TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

EMOÇÕES, SATISFAÇÕES E POSSIBILIDADES NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL

Por:   •  12/3/2019  •  Trabalho acadêmico  •  4.191 Palavras (17 Páginas)  •  16 Visualizações

Página 1 de 17

[pic 1]

EMOÇÕES, SATISFAÇÕES E POSSIBILIDADES NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL

Ceilândia-DF, 12 de setembro de 2018

LARISSA

LARISSA

LIANDRA

RENATA

EMOÇÕES, SATISFAÇÕES E POSSIBILIDADES NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL

Trabalho apresentado à Faculdade Projeção, unidade Ceilândia, curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, como pré-requisito para avaliação da disciplina Saúde e Segurança no Trabalho sob a orientação da professora Anna Karla Lima.

Ceilândia-DF, 12 de setembro de 2018 

                                          SUMÁRIO

  1. INTRODUÇÃO
  2. O QUE SÃO EMOÇÕES?
  1. Aspectos básicos das emoções
  2. Emoções comuns entre os indivíduos
  3. A importância do controle emocional no ambiente de trabalho
  1. EMOÇÃO X SENTIMENTO
  1. 3.1.Relação entre emoções e sentimentos
  2. De onde surgem as emoções e sentimentos
  3. Como gerenciar emoções e os sentimentos no ambiente organizacional        
  1. SATISFAÇÃO
  1. Satisfação no trabalho
  2. Principais teorias motivacionais
  1. Hierarquia das necessidades de Maslow
  2. Teoria dos dois fatores de Herzberg
  3. Contribuição das teorias nas organizações atuais
  1. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
  1. O que é inteligência emocional?
  2. A importância da inteligência emocional
  3. Os 5 pilares da Inteligência emocional
  4. Vantagens da inteligência emocional
  5. Inteligência emocional nas organizações
  6. Como a organização pode desenvolver a inteligência emocional para seus colaboradores
  1. CONCLUSÃO
  2. BIBLIOGRAFIA

  1. INTRODUÇÃO

Este trabalho tem o intuito de abordar os temas sobre as emoções, sentimentos, satisfações, inteligência emocional e as possibilidades dentro de um ambiente organizacional. Também será visto por intermédio deste como gerencia-los da melhor forma, tanto na parte dos colaboradores, como também na parte da empresa.

2 – O QUE SÃO EMOÇÕES?

A emoção é um aspecto subjetivo da personalidade de cada um. Grande parte do que se sabe hoje sobre as emoções foram tiradas dos estudos feitos sobre as obras de arte – que são expressões emocionais de quem a produziu. Weiten (2002, p. 294) observa o aspecto emocional da seguinte forma: “todo mundo tem inúmeras experiências pessoais com emoção; todavia este é um conceito vago, difícil de se definir”.

As emoções fazem parte, está presente no comportamento de cada um, e são consideradas responsáveis pelos sentimentos humanos. Essas emoções são difíceis de serem controladas, as pessoas não podem sentir ou deixar de sentir quando quiserem. Weiten (2002, p. 294), diz:

  “As experiências mais profundas e importantes da vida são repletas de emoções. [...] de certa forma, as emoções situam-se no âmago da saúde mental. As duas queixas mais comuns que levam as pessoas a buscar psicoterapia são depressão e ansiedade.”

As emoções estão ligadas diretamente com o caráter avaliativo. Ela pode ser boa, ruim ou até mesmo os dois. Quando a emoção é muito intensa, ela vem junto com uma reação visceral, onde o cérebro é o responsável por controlar essas reações, que são expressas pela a linguagem corporal. Essa linguagem corporal é a linguagem não verbal, sendo ela, por exemplo, o riso e o choro. Guillaumé (1974, p. 73) diz:

 “A alegria, a tristeza, a cólera, a raiva, o medo, a inquietude, a angústia, a surpresa, a vergonha, a decepção são emoções. [...] são episódios evidentes da vida efetiva, que se apresentam embutidos em meio à situação subjetivamente importantes ou inclinações que entram em atividades; são caracterizadas por perturbações psicológicas e fisiológicas genéricas, das quais o aspecto aparente constitui a expressão da emoção.”

2.1 Aspectos básicos das emoções

Há três aspectos básicos sobre as emoções segundo Huffman, Vernoy e Vernoy (2003, p. 443):

“1. Cognitivo: pensamentos, crenças e expectativas que determinam o tipo de intensidade da resposta emocional”. O que a pessoa vivencia como uma agradabilíssima situação pode ser monótona ou agressiva para outra.

2. Fisiológico: mudanças físicas internas nos organismos, resultantes de alerta emocional. Quando estamos emocionalmente alertas por causa do medo ou da ]raiva, por exemplo, o coração acelera, as pupilas se dilatam, e a taxa respiratória se eleva.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (27.3 Kb)   pdf (175.4 Kb)   docx (29.5 Kb)  
Continuar por mais 16 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com