TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Capacitação Docente Como Fator De Qualidade No Processo Educacional De Alunos Com Dificuldade De Aprendizagem Nos Anos Iniciais Do Ensino Fundamental Em Uma Escola Municipal De Contagem

Ensaios: A Capacitação Docente Como Fator De Qualidade No Processo Educacional De Alunos Com Dificuldade De Aprendizagem Nos Anos Iniciais Do Ensino Fundamental Em Uma Escola Municipal De Contagem. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  9/11/2014  •  1.278 Palavras (6 Páginas)  •  612 Visualizações

Página 1 de 6

TEMA:

Por que eles não aprendem:

A capacitação docente como fator de qualidade no processo educacional de alunos com dificuldades de aprendizagem nos anos iniciais do ensino fundamental em uma Escola Municipal de Contagem

PROBLEMA:

Quais as estratégias adequadas para auxiliar o aluno de 6 a 9 anos que apresenta dificuldade de aprendizagem na alfabetização e letramento.

JUSTIFICATIVA:

O número de educandos que apresentam dificuldades de aprendizagem tem aumentado a cada dia, o que tem ocasionando angustia as docentes por não saberem como proceder e aos pais por assistirem em muitos casos o fracasso escolar dos filhos.

A formação dos professores se apresenta atualmente com muita relevância, tem recebido destaque nas políticas publicas.

São muitos os desafios e responsabilidades colocados à escola.

Tem se verificado que a formação do que dispõem é insuficiente para garantir o desenvolvimento de capacidades necessárias para que as crianças e jovens conquistem sucesso escolar e capacidade que lhes permita plena participação social no mundo, cada vez mais exigente sob todos os aspectos.

Estudos têm indicado que uma boa formação profissional, aliada a uma infra-estrutura e gestão escolar, são imprescindíveis para se alcançar a qualidade educacional satisfatória a sociedade e família.

Outro fator que merece destaque a falta de formação, caracteriza-se pela desvalorização profissional do magistério, baixos salários.

OBJETIVO GERAL:

Identificar as dificuldades de aprendizagem mais aparentes nos anos iniciais.

OBJETIVO ESPECÍFICO:

- Discutir alfabetização e letramento.

- Refletir sobre aspectos internos / externos que influenciam negativamente no processo ensino aprendizagem dos educandos.

- Apontar estratégias para o professor favorecer a aprendizagem de alfabetização e

letramento dos alunos com dificuldades.

HIPÓTESES:

São vários os fatores que podem levar um individuo a apresentar dificuldades de aprendizagem como: partos prematuros, consumo abusivo de tabaco e álcool, má formação de sistema nervoso central.

FUNDAMENTAÇÃO TEORICA

A temática da dificuldade na aprendizagem ganha destaque cada vez maior no contexto educacional atual. Até alguns anos atrás a escola, não dava importância para os alunos com dificuldades na aprendizagem, por que sua função era ensinar e avaliar com objetivo de classificar e selecionar os alunos.

Os alunos com necessidades educacionais especiais “com alguma dificuldade na aprendizagem” eram levados para escolas especializadas em seu problema ou faziam parte do grupo de fracassados dentro do sistema escolar.

Assim a formação de professores destaca-se como tema crucial e, sem dúvida, uma das mais importantes dentre as políticas públicas para educação. A intenção não é de responsabilizar pessoalmente os professores pela ineficácia na aprendizagem dos alunos, mas de considerar que muitas evidências mostram que a formação de que dispõem não tem sido suficiente para garantir o desenvolvimento das capacidades imprescindíveis para que os alunos conquistem o “sucesso escolar”.

É preciso que todos os profissionais da educação tenham consciência da importância do seu papel e função na vida dos alunos. Tudo indica que uma boa formação profissional aliada a um contexto institucional que prevaleça o espírito de equipe e a construção coletiva, respeitando a individualidade de cada um, são ingredientes sem os quais não serão alcançados a qualidade de ensino e superação das dificuldades na aprendizagem.

Qualquer pessoa graduada em curso superior, sem habilitação para o magistério, que desejem se dedicar ao magistério podem fazê-lo desde que adquiram habilidades por meio de programas de formação pedagógica oferecidas por instituições de nível superior.

A formação do professor envolve formação inicial, ou seja, preparação para o exercício do magistério e a continuada que ocorre com o professor já atuando em sala de aula.

A formação dos professores tem sido questionada, mas há estudos conclusivos a respeito da relação entre formação profissional do professor e aprendizagem escolar de crianças, inúmeros indicadores afirmam que a habilidade e a formação continuada não têm garantido melhores resultados na aprendizagem dos alunos. Pesquisas apontam que professores com formação em magistério e graduação têm alcançado melhores resultados do que profissionais com pouca formação.

Já é consenso que quanto menores forem as crianças maiores a necessidade de formação dos professores, considerando a complexidade de educar crianças pequenas nos primeiros anos de vida.

No currículo de formação especifica que deve estar inseridas a participação na proposta política pedagógica da escola, não podendo ignorar as condições reais e pontos de partida dos professores, que envolvem seus interesses, motivações e necessidades conhecimentos prévios, experiências e opiniões, itens esses deveram servir como ingredientes do planejamento das ações de formação.

Ao contrario de uma atuação

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.3 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com