TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Diversos

Artigo: Diversos. Pesquise 860.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  18/3/2015  •  586 Palavras (3 Páginas)  •  179 Visualizações

Página 1 de 3

Ei mano, eu peço um tempo pra te explicar porque

Eu tava querendo um tempo pra conversar com você

É que ontem a noite a minha mente revirou

Depois de uma mina gata que tava assistindo o show

Muita calma, pera lá, vou te explicar a situação

Você sabe que eu não sou e nunca fui de emoção

Mas rolou alguma coisa diferente quando eu vi

O perfume que ela usava parece que eu ja senti

Olha meu mano, quem diria, você na mina de baile

Eu quero saber isso tudo por detalhe por detalhe

Mas é triste tu contar, olha o que aconteceu pra mim

Você não viu a gata que chegou no camarim ?

Ela entrou roubando a cena, perguntando do meu nome

Falando quem é o Pikeno, pra mim dar o telefone

Eu quero tirar uma foto, uma no colo e outra em pé

Dependendo do momento eu tiro o que tu quiser

E depois o que tu fez?

Menor você conhece a peça,

com uma idéia dessa já parti pro que interessa

Mas chegou na hora H o celular veio a tocar

Será que ela namora? Acho que nem vai rolar

Não acredito, e olha só, deixa eu dar continuidade

Quando eu desci do palco veio cheia de maldade

Falando que era fã mas de um jeito diferente

Que queria um beijinho, um daqueles envolventes

A mão boba atacou e dela eu subi a sainha

Isso lá no corredor?

Já tava dentro da cozinha

Tudo apagado, escuro, agora o resto é comigo

Quem mandou brincar com fogo, tu ta correndo perigo

Fala o que aconteceu

Na hora que tava maneiro, me falou que ja voltava

e só ia no banheiro.

Que menina, que caô e estragar a parada

A outra, quando voltou, chegou no camarim suada

Que correu de uma briga que teve no camarote

Mano eu não acreditei, mas a vontade era forte

Aquele olho azul, mano, aquele azul piscina,

Mas quando eu apaguei a luz foi quando apimentou o clima

Será que ela era virgem?

Eu vou saber, por que meu mano?

Eu puis a mão na perna dela, mas ela me evitando

Duas vezes é demais, essas paradas da desgosto

Eu gostei da tatuagem que ela tinha no pescoço

Tava escrito perdição?

Como você adivinhou?

Dentro de um coração?

Como assim, quem te contou?

Olha eu vou te falar, tu acredita se quiser

Acho que estamos falando, mano, da mesma

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com