a prostituir-se, mas sem alimentar bem, já se encontrava doente, e os homens não lhe queriam. Vendeu até mesmo seus dentes e seus cabelos para conseguir dinheiro para mandar para a filha.

Foi espancada e presa ao tentar prostituir-se nas ruas, uma vez mais, doente e desfigurada. Foi quando Valjean, sob a alcunha de Sr. Madeleine, interviu por ela, prometendo trazer-se a filha de volta, para que pudesse vê-la ao menos, antes da morte que lhe espreitava.

Mas Valjean preocupava-se também com outra pessoa naquele momento. Um homem que foi confundido com ele e que seria julgado e condenado à prisão perpétua em seu lugar. No conflito entre seu interesse de permanecer na confortável vida conquistada como Sr. Madeleine, e sua inclinação pela ação correta de não permitir que um homem vá para prisão pelo resto da vida em seu lugar, ele decide revelar sua verdadeira identidade, a fim de evitar a sentença injusta ao outro homem. Javert já sabia onde Valjean estava, e compareceu para prendê-lo, mas Valjean fugiu, não por si mesmo, mas para cumprir a promessa que havia feito à Fantine – já falecida – de buscar sua filha Cozette das mãos dos Tenardiers.

Encontrando Cozette em péssimas condições, e sem revelar que conhecia a origem da criança, teve de comprá-la por um alto preço dos Tenardiers. O policial

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com