TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Projeto Integração Escola e Comunidade

Por:   •  7/5/2020  •  Relatório de pesquisa  •  924 Palavras (4 Páginas)  •  32 Visualizações

Página 1 de 4

[pic 1]

LICENCIATURA EM FÍSICA

PRÁTICA DE ENSINO:INTEGRAÇÃO ESCOLA COMUNIDADE(PE:IEC)

POSTAGEM 2: ATIVIDADE 2

Relatório de Integração- Escola e Comunidade

Welder Pires de Almeida – 1725541

Sousa-PB

2020

As atividades escolares devem ser construídas em um contexto participativo, integrador de todos seus segmentos, em harmonia com o contexto atual, que requer uma política educacional capaz de contribuir na condução do país ao pleno desenvolvimento, em conformidade com os princípios democráticos em evolução. No que diz respeito a necessidade da interação escola e comunidade, como forma de melhorar os resultados no processo educativo. Em conversas para entrega da primeira atividade da disciplina Integração Escola e Comunidade um dos alunos comentou “Muitas pessoas nem fazem ideia dos direitos e deveres que têm com a sua comunidade, essa, com certeza, deve sim participar e contribuir para a melhoria do nosso ensino”. E um outro completou: “Uma vida participativa torna mais fácil a comunicação entre as pessoas da comunidade e também entre pais e filhos que acabam ajudando uns aos outros”. Desse modo, percebe-se que a comunidade acredita ter como “... atuar no processo educativo de modo ativo e frequente” (VIANNA, 1986, p. 84), ressentindo-se da ausência de estratégias, por parte da escola, para envolvê-la em seu planejamento e, também, entende que por falta dessa participação a educação de seus filhos fica prejudicada. As razões dessa interação pouco proveitosa foram referidas. Disponibilidade de tempo e baixos níveis de escolarização também são considerados entraves para maior participação no cotidiano escolar: “A dificuldade é que a maioria trabalha, outros não têm leitura, falta informação e disponibilidade”. Os alunos geralmente reclamam da ausência dos professores de determinadas disciplinas e da falta de explicações para esse fato, por parte da administração da escola. Em suas falas apontam que “falta muita coisa” para a melhoria da escola. Reclamam da “falta de disponibilidade” do corpo administrativo em tratar de assuntos de seus interesses. Diante do quadro apresentado depreende-se que o distanciamento entre a escola e a comunidade reflete negativamente nos processos de ensino e aprendizagem como citado em Brasil. É preciso participar da vida escolar dos filhos e da escola. A contínua colaboração entre escola e os pais faz com que se tornem parceiros no processo educacional. A falta de comunicação entre a escola e os pais leva ao comprometimento do sucesso escolar. Logo, concluímos que é de extrema importância que a escola, ao planejar e programar suas ações pedagógicas procure envolver sua comunidade na construção do conhecimento.

As ações escolares restringem-se a procedimentos administrativos e pedagógicos, encaminhados pela direção e pelos corpos técnico e docente, sem maiores interações com os alunos e a comunidade, os quais figuram apenas como peças obrigatórias ao funcionamento escolar que não conta com espaços de congregação comunitária como a APM e Conselho Escolar, que não atua com plenitude. Entendemos que a instituição responsável pela escola pública deveria dispensar maior atenção às unidades sob sua responsabilidade, implementando ações para modificar o quadro situacional.

 As situações apresentadas nos levam a crer na necessidade de modificar as relações no cotidiano escolar, incentivando novos olhares para a educação, identificando necessidades, buscando ofertar um ensino significativo para a comunidade, afinal a escola precisa sempre atentar ao desenvolvimento integral dos alunos, em um mundo em constante mudança. Entendemos que encontrar o caminho para relações de parceria pode ser uma experiência significativa, resultando em melhorias nas interações humanas, no ensino, na preservação das instalações físicas e combate da violência dentro e fora da escola. Pode ser a luz de um novo tempo na educação: o aproveitamento das experiências familiares na construção do saber e das ações da escola. Outros meios mais práticos de fazer com que a comunidade interaja no ambiente escolar, além de sua atuação nos conselhos, seriam, por exemplo, o apoio e participação nos projetos desenvolvidos pela escola, buscar saber quais as possíveis necessidades que a escola possa vir a ter e tentar supri-las (tais necessidades podem estar relacionadas à estrutura física, à carência de materiais, entre outras), ajuda nos eventos da instituição escolar, hortas comunitárias, ações voltadas ao meio ambiente etc.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.3 Kb)   pdf (111.2 Kb)   docx (269.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com