TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINAR INDIVIDUAL

Por:   •  4/5/2013  •  959 Palavras (4 Páginas)  •  1.010 Visualizações

Página 1 de 4

INTRODUÇÃO.....................................................................................................3

DESENVOLVIMENTO..........................................................................................4

CONCLUSÃO........................................................................................................6

REFERÊNCIAS......................................................................................................7

INTRODUÇÃO

Considerando as entrevistas realizadas a um pedagogo, uma professora e um aluno, podemos entender que há uma configuração em um novo mapa que integra a capacidade de construção e renegociação entre pedagogo, professor e aluno.

Podendo refletir e discutir os desafios vivenciados pelo pedagogo na escola em relação às diferentes formas de avaliação utilizadas pelo professor, como verificação da aprendizagem de seus alunos, durante o ano letivo.

DESENVOLVIMENTO

A princípio podemos analisar que como cidadãos vão encontrar diferenças e dessemelhanças. Convivemos numa sociedade onde somos constantemente avaliados. Diante das dificuldades ligadas a inclusão e a diversidade, a educação básica em seu papel deve ser a propulsar para o enfrentamento dos desafios e as transformações que afetam as relações culturais, sociais e históricas.

O pedagogo por sua vez pode auxiliar o professor a supervisionar, orientar, incentivar, sistematizar o seu trabalho no interior da escola. Envolvendo com atividades lúdicas, promovendo discursos, gincanas, palestras, possibilitando a ação conjunta voltada para a produção do trabalho do professor na relação entre teoria e prática e entre prática e realidade concreta como sujeito que ensina e aprende com o discente.

Através da construção de práticas multiculturais e não- discriminatórias é possível alcançar uma ação conjunta onde o diálogo, no questionamento no debate, é possível desenvolver um novo olhar sobre o cotidiano escolar. Como trabalhá-las, estimular dinâmicas de relacionamento, de reconhecimento mútuo, aceitação e valorização do “outro”.

Com a ajuda da organização do projeto político pedagógico o trabalho de sala de aula reflete o todo do que a escola planeja e desenvolve, possibilitando as atividades, a interação com diferentes grupos culturais e étnicos.

Num trabalho de diversidade cultural, acreditamos respeitar e valorizar as idéias e as expressões dos quais que sofrem preconceito, levando em conta o compromisso de garantir o acesso e a permanência no sistema escolar com qualidade.

Segundo Candau (2004, p. 4) nos ajuda a refletir sobre essa questão explicando que somos todos iguais ou somos todos diferentes?

Considerando as dificuldades do aluno ligado ao desenvolvimento e aprendizagem o professor precisa de um apoio maior para com os alunos. Ter um interprete na sala de aula ou o próprio professor ser capacitado para receber o aluno que tem a sua dificuldade. Na realidade vemos salas bem diferentes, sem estruturação para receber esses alunos com deficiência e os professores perdidos sem saber como desenvolver um trabalho educacional.

Outra realidade é o preconceito que ainda existe em sala de aula, o discente que tem dificuldade de se expressar é descriminado até pelos próprios colegas. A ação do docente em lidar com essa situação é debater e explicar que o discente não tem culpa por sua forma de falar, tem que trabalhar as diferenças em sala de aula, mostrando que todos podem participar com atividades lúdicas, onde consegue obedecer às regras com paciência, amor e carinho.

Isso nos mostra o quanto é essencial o professor se relacionar com o seu aluno, orientando-os sobre os seus erros, dando-se menor ênfase á advertência e mais atenção, acreditando

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.2 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com