TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Artigo de opinião

Por:   •  7/5/2015  •  Seminário  •  778 Palavras (4 Páginas)  •  872 Visualizações

Página 1 de 4

Slide 2

  • O artigo de opinião, como o próprio nome já diz, é um texto em que o autor expõe seu posicionamento diante de algum tema atual e de interesse de muitos. Na notícia, o jornalista traz informações sobre dados e fatos, e no artigo de opinião, o articulista opina sobre a questão polêmica que uma notícia pode despertar.

  • Deve apresentar argumentos coerentes que, além de expor seu ponto de vista, façam com que o leitor acredite que você tem razão. Ao escrever um artigo de opinião, o autor discute o tema polêmico com a intenção de convencer os leitores a mudarem de ideia ou de comportamento, ou mesmo pressionar o governo ou outras instituições para que adotem medidas que considera adequadas. Por esse motivo, devem-se evitar motivos superficiais ou sem justificativa do tipo: porque ninguém que eu conheço discorda, porque ouvi dizer, porque todo mundo pensa assim.

  • No entanto, não basta o autor argumentar a favor de sua tese. Ele deve considerar a existência de pessoas que pensam de maneira diferente ou mesmo oposta à sua, para rebatê-las. Não é possível simplesmente ignorá-las, pois isso desvaloriza seu texto perante os leitores. Considerar as ideias e atitudes opostas, para contestá-las, é um elemento essencial do artigo de opinião.
  • Editorial e artigo de opinião são coisas diferentes. O editorial expõe as opiniões do veículo.  Já o artigo de opinião revela o posicionamento do autor. O juízo de valor emitido não corresponde necessariamente à opinião do jornal, por isso a assinatura do autor é necessária.
  • O articulista, geralmente, é especialista nos temas tratados e os leitores leem tal coluna justamente para conhecerem a opinião e a avaliação de um especialista acerca de um assunto atual. Ao expor seu posicionamento, o orador/articulista precisa persuadir o leitor, então é necessário que ele tenha domínio do assunto tratado. Não se sustenta uma tese sem conhecimento. Por isso a PERSUASÃO é a palavra chave desse tipo de texto.

Slide 3

  • Para persuadir, o orador utiliza mecanismos linguísticos, retóricos e argumentativos para construir seu discurso e fundamentar sua tese, conduzindo o leitor a comprar a sua opinião. Por este motivo, é comum presenciarmos descrições detalhadas, apelo emotivo, acusações, humor satírico, ironia e fontes de informações precisas. A linguagem é culta, formal, como requer uma publicação em jornal ou revista. Usam-se operadores argumentativos de vários tipos e os verbos são empregados predominantemente no presente do indicativo. Outros aspectos persuasivos são as orações no imperativo (seja, compre, ajude, favoreça, exija, etc.). Geralmente, é escrito em primeira pessoa, já que trata-se de um texto com marcas pessoais e, portanto, com indícios claros de subjetividade, porém, pode surgir em terceira pessoa. Assim, conhecendo a pluralidade das opiniões, o autor procura reduzir a distância entre ele e o leitor, através de técnicas argumentativas. A tomada de posição (que não pode acontecer em outros gêneros jornalísticos como a notícia ou a reportagem) é indicada no artigo, entre outras coisas, por marcas linguísticas que anunciam a posição do articulista: “penso que”, “do nosso ponto de vista”; introduzem os argumentos: “porque”, “pois”; trazem para o texto diferentes vozes: “alguns dizem que”, “as pesquisas apontam”, “os economistas argumentam que”, introduzem a conclusão: “portanto”, “logo”.

Slide 4

O título é geralmente uma frase que chame a atenção do leitor e já exponha a sua opinião.

  • Introdução: É iniciada apresentando ao leitor a problemática a ser discutida. Esse problema é contextualizado com o cenário global ou algum acontecimento do dia a dia do seu leitor-alvo.  Apresenta também a sua tese, seu posicionamento.

  • Desenvolvimento: No desenvolvimento é apresentada uma tese contrária à sua, que logo depois é contra argumentada.  Em seguida são apresentados os argumentos do autor e a razão, para que o leitor comece a criar sua próprias conclusões.

  • Conclusão: Evidencia a resposta à questão apresentada, uma solução e a tese do autor é reforçada.

Slide 5

  • Tipos de Argumento

O autor precisa escolher os argumentos de acordo com o público para quem escreve. Um artigo para um jornal de economia, por exemplo, deverá conter dados estatísticos, e assim por diante. Para isso, é fundamental que ele argumente de maneira consistente na defesa de sua tese. Existem vários tipos de argumentos, que o escritor pode combinar.

(Ler exemplos de cada tipo)

De autoridade: Reproduz declarações de um especialista, de uma pessoa respeitável (líder, artista, político), de uma instituição considerada autoridade no assunto.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.2 Kb)   pdf (87 Kb)   docx (13.1 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com