TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Química Orgânica - Hidrocarbonetos

Por:   •  31/3/2021  •  Trabalho acadêmico  •  1.656 Palavras (7 Páginas)  •  9 Visualizações

Página 1 de 7

Classificação das cadeias carbônicas

Os átomos de C têm uma propriedade especial, a qual o faz se unirem e formarem as cadeias carbônicas. Estas, por sua vez, possibilitam a existência de milhares de compostos orgânicos.

Para representá-los, as formas mais usadas são as estruturais e as de traços, na qual cada traço “-” representa uma ligação, sendo os carbonos os “vértices” de encontro desses bastões.

Segue a fio como é feita sua classificação que é essencial para um estudo mais simplificado.

São dividas em dois grupos principais:

Aberta/acíclica

São compostas de ao menos 2 extremidades e não formam nenhum ciclo, são abertos (de visto modo, pode-se pensar que não se forma “bolinhas”).

Dentro desse grupo, há três classificações:

Classificam-se em relação a presença de outros átomos a não ser C entre si, os chamados heteroátomos (em destaque N, O, S e B), como:

Homogêneas

Não há átomos de outros elementos. Átomos de outros elementos fora da cadeia não contam.

Heterogêneas

Há átomos de outros elementos.

Classificam-se em relação ao tipo de ligações químicas covalentes entre os átomos de C como:

Saturadas

Apenas ligações simples.

Insaturadas

Pelo menos uma ligação dupla ou tripla.

Classificam-se em relação a presença de ramificações e número de extremidades como:

Normal/linear

Sem ramificações (radicais) e apenas 2 extremidades.

Ramificada

Com ramificações (radicais) e no mínimo 3 extremidades.

Fechada/cíclica

Não apresenta extremidades e fecham pelo menos 1 ciclo.

Estes, por sua vez, se classificam em mais 2 grupos:

Aromáticas

Possui pelo menos 1 anel aromático (ligações duplas alternadas). Em geral, têm 6 átomos de C que alternam entre ligações duplas e simples entre si.

Estes, por sua vez, podem ser:

Mononucleares

Possuem apenas 1 núcleo, ou seja, 1 anel aromático. Seriam, de visto modo, apenas uma “bolinha”.

Polinucleares

Possuem vários núcleos, ou seja, vários anéis aromáticos. Seriam, de visto modo, mais de uma “bolinha”.

Os polinucleares ainda têm dois tipos, sendo eles:

Isoladas

Os anéis não compartilham átomos de C.

Condensadas

Os anéis compartilham átomos de C.

Não aromáticas/acíclicas

Não possui anéis aromáticos (ligações duplas alternadas).

Dentro desse grupo as classificações são as mesmas de saturadas/insaturadas e homogêneas/heterogêneas para as cadeias abertas.

Por fim, também existem cadeias mistas, as quais são ao mesmo tempo abertas e fechadas.

Classificação dos hidrocarbonetos

Hidrocarbonetos são um grupo de compostos orgânicos formados especialmente por C e H. Eles são muito importantes no mundo químico já que são a base de outros compostos orgânicos. Sua classificação é bem parecida com a das cadeias carbônicas.

Sua fórmula geral se dá por: CxHy

Primeiramente, são divididos em duas classes principais, sendo elas:

Aromáticos

Contém 1 ou mais anéis de benzeno, o qual é uma estrutura de fórmula C6H6, característica do benzeno.

Alifáticos

Não contém o grupo benzeno. Este, por sua vez, se divide em outros dois grupos:

Cadeia aberta ou acíclica

Deve satisfazer a seguinte equação: C - L = 1, sendo C a quantidade de carbonos e L a de ligações covalentes. Não se formam cadeias.

Cadeia fechada ou cíclica

São aqueles que têm uma formação cíclica. Isso quer dizer que tem pelo menos uma cadeia fechada. Um hidrocarboneto pode ser cíclico e, ainda assim, ter um átomo de carbono fora do ciclo.

Os hidrocarbonetos dentro desse grupo também sofrem duas outras classificações:

Saturados

Átomos de C ligados por ligações covalentes simples. Consequentemente, cada átomo de C tem 4 ligações permitidas.

Estes átomos que possuem ligações covalentes simples entre os C são chamados de alcanos. Constituem o petróleo e o gás natural.

fórmula geral alcano: CnH2n+2

ex alcano: CH4, metano

C4H10, butano

Insaturados

Cadeias carbônicas tem 1 ou mais ligações covalentes duplas ou triplas entre os C.

Se forem ligações duplas, são chamados de alceno.

fórmula geral alceno: CnH2n

ex alceno: C2H4, eteno ou etileno

Se forem ligações triplas, são chamados alcino.

fórmula geral alcino: CnH2n-2

ex

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.7 Kb)   pdf (53.1 Kb)   docx (558.1 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com