TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Vida De Jó

Por:   •  24/6/2014  •  479 Palavras (2 Páginas)  •  332 Visualizações

Página 1 de 2

Satanás ficou diante de Deus e acusou Jó de ser interesseiro. Ele alegou que este homem fiel servia a Deus somente porque recebia bênçãos e proteção do Senhor. Mas Deus conheceu o coração deste homem da terra de Uz, e sabia que era, de fato, um homem sem par, “íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal” (Jó 1:8). Séculos depois, Deus citou o nome de Jó como um de três exemplos de homens que se mostraram retos em circunstâncias difíceis (Ezequiel 14:12-20). Passaram ainda outros 2.600 anos da profecia de Ezequiel até hoje, e Jó continua como um excelente exemplo de um homem íntegro.

Um Resumo da História de Jó

A história de Jó se resume em duas discussões entre Deus e Satanás, a aflição de Jó pelo Adversário, uma série de debates nos quais Jó e alguns amigos procuram entender o seu sofrimento, e as respostas do próprio Senhor no final do livro.

Jó viveu na época dos patriarcas, provavelmente entre Noé e Abraão, em termos de cronologia. Não sabemos nada sobre a sua linhagem, mas as Escrituras relatam que foi um homem muito fiel a Deus. Jó era casado, com dez filhos, e era o homem mais rico da região onde morava.

Mas Satanás, o acusador dos servos de Deus, alegou que a fé de Jó era superficial e interesseira. Para provar que o diabo estava errado, Deus permitiu que o Adversário atormentasse Jó. Ele tirou a riqueza, os filhos e a saúde deste homem íntegro, mas Jó não se virou contra Deus.

Amigos de Jó tentaram confortar o sofredor, mas acabaram aumentando a sua aflição. No seu entendimento limitado da justiça e da sabedoria do Soberano Deus, eles acusaram Jó, falsamente, de ser um terrível pecador que recebia castigo divino merecido. Jó, sendo fiel, não podia mentir e admitir pecados que não havia cometido. Ele discutiu com os amigos e negou as suas acusações pesadas. Mas ele, também, não compreendia os motivos do seu sofrimento (estes homens não sabiam das conversas entre Deus e Satanás). Ele queria perguntar para Deus e se defender diante do Criador, mas não tinha acesso ao Senhor. Depois de vários debates com seus amigos, Jó ouviu as palavras de Deus no final do livro. Deus ainda não explicou tudo para ele, mas relembrou Jó e seus amigos que ele é o Soberano e Onisciente Deus, Criador e Sustentador do Universo.

Perspectivas Diferentes sobre Jó

O problema específico abordado no livro de Jó é o sofrimento deste homem. As conversas relatadas ao longo do livro apresentam basicamente quatro perspectivas diferentes sobre Jó e sua circunstância.

A Perspectiva de Jó: Este homem não se achou perfeito, mas ele se considerou justo. Ele não reconhecia nenhum pecado que traria sobre ele a ira de Deus. Até sentiu a confiança para falar para Deus: “Quantas culpas e pecados

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.8 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com