TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Reorganização Da Escola Na Perspectiva Da Educação Inclusiva

Trabalho Universitário: A Reorganização Da Escola Na Perspectiva Da Educação Inclusiva. Pesquise 801.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  21/11/2014  •  1.293 Palavras (6 Páginas)  •  948 Visualizações

Página 1 de 6

Aluno:Francisco Armelindo Correa

RA:1113149

Data início do projeto

23/09/2014

Data término do projeto

30/09/2014

PRIMEIRA ETAPA: Entrevista com o professor Hugo Ricardo Telles Martins.

1) Quantos alunos com necessidades educacionais especiais frequentam a escola que você coordena?

R) São quarenta (40) alunos.

2) Quais as necessidades educacionais que eles apresentam(deficiência física, auditiva, visual, intelectual, altas habilidades ou condutas típicas)? Como eles estão distribuídos nas diferentes classes e séries? Por exemplo, um aluno com surdez no 6º ano, um com deficiência intelectual no 2º ano, e assim por diante.

R) UM aluno com deficiência física.Dez alunos com deficiência intelectual.Um aluno com deficiência visual.Quatro alunos com deficiência auditiva (um aluno no 6°ano, Uma aluna no 8° ano, Duas alunas no 1° ano do segundo grau.Sete alunos com deficiência intelectual (três alunas no 5° ano, três alunos no 4° ano, uma no 3° ano.

3) A escola, a partir da inserção do(s) aluno(s) com necessidades educacionais especiais nas classes comuns, realizou mudanças na sua forma de organização no que se refere à organização curricular, às práticas pedagógicas desenvolvidas em sala de aula, aos recursos didáticos utilizados, aos recursos e instrumentos de avaliação, à organização do espaço, entre outros aspectos? Se sim, descreva detalhadamente quais as mudanças que têm sido implementadas para atender aos alunos com necessidades educacionais especiais.

R) Até o presente momento, não há mudanças na forma de organização curricular.

4) Você, enquanto coordenador(a) da escola, realizou algum curso ou tem recebido alguma formação específica acerca da inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais? Se sim, como foram esses cursos e/ou formação? Informe, adicionalmente, se eles foram propostos pela rede pública ou se você os procurou por iniciativa própria.

R) Sim, realizei vários cursos na área de educação especial, e no momento estou fazendo pós graduação em educação especial, por iniciativa própria e sem receber ajuda de nenhum órgão gestor.

5) A rede municipal ou estadual na qual você atua como coordenador(a) conta com um setor responsável pela educação especial? Se sim, esse setor tem promovido o

apoio à inclusão, garantindo recursos humanos, materiais e financeiros que viabilizem o atendimento de qualidade aos alunos com necessidades educacionais especiais nas classes comuns, tal como prevê a legislação? Explique e dê exemplos:

R)Não, dentro da SEE tem coordenadorias direcionadas para atender E.I.E.F (Educação infantil e Ensino Fundamental), Infelizmente não tem um setor para desenvolver projetos com a Educação Especial, mas em nenhuma das gestões houve esse setor. Até hoje estamos esperando alguém para iniciar esse processo.O que na realidade acontece são algumas pessoas que procuram nos ajudar, as que preocupam-se, fazendo o que podem.

6) A escola tem implementado flexibilizações e adaptações curriculares que considerem o significado prático e instrumental dos conteúdos básicos, metodologias de ensino e recursos didáticos diferenciados tendo em vista as necessidades educacionais apresentadas pelos alunos, tal como prevê a legislação, especialmente o Artigo 8º da Resolução CNE/CEB nº 2/2001 (BRASIL, 2001)? Explique e dê exêmplos.

R) Não, Ma está em processo de andamento. Pois onde os preceitos da escola mostram as possibilidades de aprender a partir de suas aptidões e capacidades, e buscando fazer o melhor. Implicando em um ensino diferente, onde os alunos tenham condições de aprender segundo suas próprias capacidades, sem discriminações e adaptações.

7) Como os alunos com necessidades educacionais especiais têm sido avaliados?

R) A avaliação se efetiva através de estudos de caso, que visa a construir um perfil do aluno que possibilite elaborar o plano de intervenção. Avalia-se também se o aluno apresenta melhor desempenho em atividades individuais ou em pequenos grupos, ligados aos objetivos educacionais e a verificação o envolvimento do aluno em todas etapas propostas.

8) Os sistemas de ensino, nos termos da Lei 10.098/2000e da Lei 10.172/2001, devem assegurar a acessibilidade aos alunos que apresentem necessidades educacionais especiais mediante a eliminação de barreiras arquitetônicas urbanísticas, bem como de barreiras nas comunicações, na edificação e nos transportes escolares, incluindo instalações, equipamentos e mobiliário, provendo, assim, as escolas dos recursos humanos e materiais necessários (BRASIL, 2001). A escola, sob sua coordenação, está garantindo acessibilidade aos alunos

com necessidades educacionais especiais? Explique e dê exemplos.

R) Infelizmente não. Como comentado em algumas respostas anteriores, o processo demora acontecer, (problema de gestão municipal e outros)

9) Os professores das classes comuns da escola que você coordena receberam alguma formação específica para atender aos alunos com necessidadeseducacionais especiais? Se sim, que tipo de formação? Tal formação foi promovida pela rede ou foi o próprio professor que a buscou por iniciativa própria?

R) Os professores que atendem os alunos inclusos não recebem

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com