TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Arte Literária Introdução à Literatura

Artigo: Arte Literária Introdução à Literatura. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  11/9/2014  •  2.647 Palavras (11 Páginas)  •  295 Visualizações

Página 1 de 11

A Arte Literária

Segundo o pintor espanhol Pablo Picasso, “a arte é a mentira que revela a verdade.”

Já para o poeta e crítico de arte brasileiro, Ferreira Gullar, “a arte é muitas coisas. Uma das coisas que a arte é, parece, é uma transformação simbólica do mundo. Naturalmente, esse mundo outro que o artista cria ou inventa, nasce de sua cultura, de sua experiência de vida, das idéias que ele tem na cabeça, enfim, de sua visão de mundo.”

A literatura, como toda arte, é uma transfiguração do real, uma ficção; é a realidade recriada através da visão de mundo do artista.

Através das obras literárias tomamos contato com a vida, nas suas verdades eternas, comuns a todos os homens e lugares, porque são as verdades das mesma condição humana.

TEXTO 1 – Autopsicografia – Fernando Pessoa (poeta português)

O poeta é um fingidor.

Finge tão completamente

Que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,

Na dor lida sentem bem,

Não as duas que ele teve,

Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda

Gira, gira a entreter a razão,

Esse comboio de corda

Que se chama coração.

TEXTO 2 – Poética – Cassiano Ricardo (poeta brasileiro)

I

Que é poesia?

uma ilha

cercada

de palavras

por todos

os lados.

II

Que é poeta?

um homem

que trabalha o poema

com o suor do seu rosto.

Um homem

que tem fome

como qualquer outro

homem.

TEXTO 3 – Sem Título – Isac Machado de Moura

A poesia é como um pássaro que voa,

que corre: foge e se aproxima

com ou sem rima

em versos corridos:

brancos ou coloridos;

que ama e critica

em rima pobre ou rica.

O poeta é qual viveiro convidativo

onde o pássaro poesia repousa

e ousa inspirar.

O poeta inspirado faz sonhar...

refletir,

chorar ou sorrir

sob a magia do verso

“avesso do avesso”

enfrentando um preço

que ninguém quer pagar:

o preço da cultura

clássica ou popular.

Exercícios

1. Com base no texto de Cassiano Ricardo (parte I), podemos afirmar que:

a) A criação poética exige isolamento e trabalho.

b) A criação poética não exige esforço; é fruto exclusivo da inspiração.

c) Só o convívio com outras pessoas possibilita a criação poética.

d) A beleza da arte nada tem de comum com a realidade.

2. Ainda baseado no mesmo texto, assinale a alternativa que melhor se relaciona com ele:

a) A criação poética exige esforço.

b) A forma poética deve traduzir o esforço exigido na sua elaboração.

c) O texto poético exige sobriedade.

d) O texto poético é o oposto da simplicidade.

3. Pode-se depreender do texto I, de Fernando Pessoa:

a) A divinização do poeta.

b) A dessacralização do poeta.

c) A desvalorização do poeta.

d) A ultravalorização do poeta.

4. Ainda de acordo com o texto I:

a) A poesia é feita de sofrimento.

b) A poesia exige isolamento.

c) A poesia se faz com palavras.

d) A poesia é privilégio de poucos.

5. A palavra ilha, empregada no texto de Cassiano Ricardo (parte I):

a) Está usada no sentido próprio.

b) Está usada em sentido figurado.

c) significa isolamento.

d) d) é sinônimo de poeta.

6. De acordo com o texto 2 (parte I), a criação poética:

a) É fruto exclusivo da inspiração.

b) Se faz de acontecimentos.

c) Se faz exclusivamente de emoções.

d) Exige elaboração técnica.

7. A repetição da palavra homem, na segunda estrofe do texto 2:

a) Não traz qualquer efeito expressivo.

b) Contribui para a expressividade.

c) É apenas ocasional.

d) É exigida pela rima.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17.5 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com