TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Como estrelas na terra, toda criança é especial

Resenha: Como estrelas na terra, toda criança é especial. Pesquise 806.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  28/5/2013  •  Resenha  •  778 Palavras (4 Páginas)  •  614 Visualizações

Página 1 de 4

Resenha

Como estrelas na terra, toda criança é especial

Como estrelas na terra toda criança é especial. Índia 2008 Dir.Aamir Khan.

O filme Como estrelas na terra toda criança é especial, é uma produção de cunho educacional, que garante ao público telespectador a se envolver na história do garoto Ishaan Awasthi, que traz consigo desafios para poder seguir a vida. Uma história marcante, que mostra o dia-a-dia de uma pequena criança de 8 anos de idade, que apresenta dislexia.

O pequeno Ishaan vive com seus pais e irmão na Índia. Ao contrário de Ishaan, seu irmão é o melhor aluno da turma e também é excelente nos esportes.

Como as dificuldades vêm aumentando, a escola convoca a família para uma reunião, informando-a que o garoto não apresentou avanços. Os pais e professores pensam que o menino faz de propósito, que não é interessado pelos estudos. Desta forma, a família decide enviar Ishaan para um colégio interno, a fim de ser disciplinado e, conseqüentemente, obter êxito nos estudos.

A escola que Ishaan freqüentava era uma escola tradicional, onde seus alunos permanecem dependentes das regras que acreditam ser o caminho de uma boa educação.

Toda uma rotina de rejeição, de exclusão, já vividos desde cedo na escola e em casa, fazem com que Ishaan sofra mais ainda quando já se faz presente em outro ambiente escolar. Passa a viver constrangido, quieto, indiferente, só. Dedica-se a pintura, momento ao qual nunca o desprezou. A nova sala de aula leva o menino a continuar acreditando em uma vida de rejeição e insegurança. As palavras continuam a dançar em sua frente. A leitura e a escrita permanecem sendo seu desafio, pois a dislexia é freqüente no cotidiano.

O modelo tradicional de ensino da época acaba que não descobrindo o talento das crianças, a exemplo, quando é pedido para Ishaan explicar a mensagem de um poema com leitura feita em sala de aula e o garoto explica o real sentido da mensagem, sendo desconsiderado pelo professor e, mais uma vez motivo de risos entre os colegas, sendo reconhecido por seu amigo que ele sim fez a explicação correta e não foi aceito pelo fato do professor educar os demais com seu método de repetir tudo que ele diz. Outra parte é quando na aula de artes o professor exige que Ishaan localize um ponto minúsculo feito no quadro e ele o passa por despercebido, chegando a levar cinco palmatórias.

Após um período no colégio interno, onde a solidão, a tristeza e severas punições por parte dos professores passam a ser constantes em sua vida, Ishaan aos poucos vai deixando de desenhar e pintar, o que antes realizava com muita propriedade. Assim mergulhando em profunda depressão.

Uma nova fase nasce em sua vida, quando recebe de presente um novo professor de artes, que vem ao encontro da turma com uma postura alegre, brincalhão, amigo, diferente das doutrinas da escola. O professor Ram Shankar Nikumbh chega, surpreendendo e alegrando as crianças, mas Ishaan permanece igual, uma vez que seu consciente já sofre o preconceito por ser diferente, prejudicando-lhe e fazendo de si uma criança desequilibrada, incapaz e infeliz.Com este novo olhar, o professor passa a se dar conta de que Ishaan apresenta dislexia, um distúrbio de aprendizagem em que a criança confunde letras

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.8 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com